Como vovó já dizia, versão barrada pela censura

Enviado por Antonio Carlos Silva

Como vovó já dizia, Raul Seixas

Quem não tem colírio, usa óculos escuros
Quem não tem papel dá o recado pelo muro
Quem não tem presente se conforma com o futuro

Essa luz tá muito forte, tenho medo de cegar
Os meus olhos tão manchados com teus raios de luar
Eu deixei a vela acesa para a bruxa não voltar
Acendi a luz do dia para a noite não chiar

Quem não tem colírio, usa óculos escuros
Quem não tem papel dá o recado pelo muro
Quem não tem presente se conforma com o futuro

Já bebi daquela água quero agora vomitar
Uma vez a gente aceita, duas tem que reclamar
A serpente está na terra o programa está no ar
Vim de longe de outra terra pra morder teu calcanhar

Quem não tem colírio, usa óculos escuros
Quem não tem papel dá o recado pelo muro
Quem não tem presente se conforma com o futuro

Essa noite eu tive um sonho, eu queria me matar
Tudo tá na mesma coisa, cada coisa em seu lugar
Com dois galos, a galinha não tem tempo de chocar
Tanto pé na nossa frente que não sabe como andar

https://www.youtube.com/watch?v=MUrPFZtlipc width:700 height:394

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Miguel Zibboni

- 2014-12-30 19:56:24

Nada.

São onomatopéias sem perigo as que tocam no radio.

altamiro souza

- 2014-12-30 19:50:55

era a época do "pare o mundo

era a época do "pare o mundo que eu quero descer"

Mário Mendonça

- 2014-12-30 19:36:06

Nassif Censuraram a melhor

Nassif

Censuraram a melhor parte da musica.

O que os milicos fariam com as musicas de hoje heim?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador
[Fancy_Facebook_Comments]