É tarde eu já vou indo, preciso ir embora… e lá se vai Luiz Vieira

E tantos artistas gravaram Luiz Vieira, tantas vozes compondo o coro deste legado. Caetano Veloso, Taiguara, Pery Ribeiro, Nara Leão, Agnaldo Rayol, Elba Ramalho, Luiz Gonzaga, Rita Lee, Maria Betânia, e tantos outros.

Foto Tupi FM

Jornal GGN – Hoje, dia 16, vai-se Luiz Vieira, aos 91 anos. O compositor e radialista estava com a saúde debilitada, internado na Casa de Saúde José, na Zona Sul do Rio, após passar mal na noite de ontem. E a música chora sua perda, autor que é de mais de 500 composições ao longo da carreira.

E nos deixou seu legado, com músicas como Menino de Braçanã, Menino passarinho, Paz do meu amor, A voz do povo… O legado deste pernambucano de Caruaru, que se mudou para o Rio ainda menino, criado pelo avô em Alcântara, na região de São Gonçalo, e que abraçou profissionalmente a música na década de 1940.

E tantos artistas gravaram Luiz Vieira, tantas vozes compondo o coro deste legado. Caetano Veloso, Taiguara, Pery Ribeiro, Nara Leão, Agnaldo Rayol, Elba Ramalho, Luiz Gonzaga, Rita Lee, Maria Betânia, e tantos outros.

Em 2018, foi feito um show em São Paulo como tributo aos seus 90 anos. A homenagem reuniu vários artistas e, em maio do ano passado foi feito um disco com as apresentações.

Luciano Hortencio separou algumas pérolas de Luiz Vieira para esta pequena homenagem.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Brecheiro de marca maior

5 comentários

  1. Minha referência feliz de infância, de juventude e recentemente da melhor idade.
    Agradeço à VIda ter-me dado essa oportunidade de viver no mesmo tempo que nosso poeta Luiz Vieira.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome