O teremim, por Paulo Gurgel Carlos da Silva

O teremim

Por Paulo Gurgel Carlos da Silva

Do Portal Luis Nassif

É um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrônicos. Inventado em 1919 pelo russo Lev Sergeivitch Termen (conhecido também pela forma francesa do nome: Léon Theremin), o teremim é único por não precisar de nenhum contato físico para produzir música. Foi, de fato, o primeiro instrumento musical projetado para ser tocado sem precisar de contato, pois é executado movimentando-se as mãos no ar. Apresentado pelo próprio inventor em 1920, o instrumento opera através do princípio da produção de efeito heteródino em dois osciladores de frequência radiofônicos (não vou desenhar isso) e consiste de caixa com duas antenas externas, uma que controla a altura, e outra, o volume, ao redor das quais o músico movimenta suas mãos para produzir o som. Cria um característico som “alienígena” como uma voz soprano processada.

Veja e ouça o teremim, estranho instrumento de quase um século

Em 2011, aconteceu um simpósio sobre ele na cidade inglesa de Scarborough. A compositora para Teremim e musicista Barbara Bushholz diz que, embora o instrumento seja monofônico, ou seja, toca uma nota por vez, ela usa um recurso que repete a nota tocada indefinidamente, podendo assim adicionar outras por cima de forma harmônica.

A compositora para Teremim e musicista Barbara Bushholz diz que, embora o instrumento seja monofônico, ou seja, toca uma nota por vez, ela usa um recurso que repete a nota tocada indefinidamente, podendo assim adicionar outras por cima de forma harmônica.

Leia também:  Feira do Vinil chega à 22ª edição com homenagem a Joyce, por Carlos Motta

Não tem tradução
El instrumento, debido a ese sonido tan particular, fue usado con profusión en las películas de serie B de Hollywood durante los años cuarenta y cincuenta. El theremín se usó habitualmente en películas de terror y de ciencia ficción. Su sonido era sobrenatural y perfecto para mostrar el tormento de personajes con problemas mentales, grandes cargas morales, alucinaciones o malos sueños. Uno de los primeros compositores en usarlo fue Dimitri Shostakovich, un joven ruso que lo introdujo en la escena de la tormenta de la película Odna (1930).
En 1951, Bernard Herrmann utilizó dos theremines para la banda sonora de The Day the Earth Stood Still de Ray Wise. El uso del theremin daba un toque futurista y amenazante que cuadraba perfectamente con el tono de la película. Howard Stein lo usó para It Came From Outer Space. Miklos Rozsa lo usó para recalcar la inestabilidad emocional de varios personajes en películas como Spellbound de Alfred Hitchcock o The Long Weekend de Billy Wilder. Y en multitud de películas más como The Mad Magician, Please Murder Me, The Red House, House of Wax. Más recientemente en Ed Wood, Existenz o Mars Attacks.
En The Song Remains the Same, podemos ver a Jimmy Page, tocando un theremín durante la canción Whole Lotta Love. Grandes de la música com Pink Floyd, Jean Michel Jarre, Radiohead, Marilyn Manson o Nine Inch Nails han hecho uso de este particular instrumento. Durante años el instrumento cayó en el olvido hasta que a mediados de los noventa el documental Theremin, an Elecronic Oddysey (1994) lo volvió a traer a la primera plana de la actualidad musical.
La mayor virtuosa del theremín fue Clara Rockmore, quien tras ver truncada su carrera como violinista por culpa de una lesión se convirtió en una consumada thereminista. Rockmore fue colaboradora de Theremin y poseía un oído absoluto. Su talento a la hora de ejecutar las piezas musicales era sobrecogedora. Otros grandes concertistas son Samuel Hoffman y Lucie Bigelow Rosen.
En la actualidad existen varios thereministas muy conocidos como Lydia Kavina, Barbara Buchholz, Masami Takeuchi, Carolina Eyck, Celia Sheen, Ernesto Mendoza, Jonny Greenwood, Robby Virus o Pamelia Kurstin. Y por supuesto Sheldon Cooper, personaje de la serie de televisión The Big Bang Theory.

13 comentários

  1. espião

    Ele foi discriminado nos EUA por ter se casado por uma mulher negra.

     

    Ele trabalhou como espião da união sovietica, informando sobre técnicas industriais dos EUA para os soviéticos. Fugiu dos EUA para  união sovietica e foi preso como espião dos EUA. O chefe da KGB mandou ele projetar um sistema para escutar as conversas na embaixada americana. Ele criou um sistema sem fios e sem partes metálicas,  que utilizava apenas microondas para fazer a escuta. Os americanos levaram anos para descobrir a escuta e outros tantos para descobrir como ela funcionava. 

     

  2. Clara Rockmore.

    Ela foi uma criança prodígio no violino, entrou com cinco anos no conservatório em São Petersburgo e estudou com Leopold Auer. Teve de abandonar a carreira por problemas de formação óssea, que seriam devido a má nutrição, passou fome durante os anos da guerra civil da Rússia revolucionária. Conheceu Tiermin no EUA e aprendeu com ele a tocar o instrumento. Voltou para a carreira musical e se tornou a primeira concertista no novo instrumento. Para ela foi escrito um concerto para teremim e orquestra, que ela apresentou sob regência de Leopold Stokowski.

    No vídeo seguinte, Clara Rockmore toca “O Cisne” (Saint-Saëns)

    [video:http://www.youtube.com/watch?v=pSzTPGlNa5U%5D

    No próximo, Concerto para Theremin e Orquestra de Anis Fuleihan, 1945, com Clara Rockmore (Theremin) e a The New York Philharmonic Orchestra, sob a regência de Leopold Stokowski.

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=cLLiikYaV1g%5D

     

     

  3. a longa e sinuosa estrada da

    a longa e sinuosa estrada da arte….

    as demonstrações dos vídeos são ótimas,

    mas a aplicação do instrumento na genial música do paul

    é maravilhosa.

    valeu.

    gracias.

  4. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome