A ação do Ministério Público Estadual de SP, contra a licitação da Zona Azul

Limito-me a publicar a ação proposta pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, na esperança de que não seja censurada.

Impossibilitado de escrever sobre o caso BTG-Estapar – na licitação da Zona Azul de São Paulo, por proibição de um juiz de direito do Rio de Janeiro, limito-me a publicar a ação proposta pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, na esperança de que não seja censurada.

1005024-32.2020.8.26.0053

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Mosquito chega à África e coloca 126 milhões de pessoas em risco de malária

8 comentários

  1. Bem pensado, Nassif…
    melhor resposta é por aí mesmo, memórias rebuscadas, históricas e fartamente publicadas por todos os veículos de comunicação, sobre as quais é praticamente impossível a justiça sob encomenda impor censuras

    de força igual a da verdade, só a de um jornalismo inteligente

    muita força nesta luta que é para o bem de todos

  2. Você também poderá substituir as reportagens sobre o BTG pactual por receitas culinárias.
    Peça a ajuda a Bela Gil.
    Algumas sugestões:

    Bata quente pactual.
    Pepino ao BTG.
    Abacaxi frito a Paulo Guedes.
    Giló na Zona Azul.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome