A parceria entre a Lava Jato e os advogados das grandes ações contra a Petrobras, por Luis Nassif

A revelação não apenas liquida com as pretensões de Thamea, de participar da equipe do próximo PGR Augusto Aras, como a expõe definitivamente, assim como a Dallagnol, a punições severas do CNMP.

As últimas revelações do dossiê Vaza Jato confirmam a parceria da Lava Jato com advogados, nas grandes ações que custaram mais à Petrobras do que todos os cálculos, ainda que superestimados, de corrupção.

As ações contra a Petrobras, que correram nos Estados Unidos, foram alimentadas por informações da Lava Jato. Custaram à Petrobras mais de US$ 3 bilhões, e a tiraram da condição de vítima, para a de ré. A contrapartida da Lava Jato foram os R$ 2,5 bilhões que receberiam para serem administrados pelos próprios procuradores da Lava Jato.

O escândalo maior é que, desses R$ 2,5 bilhões, reservou-se R$ 1,25 bilhão para ressarcimento de acionistas brasileiros, nas ações propostas por aqui, seguindo o modelo das ações americanas. E o grande advogado desses acionistas é Modesto Carvalhosa.

Os diálogos divulgados mostram os procuradores Thamea Danelon e Deltan Dallagnol preparando a minuta com a qual Carvalhosa arguiu o impeachment de Gilmar Mendes, Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A revelação não apenas liquida com as pretensões de Thamea, de participar da equipe do próximo Procurador Geral da República Augusto Aras, como a expõe definitivamente, assim como a Dallagnol, a punições severas do Conselho Nacional do Ministério Público.

O que causa mais espanto não é nem a falta de escrúpulos da procuradora, mas o fato de ter chegado onde chegou, sendo uma procuradora sem maiores destaques em sua atuação profissional. Tornou-se uma das pontas de lança das manipulações da Lava Jato porque a chefia falhou, a corregedoria falhou, a Procuradoria Geral da República não orientou e a Associação Nacional dos Procuradores da República apoiou.

Leia também:  Desigualdade de renda entre pobres e ricos é recorde, aponta IBGE

Esses deslumbrados cairão um a um. Mas a culpa pela próxima perda de prerrogativas do MPF será exclusivamente das chefias, que fecharam os olhos para todos os abusos.

O GGN prepara uma série de vídeos que explica a influência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto? Clique aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Depende do que significa "país subdesenvolvido", caro Luis. Esse negócio de "vamos lucrar individualmente usando o poder que estado nos confere", usando para tanto o que estiver à mão - inclusive o combate à corrupção, mas velem outros pretextos ou oportunidades - parece ser comum aos países capitalistas, cenário em que se estimula ao máximo, por todos os meios, a vitória do "eu" sobre o "nós". Ainda que se utilize o "nós" como pretexto ou desculpa. E há países capitalistas que são considerados "desenvolvidos"... O que define um país "desenvolvido"? Tecnologia? Humanidade? Riqueza pecuniária? Capacidade de ataques bélico? Civilidade? Bem viver de seu povo? Relacionamento pacífico e próspero com outros países? Pouco medo, poucas fobias (homofobia, xenofobia...)? Justiça democrática? Pouca corrupção? O que é um país "desenvolvido"?

Renato Lazzari

24 comentários

  1. Essa mulher e todos eles são desprezíveis. Só num país subdesenvolvido tipos como esses infestam o Serviço público

    14
    • Depende do que significa “país subdesenvolvido”, caro Luis.

      Esse negócio de “vamos lucrar individualmente usando o poder que estado nos confere”, usando para tanto o que estiver à mão – inclusive o combate à corrupção, mas velem outros pretextos ou oportunidades – parece ser comum aos países capitalistas, cenário em que se estimula ao máximo, por todos os meios, a vitória do “eu” sobre o “nós”. Ainda que se utilize o “nós” como pretexto ou desculpa. E há países capitalistas que são considerados “desenvolvidos”…

      O que define um país “desenvolvido”? Tecnologia? Humanidade? Riqueza pecuniária? Capacidade de ataques bélico? Civilidade? Bem viver de seu povo? Relacionamento pacífico e próspero com outros países? Pouco medo, poucas fobias (homofobia, xenofobia…)? Justiça democrática? Pouca corrupção? O que é um país “desenvolvido”?

      10
      • Prezado Renato: nós ilustramos o verbete de país subdesenvolvido: não são aqueles com instituições “sólidas”; que são capazes de cumprir estritamente a lei (peço que não determine que eu defina o que é estrito, pois sou engenheiro – as definições são ou não; as interpretações devem ser feitas por quem tem a capacidade técnica para isso). Como você comenta; desenvolvimento é um conjunto de fatores. E estamos indo mal em todos

        • Questiono, caro Luis, porque não acho de muito valor tomar a definição de subdesenvolvimento de países como os EUA, por exemplo. É como acreditar nas classificações de agências como a Poors ou Moodys, que deram venderam altas notas ao Lehman Borthers até a véspera de seu estrondoso fechamento. Na avaliação das empresas dos EUA, desenvolvidos serão sempre eles próprios, os EUA, e subdesenvolvidos, os que as pessoas daquele país querem tutelar.

          Há vários indicativos que nos põem acima dos EUA. Por exemplo, se se medisse o índice de participação popular nas decisões democráticas… bem, não creio ser exagero notar o nível de plutocracia daquele país: somos, no dia-a-dia, muito mais democráticos, tenho a impressão. Comprar voto de parlamentar por lá é chamado eufemisticamente de “lobby”.

          Outro índice que podemos tomar é sobre a compra, senão da sentença judicial, da acusação pelo ministério público. A aplicação das leis aqui, mesmo com a corrupção da turma da Lava Jato, tenho a impressão de que é mais profunda. Só agora se começa a vender perdão, como a Lava Jato fez com delatores milionários.

          Eu ia citar a habilidade de improvisação, tão admirada por cientistas do mundo todo, a informalidade, a criatividade ou o que o Domenico de Masi chama de “ócio criativo” mas são tantas as habilidades naquilo que acho importante para o bem viver que não caberiam num post.

          Enfim, talvez em muitos aspectos – se não em todos – se lá vale o dinheiro acima das leis, aqui, mesmo com muitos problemas, vale, culturalmente falando, a lei mesmo. Claro que dá para falar enorme da prisão de pobres, lá e aqui: temos importado procederes como se fossem cultura. Mas estou falando de volumes maiores.

          Nesse negócio de dinheiro antes das leis somos muito mais desenvolvidos, e me lembro da frase do banqueiro: “Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de um país e não ligo a mínima para as leis”. Tem coisa mais plutocrata que isso? Não que esse governo golpista não esteja impondo corrupções à nossa cultura. Mas se olharmos nossa história… com todos os defeitos, a CF de ’88 foi celebrada nacional e internacionalmente.

          Enfim, se olharmos com atenção e usarmos nossa própria régua (e não régua estrangeiras) para nos medirmos, com certeza somos melhores do que nos querem fazer crer, esse é meu ponto.

      • O que define um país “desenvolvido” ? É tudo isto que já foi citado mais a busca e desfrute do máximo de ‘Liberdade’. Mas continuemos acreditando em Caudilhismos, em Esquerdopatias que não levaram à nada, fora sua auto-combustão. “Do Povo, pelo Povo, para o Povo”. A desculpa perfeita para aumento de combustíveis estava posto à mesa. Juntando a privatarista, entreguista e canalha Política de Preços Internacionais. Hoje, em páginas também jornalísticas : “Petrobrás segura preços…” “…Análise : Reajustar preço agora seria precipitação” “…Temor com nova greve segura determinações do Governo”. Ué, cadê aquele papo que Petrobrás é independente. Que é Privada. Que deve satisfações mais aos Acionistas Minoritários que seus verdadeiros e únicos Donos, o Povo Brasileiro. Que não pode sofrer interferências?!! Onde está aquela doutrinação de vitimização, coitadismo, dependência que assolam esta Nação por 9 décadas? Aumentar preços? Reposta dos Caminhoneiros e Povo Brasileiro : “Está lavando lenha seca com gasolina”. Aumenta pra ver no que dá? ‘Conheceis a Verdade. E a Verdade Vos Libertará. Do Povo, pelo Povo, para o Povo’. Pobre país rico. mas de muito fácil explicação.

        1
        2
  2. Não vão “cair”, Nassif. Eles têm apoio da mídia, do “mercado”, de militares e de uma parcela enorme do eleitorado que preferiu se tapar, e, portanto, não vão fazer “autocrítica” alguma, nem daqui a 50 anos. Não ficarei surpreso se trilharem uma longa carreira política e um dia terem seus nomes em ruas e praças Brasil adentro.

    12
    2
    • Tenho essa sensação. Uma sociedade hipócrita nos leva a caminhos os mais indesejáveis possíveis. Nos meus 57 anos jamais vi tamanho jogo sujo. Mas temos que fazer uma autocrítica. Fomos culpados por isso. Empoderamos o corporativismo. E como disse o grande Senador da República Roberto Requião: ” O corporativismo nada mais é do que a manifestação coletiva do individualismo”. Essa gente representa uma classe na pirâmide social. Jamais poderíamos empoderar o corporativismo.

      10
    • Também tenho esse entendimento…Infelimente, nada vai ocorrer com essa gente. Tomara que esteja enganado …mas…

      2
      1
  3. Caracteriza-se uma Máfia, um ajuntamento de servidores públicos com advogados PARA DIVIDIREM O BUTIM! É inacreditável…. A PGR e o CNMP tornam-se cúmplices, omissos e covardes desse e dos outros descalabros por seu corporativismo pusilânime! Porque uma coisa é consequência da outra, parece o roteiro de um filme: Janot leva as provas contra a Petrobras. Depois, a empresa é punida e perde algo em torno de 12 bilhões de reais em um acordo sórdido e único em relação ao montante. Dessa verba, um advogado COM RELAÇÕES ÍNTIMAS COM ALGUNS DESSES PROCURADORES, além de abocanhar a causa lhes pede ajuda para o afastamento de um ministro do STF, que pode contrariar os interesses da corja…..
    Se isso não é uma QUADRILHA CRIMINOSA, do que podemos chamar essa gente?

    14
  4. A lava jato foi um bom negócio pra muitos. Youssef & cia roubaram adoidados e estão soltos e ricos. Os acionistas dos EUA receberam 3 bilhões de dólares da class-action, empresas de auditoria (as mesmas que nada perceberam antes) faturaram milhões para auditar os balanços. Só o Modesto Carvalhosa e os procuradores de dinheiro ficaram a ver navios, tadinhos…

  5. Nassif,
    Graças apenas ao dossiê impressionante que vem sendo entregue, em fatias, por um consagrado jornalista americano, é que foi possível a todos terem conhecimento do que realmente era a tal operação que iria varrer a corrupção do país, aliás, bastaria este fantasioso objetivo para fazer qualquer pessoa relativamente informada passar mal de tanto rir.
    E aí, quem julga, quem manda prender esta quadrilha formada por procuradores de altíssima periculosidade?
    Como já foi divulgado, estes bandidos concursados causaram ao país um rombo de bilhões de dólares, acabaram com as indústrias do petróleo, construção civil e muito mais, e o patropi do todo poderoso Judiciário fará cara de paisagem para o tal do “conjunto da obra”.
    Ao menos os bandidos pararam de classificar as divulgações como fake news, recurso ridículo que, graças à seriedade de GGreenwald, caiu no vazio.
    Até aqui já são trés os ministros do STF citados, apenas “aha uhu Facchin é nosso” tentando dar a volta por cima, ou seja, em condições normais já seriam três, entre onze daquele tribunal, impedidos de se pronunciarem sobre o assunto.
    Se a sociedade tivesse que depender da seriedade da grande mídia tupiniquim para ter conhecimento desta lixarada, teria que aguardar o início do ano 3000.
    E muito mais virá.

  6. Continuo duvidando de que serao aplicadas punições aos envolvidos. Talvez algum seja escolhido para José expiatório. Mas a imensa maioria dos procuradores, delegados e juízes que participaram desta farsa continuarão atuando como se nada tivesse acontecido. Por mais que parte de respeitável ou lixo se sinta indignado com a desonestidade dos lavajateiros este é o padrão de atuação das polícias, ministério público e judiciário no país. Pertencem a uma casta inimputável.

  7. Existem duas ironias absolutamente deliciosas nessa história. A primeira foi o advogado Carvalhosa contratar procuradores para transformar o Impeachment de Gilmar Mendes num substituto da Ação de Cobrança de Honorários. Um instituto de Direito Público se tornou assim de Direito Privado confirmando a tese de que no Brasil toda revolução é uma questão de “quanto”. A segunda faz quem conhece história explodir de rir. Gilmar Mendes fez a minuta do Decreto assinado por FHC que liberou a Petrobras de realizar licitações. Ele se tornou vítima de sua própria falta de zelo institucional, o que não deixa de ser uma expressão poética da Justiça certa por vias tortuosas.

  8. Jamais poderemos quantificar o prejuízo que os lavateiros, sob o comando de Sérgio Moro, deram ao país. Foram prejuízos institucionais, legais, políticos e econômicos. Nunca tão poucos prejudicaram tanto o Brasil, tudo em nome do combate à corrupção.

  9. Ao cabo das revelações da Vaza a Jato,vamos constatar que a quadrilha instalada no seio da Lava a Jato,tem ramificações em Escritórios de Advocacia,envolvimento de Ministros de Cortes Pequenas,Médias e Grandes,Instituições Financeiras de todo ramo,MPE’S,MPF,PF,o escambau de Mussurunga.Sempre estive atento as colocações do Professor Jessé de Souza,quando verberava que essa Operação nada mais era do que um “Quadrilhão” que liquidou com o País.Esse tal de Modesto Carvalhosa,que Nassif conhece muito bem,é um dos maiores picaretas,pilantra,quiçá,um ilusionista do Solo Consolidado Pátrio.Imprime o discurso dos “camisas verdes” ou das Opus Dei,e por baixo dos panos,rouba a banca.Essa tal de Rosangela Moro,é o papel carbono de Jorgina de Freitas,de saudosíssima memória.Luis Roberto Ponte Para o Futuro Barroso,nada mais é do um Modesto,aliás um Modestíssimo Carvalhosa sem bigode.O que tem de ladrões,gatunos,larápios,bandidos,mafiosos,escroques e quejandos metido nesta Operação,o Maracanã,idos de 1950,não cabe.

  10. Como sempre, nada acontecerá para fazer com que o MP volte ao leito do Estado Democrático de Direito sem que o país o faça como um todo. O corporativismo continuará no comando dele. Eles acreditam mesmo é no Estado Policial.

  11. Triste sabervque não há soluçao, somos uma sociedade gananciosa e formada pelo desejo se levar vantagens e somente aqueles que tem na mente essa caracteristica que São valorizados oela maioria da população, aplaudimos, bajulamos e fazemos dectudo para estar ao lado deles para também receber a nossa parte…

  12. Triste sabervque não há soluçao, somos uma sociedade gananciosa e formada pelo desejo se levar vantagens e somente aqueles que tem na mente essa caracteristica que São valorizados oela maioria da população, aplaudimos, bajulamos e fazemos dectudo para estar ao lado deles para também receber a nossa parte…

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome