Apoio de Lula a Freixo pode derrotar Castro no Rio de Janeiro, aponta Genial/Quaest

Sem apoio de Lula, Marcelo Freixo perderia se o segundo turno fosse hoje, com 27% dos votos, contra 38% de Castro

Marcelo Freixo e Lula. Foto: Ricardo Stuckert
Marcelo Freixo e Lula. Foto: Ricardo Stuckert

Pesquisa Genial/Quaest no Rio de Janeiro mostra que o apoio de Lula a um candidato pode ser decisivo para derrotar o atual governo de Cláudio Castro, que tentará a reeleição. Se a eleição fosse hoje, Castro venceria o candidato do campo progressista, Marcelo Freixo, por 38% a 27% no segundo turno.

Mas quando o eleitor é informado de que Lula é o cabo eleitoral de Freixo, a situação é revertida, e o pessebista fica à frente na disputa, dentro da margem de erro: 40% para Freixo e 37% para Castro, no segundo turno. A margem de erro da pesquisa é de 2.8 pontos percentuais.

Em comparação com a pesquisa de março, Castro cresceu acima da margem de erro (de 21 para 25) enquanto Freixo oscilou dentro da margem (de 17 para 18).

Hoje, Castro tem a preferência de 25% dos eleitores do Rio de Janeiro, contra 18% de Marcelo Freixo, na pesquisa estimulada para o primeiro turno. Em terceiro lygar vem Rodrigo Neves (8%).

Chama atenção o número de entrevistados que pretende votar em branco ou nulo ou que sequer pensa em comparecer às urnas: 33%.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Se você acredita que o GGN tem papel relevante, junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Quando o eleitorado fluminense é questionado sobre a disputa presidencial, o cenário hoje é de empate entre Lula e Bolsonaro (35% cada um, no primeiro turno), mas o petista venceria no segundo turno no estado por 47% a 38%.

SENADO

Na corrida para o Senado, Romário se mantém à frente, com 19% das intenções de voto. Marcelo Crivella tem 11%, e Alessandro Molon, 10%. Logo atrás estão Clarissa Garotinho (6%) e Daniel Silveira (4%).

Para os fluminenses, o principal problema do estado, hoje, é a violência (31%), seguido da saúde (20%) e da economia (14%).

A pesquisa Genial/Quaest é feita nos domicílios e tem nível de confiança de 95%.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador