Bolsonaro acertou no voucher de R$ 200,00?

Os trabalhadores que serão beneficiados estão vinculados ao Cadastro Único, que tem cerca de 27 milhões de brasileiros. Metade receberá a bolsa

Jornal GGN – Jair Bolsonaro anunciou nesta quarta (18), ao lado de Paulo Guedes, o pagamento de um “voucher” de R$ 200 para trabalhadores informais e autônomos pelos próximos três meses. O custo para a União será de R$ 15 bilhões. A iniciativa depende de aprovação do Congresso.

Segundo o economista Marcelo Neri, um dos maiores especialistas em desigualdade social do País, o governo, a princípio, acertou no “recorte”. A informação é da Globo News.

Os trabalhadores que serão beneficiados estão vinculados ao Cadastro Único, que tem cerca de 27 milhões de brasileiros. Metade desse contingente já recebe Bolsa Família ou BPC. A outra metade, que estava completamente desassistida pelo Estado, ficará com o voucher enquanto o País atravessa a epidemia de COVID-19.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. Tem que aumentar para pelo menos um SM e estender esse valor a quem recebe o BF, pelo menos enquanto durar a pandemia.

    Se com R$ 200,00 o gasto total é de R$ 15 bi=US$ 3 bi. O artigo não diz se por mes ou pelos 3 meses.

    Com um SM esse gasto iria para R$ 75 bi ou US$ 15 Bilhões.

    Quanto o BC já torrou inutilmente no lixão do mercado para salvar o real, sem sucesso, provavelemente mais que issso.

    Com uma grana dessas por 3 meses pode ser possível ajudar na alavancagem junto com investimentos em infra estrutura, fim das privatizações/PDVs pelo menos durante a pandemia.
    Privilegiar a aquisição de fornecedores nacionais etc.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome