Bruno Covas espera passar eleições para terceirizar perícias médicas

O processo todo foi concluído antes do primeiro turno. A abertura da concorrência, no entanto, só ocorreu três dias após as eleições

da Revista Fórum

por Julinho Bittencourt

Três dias após a vitória de Bruno Covas (PSDB) nas eleições à prefeitura de São Paulo, seu governo abriu licitação para privatizar os serviços de perícias médica e fonoaudiológica dos servidores municipais em São Paulo.

O processo todo foi concluído antes do primeiro turno. A abertura da concorrência, no entanto, só ocorreu três dias após as eleições.

Há o receio entre os trabalhadores de impactos negativos em processos de admissão e demissão, além de afastamentos e pedidos de aposentadoria por invalidez.

Com custo anual de R$ 7,5 milhões, a licitação prevê a contratação de até 41 mil perícias. De acordo com a prefeitura, a empresa escolhida vai realizar somente a perícia, mas que a decisão final é de sua responsabilidade.

A prefeitura diz ainda que o parecer jurídico para a licitação passou por revisões e discussões internas até ser concluído.

Com informações do Painel, da Folha

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora