Cidadão comum também vai atirar para matar na rua sem ser punido, diz Bolsonaro

Presidente pretende permitir que a população comum escape de punição se usar a arma, em casa ou na rua, para matar "em legítima defesa" ou se a outra parte estiver desobedecendo a lei

Jornal GGN – Em entrevista a uma rádio, na manhã desta sexta (10), Jair Bolsonaro deixou claro que, além de estender a posse de arma para milhares de pessoas, ele também pretende conceder o excludente de ilicitude para civis. Dessa forma, se alguém atirar para matar, nas ruas ou em casa, poderá ser processado, mas não será punido pela morte de ninguém.

Segundo Bolsonaro, o cidadão comum tem de voltar a ter “direito à autoridade”, atirando para matar não apenas em legítima defesa, mas se ele entender que o outro lado está “comprovadamente à margem da lei”. O presidente afirma que é assim que funciona em estados americanos, de onde ele tira inspiração para sua política de armamento da sociedade.

“O que eu quero dar é o excludente de ilicitude, não só para policial, mas para você também. Ou seja, se alguém invadir a sua casa você tem direito de atirar nele. Assim o policial também na defesa de vida própria ou de terceiro, ele tem direito a reagir e se o outro lado vier a perder a vida, paciência”, disse.

O que Bolsonaro quer é que “o cidadão dentro de casa, ou até em vias públicas, desde que o outro lado, o agressor, estiver comprovadamente à margem da lei, possa usar a sua arma. E se o outro vier a morrer, paciência. Isso acontece nos Estados americanos”, defendeu.

Nesta semana, Bolsonaro estendeu o direito a ter posse de arma para dezenas de categorias. Ao todo, a medida alcança 19 milhões de pessoas. Não suficiente, o presidente ainda criou obstáculos para que a Polícia Federal negue pedidos de posse de arma. Ele também derrubou a necessidade de aval judicial para que crianças e adolescentes possam fazer aulas de tiro. Basta, agora, a autorização de um dos responsáveis.

14 comentários

  1. O projeto de Bolsonaro é simples.
    Os direitos à vida e à dignidade humana são revogados.
    O direito de matar se torna uma realidade.
    Os grupos que conseguirem organizar e armar melhor as suas milícias será capaz de controlar a sociedade a tiros.
    Aos perdedores as raízes das batatas.
    Aos vencedores o triunfo mediante um genocídio.
    O que o Judiciário está esperando para declarar esse presidente mentalmente inapto para exercer o cargo para o qual foi eleito?

  2. Taí o colapso da sociedade que ele tanto quer…
    o caminho mais fácil e lucrativo para o desenvolvimento das milícias estilo americano dos anos 90

    não demora estaremos obrigados a respeitar fronteiras impostas por milicianos dentro do próprio território brasileiro, nas nossas cidades e nos nossos bairros

  3. Segue cada vez mais plausível a hipótese levantada pelo Nassif. Essa flexibilização não atende apenas aos interesses dos proprietários rurais e urbanos contra ocupações dos movimentos sociais, ou um afago à base eleitoral sedenta por armas. Representa a tentativa do governo de criar um “exército” paralelo no caso de convulsão social e tentativa de impeachment. Qualquer manifestação mais contundente pode ser enquadrada como “violação da lei” pelo governo e as pessoas comuns podem se sentir inflamadas a defender a “ordem”.

  4. Oras, o judiciário (em minúscula mesmo) está esperando a sinalização positiva da sua assessoria tutelar militar e da opinião publicada da GLOBO.

  5. A volta da LIBERDADE finalmente, depois de 9 décadas !!!! Será que é coincidência também, a volta de um Presidente Paulista depois de tanto tempo? Afinal somos a Pátria das Coincidências !!! até 1930 tínhamos esta Liberdade e Nos defendemos de Bandido Caudilho Golpista Ditador Esquerdopata Fascista. Primeiramente com a Constituição, depois com armas, depois do assassino matar Estudantes e Advogados que estavam defendendo oi cumprimento das Leis. Entendemos por que as Elites que ascenderam ao Caudilho Assassino, agora ficaram tão constrangidas. OAB, USP, UNE, Sindicalismo Pelego Todas produções fascistas !!!! Quanta coincidência !!!! Até 1930, a Nação Democrática, Liberal, Miscigenada que mais crescia no planeta, Terra de Presidente Negro Nilo Peçanha e Elite ( esta sim ELITE) Intelectual de Luiz Gama, Castro Alves, Lima Barreto, Machado de Assis, Cruz e Souza,…recebia Navios abarrotados de miseráveis, famintos, desesperados vindos da Alemanha, França, Russia, Ucrânia, Suíça, Japão, Itália, ou seja fugidos do Atraso, do Nazismo, do Totalitarismo, do Fascismo em busca de Progresso e Democracia. Depois de 1940 temos isto que conhecemos. Pátria da CENSURA, da Bandidolatria, do Analfabetismo, da Miséria, da Pobreza, da Indústria da Seca, do Estado Absolutista, da Esquerdopatia, do Voto Obrigatório,… Tirem suas conclusões. País de muito fácil explicação.

  6. Permitam-me:

    1- “Em entrevista a uma rádio”. Qual rádio ?

    2- “Segundo Bolsonaro, o cidadão comum tem de voltar a ter “direito à autoridade”, “. Fechou o Congresso, o STF, ou STJ ?

  7. Um psicopata, um idiota assassino. Valente no tuite, mas visto como um medroso cagão pelo prefeito de NY.
    As asneiras deste louco e seus próximos são apenas o requiem para este país, que a cada dia vai se chafurdando mais nesta lama putrida gerada por este bando.

  8. Em tempo: não foram disparados apenas 83 tiros para matar o músico Evaldo e o e o catador Luciano.
    Segundo ministra do STM foram 241 (Duzentos e quarenta e um) tiros, desses 83 atingiram o veículo.
    Outra informação: Até o momento 5 ministros votaram o habeas corpus solicitado e quatro votaram pela soltura dos assassinos. Outros nove ministros ainda irão votar.

  9. Não é possível que ninguém esteja entendendo que o que esse governo quer é criar uma sociedade sectária. Nossos hutus e tutsis. Grupos se organizarão pra derrubar outros grupos, sob o guarda-chuva da lei.
    Os grupos de oposição armada na Síria é um bom exemplo.
    Daí vem os Estados Unidos pra dar apoio aos grupos que já estejam armados e organizados, para eliminar toda e qualquer oposição.
    Diferente de outros povos subjulgados que tem muito mais colhões que os brasileiros e que conseguiram reagir, estamos sendo cozidos em fogo lento e não estaremos preparados pro embate em pé de igualdade, diferentemente do eles acham que fomos treinados em guerrilha pelo médicos cubanos.
    Estamos fodidos!!!

  10. Gostei dessa proposta. O cisadão vai poder abater quem estiver descumprindo a lei, qualquer lei inclusive a constituição. Como, com este decreto, o presidente está descumprindo a constituição, ele também pode ser abatido sem consequência Apoiado

  11. A sra. bolsonara que se cuide.
    O cabra, marido dela, que dorme de arma em punho, dia destes vai pregar-lhe uma azeitona nos cornos e alegar legítima defesa.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome