Covid: Salta de 9% para 22% a taxa de brasileiros que não pretendem se imunizar

Segundo o Datafolha, caiu de 89%, em agosto, para 73%, em dezembro, o contingente que respondeu que pretende tomar a vacina

Voluntária no ensaio clínico da Pfizer. Foto: Associated Press

Jornal GGN – Subiu de 9%, em agosto, para 22%, em dezembro, o número de brasileiros que afirmam ao Datafolha que não pretendem se imunizar contra o novo coronavírus. A pesquisa foi divulgada neste sábado (12).

A vacinação em massa no caso da Covid-19 é necessária para se chegar próximo da chamada imunidade de rebanho. Mesmo que uma pessoa não queria se vacinar, ela se beneficia quando as pessoas ao seu redor são imunizadas. Além disso, elas protegem aqueles que, por questões de saúde, não podem tomar nenhum tipo de vacina.

Segundo o Datafolha, caiu de 89% em agosto para 73% em dezembro o contingente de brasileiros que respondeu que pretende se imunizar.

Nesta semana, o Ministério da Saúde anunciou intenção de comprar a vacina da Pfizer para começar o plano nacional de imunização ainda em dezembro.

O governador de São Paulo, João Doria, afirma que teria condições de começar a vacinação com a vacina da Sinovac em janeiro, caso a Anvisa aprove os testes finais.

O governo federal, no entanto, pretende centralizar a distribuição das vacinas.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora