Defesa da democracia: sindicatos com 60 milhões de trabalhadores se reúnem hoje com a Fiesp

Participam do encontro a CUT, Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores

Prédio da FIESP, na Avenida Paulista
Prédio da FIESP, na Avenida Paulista. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Nesta terça-feira (2), representantes das centrais sindicais se reúnem com o presidente Josué Gomes, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), para confirmar apoio ao manifesto Em defesa da Democracia e da Justiça.

Participam do encontro a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT). Elas contam com aproximadamente 60 milhões de trabalhadores no Brasil, segundo a UGT.

É um momento histórico e importante para o fortalecimento da democracia em nosso país

enfatizou Ricardo Patah, presidente da UGT

Cartas pela democracia

No próximo dia 11, dois manifestos pela democracia serão lidos na Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco.

Um deles foi organizado pela Faculdade de Direito da USP e recebeu mais de 500 mil assinaturas de juristas, banqueiros, intelectuais, artistas e cidadãos. O segundo manifesto será o documento redigido pela Fiesp.

LEIA: Fecomercio adere à carta da Fiesp pela democracia e defende processo eleitoral

O evento ocorrerá na mesma data e local em que a Carta aos Brasileiros foi lida, 1977.

De acordo com a faculdade, ela denunciava “a ilegitimidade do então governo militar e o estado de exceção em que vivíamos”.

O manifesto da USP não menciona diretamente Bolsonaro, mas ele vem na esteira de ataques às instituições do País e às urnas eletrônicas. Segundo organizadores, a ideia era que o texto fosse o menos partidário possível. Leia aqui.

Por sua vez, o presidente ironizou a iniciativa da Universidade.

Sobre o manifesto da Fiesp, o mandatário criticou o presidente da Fiesp. Josué é filho de José de Alencar, ex-chefe do Executivo.

Eu sei o carinho que ele (Josué) tem pelo seu pai (Alencar). Essa é uma nota política em ano eleitoral. Eles (Fiesp) acham melhor democracia com ladrão

declarou Bolsonaro

Novo documentário do Jornal GGN denuncia ameaça de golpe eleitoral de Bolsonaro e os esquemas da ultradireita mundial. Apoie o lançamento: WWW.CATARSE.ME/XADREZ-ULTRADIREITA

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador