Deputados pedem que PGR desarquive ação contra amigo de Sergio Moro

O pedido de desarquivamento ocorre após a notícia de que a PGR sob Augusto Aras decidiu negociar um acordo de delação premiada com Tacla Duran

Jornal GGN – É destaque na coluna de Bela Megale nesta quarta (22) que os deputados federais do PT Paulo Pimenta (RS) e Ênio Verri (PR) solicitaram à Procuradoria-Geral da República o desarquivamento da representações apresentada em 2018 contra o advogado Carlos Zucolotto, amigo do ex-juiz Sergio Moro.

“Eles solicitam que os procuradores apurem a relação de Zucolloto com integrantes da força-tarefa de Curitiba e pessoas próximas à Lava-Jato, a ilegalidade de acordos firmados no âmbito da operação, além de possível fraude nas planilhas apresentadas pela Odebrecht. Todos esses pontos foram citados por [Rodrigo] Tacla Duran”, ex-advogado da empreiteira, e desafeto da Lava Jato em Curitiba.

A presentação foi arquivada em 2018, sob Raquel Dodge. O pedido de desarquivamento ocorre após a notícia de que a PGR sob Augusto Aras decidiu negociar um acordo de delação premiada com Tacla Duran.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Brasil entra para o mapa mundial dos estudos genômicos: Lygia da Veiga Pereira na TV GGN

1 comentário

  1. E que no fio da meada venha embaralhado todos os cúmplices envolvidos direta e indiretamente nas tramas envolvendo Sérgio Moro, os procuradores da Lava Jato e toda sorte de juízes, advogados, policiais, delegados, jornalistas, políticos, empresários e o escambau.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome