Dinheiro depositado por Queiróz serviu para mulher de Flávio Bolsonaro pagar apartamento

Apontado como operador financeiro do esquema da ‘rachadinha’ no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, Queiroz também é amigo de Jair Bolsonaro.

Jornal GGN – Fabrício Queiroz, um policial militar aposentado e assessor de Flávio Bolsonaro, depositou R$ 25 mil na conta de Fernanda Bolsonaro, esposa de Flávio, uma semana antes da data em que o casal deveria quitar uma parcela de cobertura adquirida em construção na zona sul do Rio.

Os dados obtidos pelo Ministério Público do Rio mostram que este depósito, bem como outras movimentações financeiras na conta de Fernanda Bolsonaro, foi feito para cobrir o pagamento da entrada no imóvel.

O MP apurou que há também crédito de R$ 12 mil por uma outra pessoa, cuja identidade é mantida em sigilo.

Apontado como operador financeiro do esquema da ‘rachadinha’ no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, Queiroz também é amigo de Jair Bolsonaro. Flávio esteve na Assembleia Legislativa do Rio entre fevereiro de 2003 a janeiro de 2019. O assessor e amigo é suspeito de recolher parte do salário de alguns assessores e repassá-los ao filho do presidente.

Fabrício Queiroz foi preso em Atibaia, em junho, no interior de São Paulo, em casa de advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef. Está atualmente em prisão domiciliar concedida por João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora