Equipe do Estadão apanha de bolsonaristas no Dia da Liberdade de Imprensa

Segundo os relatos, os bolsonaristas desferiram socos, chutes e agrediram verbalmente o fotógrafo Dida Sampaio e o motorista do jornal

Jornal GGN – Membros da equipe de reportagem do jornal Estado de S. Paulo foram agredidos neste domingo (3), enquanto trabalhavam fazendo a cobertura dos atos pró-governo Bolsonaro em frente ao Palácio do Alvorada.

Segundo os relatos, os bolsonaristas desferiram socos, chutes e agrediram verbalmente o fotógrafo Dida Sampaio e o motorista do jornal.

O fato marca o Dia da Liberdade de Imprensa no Brasil. “Isso é inadmissível. Estamos em marcha batida para solapar a democracia”, escreveu a jornalista Vera Magalhães.

O jornalista e blogueiro Rodrigo Vianna escreveu no Twitter: “Toda solidariedade aos colegas do @Estadao, agredidos pela malta fascista que os donos do jornal ajudaram a alimentar. Família Mesquita fomentou o golpe contra Dilma, a Lava Jato e a antipolítica. Clima de ‘esfola e mata’ petista agora vira ‘esfola e mata’ quem se opuser ao mito!”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora