Fabrício Queiroz e MP-RJ negociam delação premiada

Além de pedir prisão domiciliar, ex-assessor de Flávio Bolsonaro quer garantias de proteção para a esposa e as duas filhas

Foto: reprodução

Jornal GGN – A defesa de Fabrício Queiroz, ex-assessor do atual senador Flávio Bolsonaro, e o Ministério Público do Rio de Janeiro estão negociando um acordo de delação premiada.

Segundo informações da CNN, a preocupação de Queiroz é a família: além de pedir para cumprir prisão domiciliar, ele quer garantias de proteção para sua esposa, Márcia Aguiar de Oliveira (atualmente foragida) e as filhas, Nathalia Mello e Evelyn Mello, todas investigadas no “esquema da rachadinha”.

O processo de negociação está arrastado, uma vez que os promotores querem garantias de que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro terá informações novas para apresentar, e não apenas remontar aquilo que a investigação já conseguiu apurar.

Os promotores acreditam que a eventual prisão da mulher e o envolvimento das filhas no processo são importantes para pressionar a colaboração de Queiroz.

 

 

Leia Também
Tão criticado pela família Bolsonaro, foro privilegiado agora beneficiará Flávio
Especialistas criticam foro privilegiado a Flávio Bolsonaro
Wassef agora diz que escondeu Queiroz para evitar seu assassinato
Maioria dos brasileiros diz que Bolsonaro sabia do esconderijo de Queiroz, mostra Datafolha

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Infelizmente nem sempre o ser humano pensa no bem da família antes de fazer merda.
    Muitas vezes só fazemos isso depois que a vaca já foi para o brejo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome