Fundador da Qualicorp depõe na PF; defesa chama prisão de injustificável

O que consta nas delações "é um mero pedido de doação do empresário. A decisão de fazer a doação e a forma como ela foi feita foram decisões dos colaboradores"

Foto: Julia Moraes / Divulgação Fiesp

Jornal GGN – O empresário José Seripieri Filho, o Junior, fundador da Qualicorp, depõe nesta quarta (22) na sede da Polícia Federal de São Paulo, segundo informação da jornalista Mônica Bergamo. Ele foi preso no dia anterior pela PF, numa operação que é desdobramento da Lava Jato contra José Serra, na área eleitoral.

Junior teria sido citado por delatores por ter feito doações a José Serra na campanha de 2014, que foram executadas via caixa 2. Seu advogado, o criminalista Celso Vilardi, disse que a prisão é injustificável.

Segundo o advogado, o que consta nas delações “é um mero pedido de doação do empresário. A decisão de fazer a doação e a forma como ela foi feita foram decisões dos colaboradores. Para ele, não há o que justifique medida tão grave” como a prisão.

Leia também:

Serra merece condenação, mas a operação foi abusiva, por Luis Nassif

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Irlanda é primeiro na UE a reimpor lockdown, mas com escolas abertas

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome