Giro Econômico GGN: veja o fechamento da semana

Mercado asiático e europeu fecham semana em alta, enquanto operações norte-americanas terminam mais cedo por conta do feriado

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Os mercados financeiros fecharam a semana de maneira mais otimista na Europa e na Ásia, enquanto as operações norte-americanas fecharam mais cedo por conta do feriado de Ação de Graças.

Segundo o Market Watch, as ações nos mercados dos Estados Unidos fecharam o dia em alta e apresentaram um volume reduzido de negócios após o feriado de Ação de Graças: o Dow Jones Industrial Average terminou o dia em alta de 0,13%, enquanto o S&P 500 subiu 0,24% e o Nasdaq Composite avançou 0,92%.

Em linhas gerais, os investidores observaram dados positivos nas vendas do varejo on-line diante do início da temporada de compras natalinas, além das notícias em torno da transição presidencial e as informações relacionadas às vacinas para COVID -19.

No mercado de commodities, os futuros do petróleo bruto registraram patamares mistos antes de uma importante reunião da OPEP: o contrato de petróleo Brent para janeiro de 2021 terminou o dia em alta de 0,19%, negociado a US$ 48,27 o barril.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, sinalizaram um atraso no aumento planejado para a produção de petróleo no próximo ano, mas a reunião virtual programada para durar dois dias, a partir de 30 de novembro, foi impulsionada pelo aumento das tensões diante de uma extensão das atuais restrições ao funcionamento.

Já os contratos futuros do ouro e da prata perderam força na sexta-feira, por conta das notícias mais otimistas sobre a vacina contra a covid-19, que levaram os investidores a fugirem da segurança de tais commodities. Na sexta-feira, fevereiro, o contrato de ouro GCG21, para fevereiro de 2021, caiu 1,13%, para US$ 1.790,70 a onça, enquanto o contrato para dezembro de 2020 (GCZ20) perdeu 1,20%, para US$ 1.783,90 a onça. Nas negociações com prata, o contrato para dezembro de 2020 caiu 2,92%, para US$ 22.680, enquanto o contrato para março de 2021 perdeu 2,86%, para US$ 22.775.

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

Na Europa, o índice pan-europeu STOXX 600 terminou as operações de sexta-feira em alta de 0,41%, puxado pelas ações de empresas de tecnologia e pelos bancos. Segundo a agência de notícias Reuters, os investidores acompanhavam as notícias além do impacto causado pelo novo coronavírus no curto prazo, e esperavam por uma recuperação econômica mais rápida para o próximo ano.

No mercado da Ásia, a divulgação de dados acima das expectativas para o desempenho das indústrias na China ajudou as bolsas locais a fecharem em alta. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o lucro das grandes empresas industriais da China saltou 28,2% em outubro ante igual mês do ano passado, ganhando força em relação ao acréscimo de 10,1% observado em setembro, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês) – o que traz a visão de que a economia chinesa foi a primeira a entrar e é a primeira a sair da crise da covid-19.

O resultado alimentou os ganhos do continente asiático. Os índices chineses Xangai Composto e Shenzhen Composto subiram 1,14% e 0,34% cada, enquanto o Hang Seng, de Hong Kong, avançou 0,28%. O japonês Nikkei subiu 0,40% e o sul-coreano Kospi avançou 0,29%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome