Governo Bolsonaro cassa aposentadoria de Gabrielli, ex-presidente da Petrobras

Jornal GGN – A Controladoria-Geral da União (CGU) usou a Lava Jato para cassar a aposentadoria do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

Gabrielli presidiu a estatal entre 2005 e 2012, durante as gestões Lula e Dilma, e é investigado pelo Tribunal de Contas da União em processo que apura superfaturamento de obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Na Lava Jato, Gabrielli não foi condenado criminalmente. Mas a decisão da CGU, publicada no Diário Oficial da União de terça (24), indica que o ex-dirigente da estatal “cometeu infrações disciplinares à frente do cargo.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Hans River mentiu à Procuradoria antes de mentir no Congresso

2 comentários

  1. Curiosamente a CGU nem o TCU nem o MPF estão preocupados com o atual presidente da Petrobrás que afirma textualmente que quer privatizar a companhia porque é pessoalmente contrário a monopólios. Este atual presidente encontra-se no momento estraçalhando em pedaços a companhia, e recentemente patrocinou a venda de ações e sequer precificou a perda de controle acionário. O MPF não se interessou quais grupos estão lucrando com a venda de ações, nem quem dentro do governo está associado a estes grupos. Vários destes grupos como BTG e outros já tiveram como sócio o nosso glorioso ministro da Economia Guedes e ou familiares.
    Assim como não olham as medidas no Ministério da Educação em prol do Ensino Superior Privado, e não fazem nenhuma associação com a atual Presidente da Associação Nacional das Universidades Particulares , Alice Guedes. Assim como não se perguntam pelo lançamento da empresa da familia Guedes a Affya, na bolsa nasdaq no mesmo dia do lançamento do Future-se
    CGU TCU e MPF tem um foco muito peculiar.

    6
    1
  2. O país está jogado às cobras.
    Como o país sairá dessa cilada que se meteu, ninguém
    sabe. A esquerda ainda não encontrou uma saída, não
    encontrou forças para enfrentar o golpe.
    E o país está sendo saqueado e os inimigos perseguidos.
    Está difícil sair das cordas. É preciso listar os inimigos
    e montar um plano para atacá-los.
    Mas vocês ainda tem esperança no funcionamento dos órgãos.
    E eles estão contra vocês. Totalmente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome