Itamaraty trata Huawei e 5G como ‘tema sensível’ e decreta sigilo em mensagens

O Itamaraty usa o sigilo em momento delicado nas relações dos Estados Unidos com a China justamente por conta da tecnologia 5G.

Brasília 60 Anos - Palácio Itamaraty - Agência Brasil

Jornal GGN – Usando como desculpa que o tema é ‘sensível’, o Ministério das Relações Exteriores decretou sigilo sobre as correspondências que dizem respeito à Huawei e 5G. Diz ainda que a divulgação ‘poderia prejudicar laços com parceiros e debate interno’. A informação é de O Globo.

Do material carimbado como sigiloso, constam telegramas ostensivos (aqueles que são de acesso irrestrito) que circulam entre postos diplomáticos do país, e que mencionem ou usem o termo 5G ou Huawei.

Os laços são bem conhecidos. O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, fez ameaças veladas sobre o tema 5G e Huawei, dizendo que se o governo brasileiro não banisse a empresa chinesa, o Brasil sofreria ‘consequências’.

O Itamaraty usa o sigilo em momento delicado nas relações dos Estados Unidos com a China justamente por conta da tecnologia 5G. Se os EUA querem abocanhar o mercado, só fazendo pressão para que isso aconteça, já que os chineses têm a tecnologia mais barata de 5G oferecida pela Huawei.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora