Ivan Valente pedirá explicações a Guedes sobre suspeitas de manipulação do mercado

Em artigo no GGN, Luis Nassif alertou para os indícios de que as declarações de Guedes em Washington serviram para gerar um movimento especulativo

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O deputado federal Ivan Valente (PSOL) protocolará na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara, na próxima segunda-feira (2/12), um requerimento de convocação ao ministro da Economia Paulo Guedes, para explicar a polêmica envolvendo a alta do dólar e as suspeitas de manipulação do mercado.

“Vimos a matéria do [Luis] Nassif. Achei bem interessante, porque as declarações dele [Guedes] em Washington tinham gerado muita polêmica sobre a especulação do dólar. É muito grave, quer dizer, primeiro a mudança repentina da Secretaria de Comércio Exterior, que teria cometido um erro sobre o déficit. E também a forma como Guedes colocou as questões sobre o dólar, leva ao modelo especulativo”, disse Valente ao GGN, neste sábado (30).

Em artigo divulgado na última quinta (28), o editor-chefe do GGN, Luis Nassif, alertou para os novos indícios de que as declarações de Guedes em Washington serviram para gerar um movimento especulativo.

Na segunda quinzena de novembro, com o dólar puxado por movimentos na América Latina, o leilão do pré-sal e outros eventos, a Secretaria de Comércio Exterior cometeu um erro estrondoso na divulgação dos números do déficit comercial, que aumentou ainda mais a pressão sobre a moeda, fazendo o dólar bater a casa dos R$ 4,21.

Naquele momento, em vez de apaziguar o mercado, Guedes começou a declarar na imprensa que esse novo patamar do dólar era recebido com naturalidade pelo governo.

Depois do pico e das declarações, o Banco Central começou o processo de reversão, vendendo US$ 1 bilhão. Ao mesmo tempo, a Secretaria de Comércio Exterior admitiu que o erro de 40% nos resultados divulgados em novembro. O dólar então acalmou e houve a realização de lucros dos que compraram no período pré-declarações de Guedes. “É mais um elemento para a Procuradoria de Contas investigar esse episódio inédito, de uso de fake news com insider information”, escreveu Nassif.

O deputado do PSOL já havia apresentado, na semana passada, um pedido de convocação a Paulo Guedes e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para explicar a resolução do Conselho Monetário Nacional que permite a cobrança de tarifa sobre a disponibilização de cheque especial. O requerimento a respeito das suspeitas de manipulação do mercado será apresentado à parte.

Leia também:  Projeto de Bolsonaro desmantela conquistas das pessoas com deficiência, diz associação

A Comissão de Defesa do Consumidor deve discutir os pedidos na terça-feira, 3 de dezembro. Se aprovados, Guedes será obrigado a comparecer. Como o governo tem maioria na comissão, é possível que a convocação seja transformada em “convite”, para atenuar a pressão sobre o ministro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Renderá como sempre :
    Perguntas tortuosas de quinze minutos para aparecer na redes sociais.
    Respostas malcriadas de quinze segundos para aparecer nas redes sociais.
    Tudo ao vivo pela GloboNews.
    Resultado prático nenhum.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome