Juiz condena dois por racismo contra Maju Coutinho

Érico Monteiro dos Santos e Rogério Wagner Castor Sales vão cumprir pena em regime semiaberto; ambos também foram acusados de corrupção de menores

A jornalista Maju Coutinho. Foto: Divulgação/TV Globo

Jornal GGN – O juiz Eduardo Pereira Santos Júnior, da 5.ª Vara Criminal de São Paulo, condenou Érico Monteiro dos Santos e Rogério Wagner Castor Sales pelos crimes de racismo e injúria racial contra jornalista da Rede Globo Maju Coutinho.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, ambos também foram condenados por corrupção de menores, por terem levado três adolescentes a cometer o mesmo crime. A decisão foi divulgada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A ocorrência foi registrada em 2014, quando os acusados usaram as redes sociais para ofender a jornalista por trás de perfis falsos.

Rogério vai cumprir uma pena de cinco anos de prisão, e Érico, de seis anos, os dois em regime semiaberto. Eles vão recorrer da sentença em liberdade, porque estão ausentes os pressupostos da prisão preventiva. Outros dois indiciados foram absolvidos por falta de provas.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: laboratório francês oferece antimalárico para tratamento

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome