Ministro nega HC a sargento da FAB preso com cocaína na Espanha

Comissário de bordo integrava equipe de militares de apoio à comitiva que acompanhou Jair Bolsonaro na reunião do G-20, no Japão

Do Conjur

O ministro José Barroso Filho, do Superior Tribunal Militar, negou pedido de liberdade ao sargento da Força Aérea Brasileira preso na Espanha acusado de transportar cocaína na comitiva presidencial.

O Habeas Corpus foi impetrado pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs, que alegou que não ter tido acesso ao número do inquérito e aos autos do processo.

No entanto, o ministro afirmou que não há requerimentos de acesso aos autos na 2ª Auditoria de Brasília. A decisão, de sexta-feira (12/7), considera que não houve o constrangimento ilegal alegado pela defesa.

O sargento Manoel Silva Rodrigues foi preso em 25 de junho, ao desembarcar em Sevilla. Ele é comissário de bordo e integrava uma equipe de militares de apoio à comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro na reunião do G-20, no Japão.

Leia a decisão aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fora de Pauta

3 comentários

  1. Cocaína às Toneladas. Ninguém é preso fora um ‘Sargentinho’? Quem é Dono de milhares de quilos de drogas e milhões de dólares em seu financiamento e produção? Vejamos….Helicóptero de Senador, depois Helicóptero de Deputador Federal, depois a Casa de Prefeito, Desembargadora livra de penas seus Filhos envolvidos em Tráfico, depois Avião da Presidência, a mesma Presidência cujo Vizinho tem Arsenal de mais de 150 Fuzis. Policias Estadual e Polícia Federal tem certeza que todo este Volume de Dinheiro e Drogas estão sempre dentro de Favelas. Que merecem ser torpedeadas e fuziladas, assim como seus Moradores. Cidadãos Brasileiros. Alguns dizem não entender como chegamos à esta aberração em 9 décadas !!! Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação. Diz aí Witzel !!! O negócio é meter bala em favela !!!!!!!Diz aí Dória !!! Temos que combater o intergalático e extraterrestre ET de Varginha, quero dizer pcc !!!!!! Seria trágico se já não fosse.

  2. O drogador está preso na Espanha, qual a razão para um ministro, no Brasil, acolher ou negar o que quer que seja? Tanto o advogado quanto esse ministro deviam ser cassados de imediato.

  3. Acredito que mesmo que fosse concedido um hc pela “justissa” aqui no Brasil, a Justiça da Espanha c* e andaria.
    Eles sabem que descobrir o dono do pó, o verdadeiro dono, poderá ser muito útil para salvar o Brasil deste caos perigoso, promovido por fascistas e com muito potencial para produzir uma guerra civil ou, no mínimo, aumentar substancialmente o numero de mortos no campo e nas populações pobres e negras que vivem nas favelas e periferias (https://www.jb.com.br/economia/2019/07/1009618-moradores-de-ruas-se-multiplicam-em-pracas–predios-historicos-e-vias-nas-capitais.html)
    Para interromper esta escalada, que a Justiça espanhola conceda ao sargento o beneficio da delação premiada. Depois, claro, de garantir junto a “justissa” brasileira a segurança da família do sargento.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome