Neymar se ancora “no fascínio pelo sexo e na desqualificação das mulheres”, diz Débora Diniz

Neymar, escreveu Diniz, "fez uso de uma tática moral que ressoa no imaginário de gênero – os homens seriam seres vulneráveis à artimanha erótica de mulheres sedutoras"

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Se Neymar de fato estuprou uma mulher em um hotel em Paris, conforme denúncia feita às autoridades brasileiras, só a Justiça irá dizer. Até lá, a sociedade fica com a prova da “crueldade” com que o jogar expôs a suposta vítima ao tribunal das “redes sociais”, usando uma audiência superior a qualquer veículos de imprensa para fazer valer sua narrativa defensiva.

Em artigo para Marie Claire, a antropóloga Débora Diniz avaliou que Neymar expôs a intimidade vivida com a mulher lançando no intuito de “atiçar o voyeurismo sexual”.

Com 120 milhões de seguidores no Instagram (está na lista das 10 maiores contas do mundo), o jogador tentou passar de algoz à vítima, colocando-se como um menino que caiu na “artimanha” de uma mulher sedutora.

Neymar, escreveu Diniz, “fez uso de uma tática moral que ressoa no imaginário de gênero – os homens seriam seres vulneráveis à artimanha erótica de mulheres sedutoras.”

“Sua narrativa se ancora em elementos do fascínio pelo sexo e na fácil desqualificação das mulheres vítimas de violência sexual”, acrescentou.

“Os juízes do tribunal virtual ignoram que a intimidade exposta para milhões de pessoas nada prova sobre a alegação do crime de estupro. O que circula é a versão de um homem poderoso com mais audiência que qualquer veículo de comunicação no planeta”, frisou.

14 comentários

  1. “juízes do tribunal virtual ignoram que a intimidade exposta para milhões de pessoas nada prova sobre a alegação do crime de estupro”
    1– qual “intimidade” exposta???
    2– qual prova de “alegacao”???
    3– aonde estao as FOTOS DOS HEMATOMAS de 6 dias de idade???

    2
    3
  2. Novamente, peço ajuda aos advogados do blog: qual a justificativa do nome do Neymar estar em todos os jornais mas não de quem acusa. Isto é uma pegunta técnica, devo frisar.

    3
    1
  3. Discordo, completamente.
    “o jogador tentou passar de algoz à vítima, colocando-se como um menino que caiu na “artimanha” de uma mulher sedutora.”
    Tentou passar de algoz à vítima?
    TENTOU? Ups, já julgou e condenou?
    E se ele foi vítima?
    A antropóloga já julgou, é?
    Ahhh, é homem e homem nunca é vitima, não é?
    Estude mais, Drª.
    Leia casos de agressões sofridas por homens e silenciadas, por vergonha.
    Quanto ao caso do Neymar e da moça, há a acusação pública dela (que já custou milhões de dólares ao homem) e a tréplica, também pública, dele.
    A mídia condena, Drª.
    Muito antes da Justiça.
    Ela disse, ele disse.
    Até agora é do que dispomos, o resto é “patriotada”.
    Guarde-a para o Bolsonaro.
    Se é que não votou nele, hein?

    8
    6
    • Mandei minha resposta, mas não vi aqui, então não divulgaram, a autora do julgamento pró-feminismo é a militante Débora Diniz, aquelazinha que é a favor do aborto. Vale tudo em nome do feminismo ?

      4
      10
  4. -“Eu não sei se o Neymar estuprou de fato ou não, mas eu vou demonizar tudo o quele fizer que possa ser associado ao machismo.”
    Sinceramente, esse é o tipo de comportamento da esquerda que dá votos ao Bolsonaro. Ser contra o estupro não quer dizer que você tenha que se posicionar automaticamente contra qualquer pessoa que tenha sido acusada de estupro. E a presunção de inocência? Se ele estiver sendo acusado injustamente, até ele ser inocentado, a carreira vai sofrer um dano irreparável. Se for provado que ele é inocente, ele vai ser vitimizado e a esquerda vai ter pagado um baita mico por ter demonizado ele, além de desviar o foco da opinião pública das maluquices do circo do coiso.

    4
    6
    • Concordo com você quando diz que este comportamento da esquerda é o que dá votos ao bozo. Sou mulher e longe de mim inocentar o Neymar, nem simpatizo com ele. Ele agiu certo em expor as conversas sem expor a IDENTIDADE da acusadora – expôs parte do acontecido mas não expôs a pessoa. Ele tem muito a perder e, até que a justiça julgue, todo o povo e os patrocinadores já julgaram. Ele fez o que o Moro e Lavajateiroa fazem, joga para a galera o que favorece, o que quer mostrar.
      A esquerda me irrita profundamente com este discurso generalista de que todo pobre/negro/gay/mulher é coitado e que toda pessoa bem sucedida tem que ser FDP. Os defeitos de Neymar não comprovam que ele é um estuprador assim como a índole da desconhecida nos é também desconhecida. Agora, induzir que toda mulher por ser mais fraca fisicamente e, neste caso, financeiramente é necessariamente a vítima beira o ridículo.

      2
      5
      • “irrita profundamente com este discurso generalista de que todo pobre/negro/gay/mulher é coitado e que toda pessoa bem sucedida tem que ser FDP.”
        Comentário melhor que o artigo.

        És “pobre/negro/gay/mulher” ? coitado. Só a divindade muda isso.
        És “pessoa bem sucedida” ? Não tens mérito nenhum. A divindade que assim o fez.

        Arremate: Não tá na hora de ter um evangélico no Olimpo ?

        1
        7
  5. Até onde eu sei, a coisa foi mais ou menos assim: a sujeita se oferece ao sujeito, porque o sujeito é uma celebridade. O sujeito paga uma passagem de avião e hospedagem num hotel cinco estrelas: traz a sujeita para satisfazer sua tara. Vai ao hotel, fodem e o sujeito manda a sujeita de volta.
    Se houve estupro ou não, talvez a Justiça consiga provar.
    Mas, uma pergunta ANTERIOR ao suposto crime: quanto custa a dignidade do sujeito e da sujeita ? Uns 5 centavos pra cada um tá bem pago ?

    3
    2
  6. Já fui fã de Neymar e como torcedor do Santos Futebol Clube vibrava com suas jogadas genais, mas seu comportamento extra campo fez me desgostar dele, inclusive suas cenas quando cai também me irrita. Não sei se compensa ter um jogador como Neymar no selecionado brasileiro. Quando joga pela seleção Neymar se preocupa mais em mostrar “belas jogadas” que justifiquem sua fama, do que ser uma peça a mais do time. Hoje falta-lhe humildade.

    5
    1
  7. esse moço aí tá marcado pro resto da vida dele…
    recusar visita de caridade só porque era casa de macumba marca muito, pra todo o sempre

    marcar não é desejar fracasso, pois segue cada vez mais milionário

    conforme foi divulgado

  8. Neymar é um demônio, entreguem-no ao Moro, Lava Jato nele, coercitiva já. Se houve estupro ou não isto NÃO VEM AO CASO.
    Aliás uma mulher que acusa alguém de estupro, sem a MÍNIMA prova consistente, não merece crítica nenhuma. Falsa acusação virou coisa banal no Brasil, desde que o acusado seja um desafeto.
    Não é mesmo Léo Pinheiro ? Pois é. Numa coisa a esquerda é IGUAL à direita: no senso de justiça.

  9. O povo do mundo todo está tendendo ao neofascismo de extrema direita. E todos os neofascistas, a exemplo de Hitler e Mussolini, aplicam algum tipo de keynesianismo nacionalista na economia, para provocar crescimento econômico e alguma distribuição de renda.

    A euforia política fascista combinada com o crescimento torna-o, a curto e médio prazo, imbatíveis. Veja o Trump nos EUA, por exemplo (no longo prazo é diferente, pois a sanha destrutiva do fascismo logo se volta contra si mesmo).

    Bolsonaro cometeu a burrice de unir suas ideias fascistoides, que tem muito apoio da população, cheia de medo e ódio, ao suicídio econômico neoliberal. O mesmo erro de Macri e Macron (mas este último né neoliberal puro sangue). Por isso, ele durará muito, a não ser que demita rapidamente Paulo Guedes e coloque alguém desenvolvimentista na economia – o que me parece impossível.

    Mas mesmo que caia, a onda neofascista popular permanece. Será que a esquerda consegue reverter a insatisfação popular que a origina para suas causas? Ou será que alguém da extrema-direita surfa nesta onda de forma mais inteligente, combinando ideias fascistas com keynesianusmo nacionalista, como os fascismos sempre fizeram?

  10. Será que a decisão de fazer a tal da reunião foi do Mauro Naves? Duvido. Tem mais gente nesse balaio e desconfiamos quem também deve estar por trás. Mauro é um laranja. Isso ainda vai dr pano pra manga.

  11. Homem é sempre o ser malvado com fins puramente libidinosos. A mulher sempre vítima frágil e indefesa de homens aproveitadores. Umas donzelas que só pensam em matrimônio e são iludidas. Ora, faça-me o favor… Não há mais espaço pra isso. O empoderamento da mulher passa necessariamente pelo fim da presunção fática daquilo que ocorre dentro do quarto.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome