Oposição apresentará pedido de impeachment contra Bolsonaro por caos no Amazonas

"O Brasil está morrendo sufocado por este presidente. Basta! Já passou da hora de o Congresso Nacional, representando a nação, reagir", diz nota assinada pelos líderes do PDT, Rede, PSB, PT e PCdoB

Foto: Reuters/Adriano Machado

do PDT

O PDT, juntamente com outros partidos de oposição, divulgaram, nesta sexta-feira (15), uma nota anunciando que apresentarão novo pedido de impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro, em função da crise sanitária vivida no estado do Amazonas. O estado enfrenta aumento de casos e mortes por covid-19 e, recentemente, falta de oxigênio em hospitais.

Além do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, a nota também é assinada pelos líderes da Rede, PSB, PT e PCdoB, para os quais Bolsonaro deve ser responsabilizado por deixar o Amazonas sem oxigênio e por ser contrário às medidas de distanciamento social, uso de máscaras e “difundir desinformação”.

“Considerando a prática de crimes de responsabilidade em série, que resultaram na dor asfixiante do Amazonas e de milhares de famílias brasileiras, nossos partidos – Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT – decidiram apresentar novo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O presidente da República deve ser política e criminalmente responsabilizado por deixar sem oxigênio o Amazonas, por sabotar pesquisas e campanhas de vacinação, por desincentivar o uso de máscaras e incentivar o uso de medicamentos ineficazes, por difundir desinformação, além de violar o pacto constitucional entre União, Estados e Municípios”, diz a nota.

O texto pede reação do Congresso Nacional às ações do presidente e também pede que sejam adotadas ações para colaborar com o combate à pandemia de covid-19.

Reação Social

Diante da situação no Amazonas e em todo o País, Lupi convocou a sociedade para se unir em prol da construção de uma rede de solidariedade para salvar vidas e combater o governo.

“Estamos batendo todos os recordes de contaminação e de mortos, com um triste e melancólico no estado do Amazonas, que precisa da solidariedade de todo o povo brasileiro. Sequer oxigênio estamos tendo para salvar as vidas dos coirmãos brasileiros”, afirma.

Ainda nesta sexta-feira, o PDT entrou com um pedido de medida cautelar na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) exigindo que o Governo Federal e, principalmente, o Bolsonaro tome medidas imediatas para o abastecimento da rede de saúde do Amazonas. O estado enfrenta um verdadeiro colapso em sua rede hospitalar devido a falta de cilindros de oxigênio para pacientes de Covid-19.

“O Presidente da República mantém-se inerte diante do colapso da falta de oxigênio do estado do Amazonas, que acarretou na morte de várias pessoas, por asfixia. Isso porque enquanto os hospitais estão sem oxigênio para atender as pessoas, o Presidente da República mantém-se inerte, sem instaurar um plano eficiente para evitar a ocorrência de mais mortes no Estado”, afirma a petição.

Confira abaixo a íntegra da nota da Oposição:

NOTA DA OPOSIÇÃO

Considerando a prática de crimes de responsabilidade em série, que resultaram na dor asfixiante do Amazonas e de milhares de famílias brasileiras, nossos partidos – Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT – decidiram apresentar novo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O presidente da República deve ser política e criminalmente responsabilizado por deixar sem oxigênio o Amazonas, por sabotar pesquisas e campanhas de vacinação, por desincentivar o uso de máscaras e incentivar o uso de medicamentos ineficazes, por difundir desinformação, além de violar o pacto constitucional entre União, Estados e Municípios.

O Brasil está morrendo sufocado por este presidente. Basta! Já passou da hora de o Congresso Nacional, representando a nação, reagir.

Defendemos, também, que o Congresso volte a funcionar imediatamente, para aprovar medidas que possam colaborar decisivamente para sanar os graves problemas que vitimam a população do Amazonas e de todo o Brasil.

Brasília, 15 de janeiro de 2021

Pedro Ivo Batista e Laís Garcia – Porta-vozes da Rede Sustentabilidade

Carlos Siqueira – Presidente do PSB

Gleisi Hoffman – Presidente do PT

Luciana Santos – Presidente do PCdoB

Carlos Lupi – Presidente do PDT

José Guimarães – Líder da Minoria na Câmara

André Figueiredo – Líder da Oposição na Câmara

Joenia Wapichana – Líder da Rede Sustentabilidade

Alessandro Molon – Líder do PSB

Enio Verri – Líder do PT

Perpétua Almeida – Líder do PCdoB

Wolney Queiroz – Líder do PDT

Carlos Zarattini – Líder da Minoria no Congresso Nacional

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora