Produção de vacinas do Butantan não deve sofrer novas interrupções, diz Dimas Covas

A partir de 23 de fevereiro, o Butantan vai produzir e entregar ao Ministério da Saúde cerca de 600 mil doses de Coronavac por dia, durante 1 mês

Foto: Divulgação/SP

Jornal GGN – A produção de vacinas Coronavac pelo Butantan, em São Paulo, não deve sofrer novas interrupções por causa de atrasos no envio de insumos pela China. É o que espera o diretor do instituto, Dimas Covas. Hoje, a Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac, representa 9 em cada 10 vacinas disponíveis no Brasil.

O Butantan começa a receber ainda nesta quarta (3) um novo lote de insumos enviados pela China para produção de 8,6 milhões de doses da Coronavac. Até o dia 10 de fevereiro, mais 5,6 mil litros de matéria prima que darão origem a mais 8,7 milhões de doses do imunizante também chegarão a São Paulo, informou Covas.

“Portanto, a partir de 23 de fevereiro, estaremos liberando 600 mil vacinas por dia ao Ministério da Saúde. Isso vai acontecer durante o mês de março, 30 dias após o dia 23 de fevereiro, já temos essa entrega planejada”, disse o diretor do Butantan.

“Na nossa expectativa, não haverá mais interrupção dessa produção. Portanto, poderemos chegar muito rapidamente a cumprir a fase inicial de 46 milhões [de doses até o primeiro semestre de 2021] e prosseguir com os 54 milhões [de doses, no segundo semestre] que, neste momento, está em fase de contratação no Ministério da Saúde.”

FÁBRICA DE VACINA

O governador João Doria anunciou nesta quarta (3) que o Estado atingiu a meta de arrecadar 162 milhões de reais exclusivamente junto ao setor privado, sem contrapartidas, para ampliar a fábrica de vacinas do Butantan.

O objeto agora é arrecadar mais 20 milhões de reais para compra de equipamentos complementares. A fábrica será construída em cerca de 46 semanas e deve ficar pronta em setembro de 2021. Com ela, o Butantan se tornará totalmente independente na produção em massa da Coronavac, quase dobrando a capacidade de produção, que hoje está em 100 milhões de doses ao ano.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome