Promotor afirma que as pessoas estão ‘sufocando’ em Manaus

Ministério Público aciona Justiça Federal por providências quanto ao fornecimento de oxigênio hospitalar na capital do Amazonas

Jornal GGN – As pessoas estão morrendo asfixiadas em Manaus, e o estoque de oxigênio na capital do Amazonas acabou em diversos capitais, o que levou o procurador do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas Igor da Silva Spindola a ingressar com uma ação na Justiça Federal nesta quinta-feira (14/02) cobrando providências do governo federal.

“A gente tem oxigênio pelo País, a gente não tem uma logística estabelecida porque tem um vácuo no governo Federal. As pessoas são tiradas do oxigênio, elas sufocam e morrem. Elas são colocadas em máscaras e essas máscaras duram pouquíssimo tempo. Basicamente é isso”, diz Spindola, em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

“A nossa preocupação nesse momento nem é responsabilizar ninguém, porque isso vai acontecer em algum momento. A gente precisa de oxigênio. Passei o dia trabalhando e chorando”, ressaltou.

A preocupação do procurador amazonense ressoou no Brasil inteiro. No Twitter, a procuradora regional da República em São Paulo, Janice Ascari, afirmou “não conseguir dormir” após o telefonema que recebeu de Igor, contando que uma ala inteira morreu em um hospital de Manaus por falta de oxigênio.

Veja abaixo a íntegra da ação conjunta apresentada pelas autoridades pedindo providências ao governo federal

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome