PSL deve derrubar Eduardo Bolsonaro do comando da Comissão de Relações Exteriores

Com a cisão entre os apoiadores de Bolsonaro e parlamentares alinhados com o presidente da sigla, deputado Luciano Bivar, o reinado de Eduardo deve acabar, já que a divisão das comissões cabe às legendas

Foto O Globo

Jornal GGN – O racha entre bolsonaristas e bivaristas pelo comando do PSL e a Presidência da Câmara, deve tirar o grupo do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) do comando da Comissão de Relações Exteriores. As informações são da Folha de S. Paulo. 

Hoje, a Comissão é tomada pela ala ideológica bolsonarista no Legislativo. Eduardo foi eleito no ano passado para a presidência do colegiado. 

Mas, com a cisão entre os apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) e parlamentares alinhados com o fundador e presidente da sigla, o deputado Luciano Bivar (PE), que implodiu no fim de 2019, o reinado de Eduardo deve acabar, já que a divisão das comissões cabe às legendas.

Segundo parlamentares do PSL, ouvidos pela reportagem, a comissão não é mais uma prioridade e Bivar (PE) não pretende entregá-la à ala bolsonarista.

Um deputado próximo a Bivar ainda afirmou que é “quase nula a permanência de aliados de Eduardo na presidência do colegiado e diz que o partido, obviamente, tende a contemplar deputados que não se rebelaram contra o PSL após a saída do presidente Bolsonaro”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora