PT apresenta plano para conter coronavírus e retomar o crescimento econômico

Para o partido, “Bolsonaro e seu ministro Paulo Guedes mostraram-se irresponsáveis diante da nova conjuntura internacional”

Jornal GGN – Na contramão da postura de Jair Bolsonaro frente à pandemia do coronavírus, o Partido dos Trabalhadores desenvolveu uma série de medidas para enfrentar a propagação da infecção e retomar o crescimento econômico. Em nota divulgada nesta segunda-feira, 16 de março, a sigla afirma que, no cenário atual, a única saída “é retomar um projeto de crescimento com inclusão, a partir do investimento público, do financiamento para produção e as famílias, da geração de empregos e do aumento da renda da população”. Confira nota na integra.

Nota do PT: propostas para enfrentar o coronavírus e retomar o crescimento econômico

economia brasileira já estava gravemente enferma quando o mundo recebeu os primeiros impactos da pandemia do   coronavírus, agravados pela variação brutal dos preços internacionais do petróleo.

O país está fragilizado e sem liderança capaz de responder às necessidades de crescimento, geração de emprego e renda e dos investimentos públicos necessários para garantir acesso a educaçãosaúde, proteção social para a população.

Além de destruir as bases do crescimento, Bolsonaro e seu ministro Paulo Guedes mostraram-se irresponsáveis diante da nova conjuntura internacional e trataram com desdém um grave problema de saúde pública.

Cortar gastos e fazer mais reformas fragilizadoras do estado, como propõe o governo nesta hora tão grave, não é resposta para a crise do país.

A única saída possível é retomar um projeto de crescimento com inclusão, a partir do investimento público, do financiamento para produção e as famílias, da geração de empregos e do aumento da renda da população.

Para retomar o crescimento e proteger a população diante da pandemia de coronavírus, o Partido dos Trabalhadores propõe as seguintes medidas imediatas:

Leia também:  Trump estuda derrubar restrição de viagens a Brasil e Europa
Para proteger a população na pandemia do coronavírus
  • Descongelar imediatamente os recursos para a Saúde represados pela Emenda Constitucional 95, o que representaria um aporte de cerca de R$ 21 bilhões ao SUS;
  • Fortalecer o trabalho das equipes de Saúde na Família e suspender imediatamente a Portaria 2.979/19, de forma a manter normalmente o repasse de recursos do SUS aos municípios;
  • Garantir a oferta de kits reagentes para realização de exames;
  • Fortalecer o trabalho das instituições de pesquisa e laboratórios públicos;
  • Garantir a oferta de leitos de UTI de forma a proteger a população de possíveis danos à saúde causados pelo COVID-19;
  • Adotar um protocolo único de proteção à população, englobando aspectos como quarentena, deslocamentos, aglomerações, funcionamento de escolas, comércio, etc.
  • Trabalhar pela cooperação com outros países em busca de informações técnicas, recursos e possibilidades de assistência para enfrentar a pandemia no país.
  • Determinar estabilidade no emprego e manutenção dos salários no setor público e privado pelo tempo que durar a pandemia.
Para enfrentar a crise econômica
  • Retomar os investimentos públicos em projetos capazes de gerar empregos e dinamizar a economia, utilizando todos os mecanismos de financiamento ao alcance do estado;
  • Retomar obras paralisadas por corte de recursos e contratar emergencialmente trabalhadores para execução de serviços públicos mais simples;
  • Abono emergencial para o salário mínimo e retomada da política de valorização permanente do salário;
  • Incorporar imediatamente ao programa as 3,5 milhões de famílias na fila do Bolsa Família e atualizar o valor do benefício; atender imediatamente os 2 milhões que estão na fila do INSS;
  • Financiar a renegociação das dívidas das famílias de baixa renda, reduzindo juros e estendendo prazos, de forma a que tirem o nome dos cadastros de crédito;
  • Retomar e ampliar os financiamentos para pessoas físicas e empresas por meio dos bancos públicos, fortalecer o BNDES;
  • Suspender os processos de privatização em andamento, retomar os investimentos das estatais, especialmente da Petrobrás, com retomada plena da política de conteúdo local;
  • Fixação imediata do preço do botijão de gás em R$ 49 para as famílias de baixa renda em todo o país.
  • Revogar a Emenda Constitucional 95 para recuperar os investimentos em saúde, educação, programas de proteção social e de transferência de renda;
  • Suspensão do trâmite das PECs 186 (Emergencial), PEC 187 (Fundos Públicos) e 188 (Pacto Federativo)
Leia também:  Coronavírus: França inicia flexibilização gradual das restrições de bloqueio

Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores

Brasília, 13 de março de 2020

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

10 comentários

  1. Pois é, 21 vi retirados da saúde….. ainda gostaria de saber, e incrivelmente ninguém mais, quanto se economizou com essa pec da desgraça, qual o montante acumulado com o sangue do povo? Onde está o dinheiro e para onde vai? Ninguém se interessa em saber??????

    1
    2
    • Os recursos podem vir e emissão de moeda, que gera dívida, mas não se paga juros por ela. E também pode ser usada parte das nossas reservas internacionais, melhor usar para isso do que usar para impedir alta do dolar.

      1
      2
      • Gerar recursos pela emissão de moeda nada mais é do que gerar recursos mediante o confisco do poder de compra do usuário da moeda. Limitar a capacidade de consumo do trabalhador é uma maneira de sair da recessão?

        A obsessão de que riqueza se faz imprimindo dinheiro está mesmo enraizada na cabeça de muita gente. Fomenta o crescimento no primeiro momento, mas depois, com a perda do poder aquisitivo, o consumo cai, as empresar quebram e mandam todo o mundo embora.

        Impedir a alta do dólar é essencial, pois quase todos os nossos produtos possuem itens importados em sua planilha de custos. Até a soja produzida no planalto precisa de diesel importado para chegar ao litoral. O pãozinho da padaria é feito com farinha de trigo importada. Ter reservas em dólar é essencial para manter a estabilidade da economia.

    • Ora, 21 bilhões de reais virão do descongelamento dos recursos para a Saúde, represados pela EC 95.

      Recursos não são o problema, ao contrário, são a solução.

        • Porque o Pedro Mundim chega à falsa conclusão de que o plano petista de combate ao Covid-19 e de retomada do crescimento é inexequível?

          Ora, porque ele parte da premissa falsa segundo a qual são os recursos que geram a iniciativa humana, e não a iniciativa humana que gera os recursos

          1
          1
        • Onde está o dinheiro?
          (Gal Costa)

          Onde está o dinheiro?
          O gato comeu, o gato comeu
          Que ninguém viu?
          O gato fugiu, o gato fugiu
          O seu paradeiro está no estrangeiro
          Onde está o dinheiro?

          Eu vou procurar e hei de encontrar
          E com o dinheiro na mão
          Eu compro um vagão
          Eu compro a nação
          Eu compro até seu coração

          Onde está o dinheiro?
          O gato comeu, o gato comeu
          Que ninguém viu?
          O gato fugiu, o gato fugiu
          O seu paradeiro está no estrangeiro
          Onde está o dinheiro?

          No norte não está
          No sul estará?
          TEM GENTE QUE SABE E NÃO DIZ
          Está tudo por um triz
          E aí está o “X”
          E não se pode ser feliz.

  2. Incrível como um partido que representa 1/4 dos brasileiros não sabe se comunicar direito.
    Não vi nada na grande mídia, no 247, dcm, nem no cidadania, por exemplo.
    Qual seja, o partido continua pontilhado de incompetentes, provável os mesmos que não souberam conversar com a população nem no mensalão, no impeach, nem mesmo contra BOZO, na eleição pra presidente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome