Rejeição de Bolsonaro no Ibope cresce e chega a 53%

Existe um "fosso" entre a confiança de Bolsonaro entre o empresariado e os eleitores em geral, afirma colunista que teve acesso aos dados

Isac Nóbrega/PR

Jornal GGN – A rejeição a Jair Bolsonaro cresceu entre os brasileiros no último mês, e os resultados não incluem a bomba que saiu na última semana sobre o caso Queiroz.

Segundo o colunista Lauro Jardim, que teve acesso à pesquisa Ibope que a CNI (Confederação Nacional da Indústria) vai divulgar ainda nesta sexta (20), Bolsonaro bateu seu próprio recorde de rejeição.

Hoje, 53% desaprovam sua maneira de governar (eram 40% em abril e 48% em junho e 50% em setembro).

Somam 41% (eram 51%, 46% e 44% nas pesquisas anteriores) aqueles que aprovam a gestão Bolsonaro.

Cerca de 6% não quiseram responder.

O governo é visto como ótimo e bom por 29%. Como ruim e péssimo, por 38%. Regular para 31%. Somente 3% não souberam avaliar.

A pesquisa Ibope aferiu ainda que há um fosso entre o que o eleitorado em geral pensa de Bolsonaro, e o que pensam os empresários.

65% dos empresários entrevistados disseram confiar no presidente Bolsonaro e 64% disseram aprovar sua maneira de governar.

Já entre o eleitorado em geral, confiam em Bolsonaro 41% dos entrevistados. A maioria, 56%, disse “não confiar” no presidente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. O apoio de empresários e dos operadores de Mercado mostra que há algo de podre no andar de cima. E que no fundo eles estão pouco se lixando para o país. A mesma globo que ataca Bolsonaro tenta blindar Guedes, ou melhor as reformas. A antiga penca de jornalistas tão analíticos e tão moralistas e defensores da luta contra a corrupção, estão sem palavras. Não aparece mais um Waack falando de pibinho, não aparece mais a luta contra a censura. Todos batem mas preservam, sem ousadias de impeachment, pedidos de cassação nem power points.

  2. Quando leio resultados como este, onde “65% dos empresários entrevistados disseram confiar no presidente Bolsonaro e 64% disseram aprovar sua maneira de governar”, vejo porque o pais está nesta merda.
    Em que mundo estes “empresários” enxergam algum tipo de governo desta turma?

  3. É muito pouco. Nosso país está doente. Um sujeito como esse nunca seria eleito em situação de normalidade mental.
    Pior que isso,muito provavelmente este pouco que abandonou o barco do tresloucado,não o fez por arrepender-se e está a procura de alguém a altura da triste figura,alguém como o boneco de plástico ou o menino das propagandas do banco golpista.

  4. O importante da análise deste fosso entre as opiniões do povo em geral e dos empresários é deixar de lado as fantasias de composições com o empresariado “iluminista”, pois fica claro que os mesmos pensam claramente como CLASSE SOCIAL.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome