Sara Winter diz que Bolsonaro indicou “abortista” para STF, mas reafirma apoio ao presidente

"Eu jamais pensei que num governo conservador, a agenda abortista estivesse avançando e isso tem me matado", afirmou a extremista

Jornal GGN – Depois de ter ganhado holofotes no domingo (4) por ter postado um texto criticando duramente Jair Bolsonaro e Damares Alves, Sara Giromini, mais conhecida como Sara Winter, voltou à carga nesta segunda (5).

Sara agora acusou Bolsonaro de indicar um “abortista” para o Supremo Tribunal Federal, em referência à escolha de Kassio nunes para ocupar a vaga de Celso de Mello. Católico e nordestino, Kassio teria citado o caso Roe x Wade – julgamento da Suprema Corte que descriminalizou o aborto nos EUA – em sua tese de mestrado. A deputada Janaina Paschoal também questionou o fato.

“Eu jamais pensei que num governo conservador, a agenda abortista estivesse avançando e isso tem me matado”, escreveu Sara. “Eu poderia estar resistindo muito mais facilmente a todas as ilegalidades que estão fazendo conosco (…), se pelo menos eu visse o governo andando pra frente na luta pró vida.”

Apesar de ter gravado um vídeo chorando e alegando que foi abandonada por Damares e Bolsonaro depois que virou alvo do STF, Sara reafirmou apoio ao presidente.

“Meu desejo não é o fim do governo Bolsonaro, ao contrário, é sua pronta recuperação de volta ao conservadorismo e fora do positivismo militar. E ver Bolsonaro dizendo que ‘não faz acariação com comunista’ e não vê-lo abraçando um”, escreveu, em alusão a uma foto em que Bolsonaro abraça Dias Toffoli, ministro do STF.

“Não estou contra Bolsonaro. Não ‘voltei pro feminismo’, como muitos da direita tem me acusado. Estou há 114 dias presa injustamente e com um caso clínico grave de depressão”, justificou.

Leia o texto na íntegra:

 

Não estou contra Bolsonaro.Não "voltei pro feminismo", como muitos da direita tem me acusado.Estou há 114 dias presa…

Posted by Sara Giromini on Monday, October 5, 2020

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Coitadinha… Sara Winter imaginou que comandava a revolução. Agora imita Julian Assange como se realmente estivesse sendo torturada numa prisão. Essa foi a pior interpretação que eu vi da famosa marchinha carnavalesca. Evanjegue poser sem talento é foda mano.
    https://youtu.be/u6iCAtHgenY

  2. Minha nossa GGN! Vai ficar dando espaço para esses imbecis, como se eles fossem vozes importantes no país? O que é que essa fdp é ou fez para se perder tempo com ela? Essa parece ser exatamente a estratégia dos imbecis apoiadores do Idiota Mor: Enredar em discussões estéreis os espaços que deveriam ser de combates sérios.

  3. Tempos estranhos esse que vivemos,segundo o Ministro do radinho de pilha.Como se justifica um espaço respeitável,onde se exige a prática dos bons costumes,que proíbe terminantemente a publicação de pornofonias,pornografias,e ameaça até com prisão quem mencionar em comentários,mesmo indiretamente,a prática de atos libidinosos,cede espaço para postar a foto de uma falsa ao corpo chamada,com perdão da má palavra,Sara Winter.Tenho ou não razão quando afirmo peremptoriamente que as redes sociais é o maior ponto de prostituição do Brasil.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome