STF não impediria o amigo de Carlos Bolsonaro de chefiar a Polícia Federal

Ministros entendem que Ramagem cumpre requisitos legais para assumir a chefia da PF, e há outras formas de garantir a autonomia da instituição

Jornal GGN – A edição da Folha de S. Paulo desta segunda (27) afirma que o governo Bolsonaro consultou ministros do Supremo Tribunal Federal em caráter reservado e recebeu um sinal verde para que Alexandre Ramagem assuma a diretoria-geral da Polícia Federal no lugar de Maurício Valeixo. Ramagem, hoje presidente da Abin, é amigo pessoal de Carlos Bolsonaro e, por conta disso, alguns partidos e políticos já se movimentam para contestar a nomeação na Justiça.

“Em relação a Ramagem, o governo recebeu sinalização positiva de membros do STF. (…) Integrantes do Supremo ponderam, no entanto, que a relatoria de um questionamento da nomeação seria sorteada. Se cair com um ministro não tão simpático ao governo, o Planalto pode vir a sofrer um revés na corte”, afirmou o diário.

Segundo o jornal, “ministros ouvidos reservadamente” afirmaram que não há “impedimento legal para o diretor da Abin assumir o cargo”. Mas é preciso ressaltar que Lula também cumpria com todos os requisitos legais para ser ministro-chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff quando o ministro Gilmar Mendes aceitou uma ação que barrou o petista.

Dessa vez, afirma Folha, esse momento político do STF não seria feito porque os ministros entendem que há outras formas de assegurar a independência da Polícia Federal. “Um exemplo isso é a decisão do ministro Alexandre de Moraes de determinar à corporação que mantenha à frente dos casos os delegados das investigações sobre atos pró-golpe militar e que apuram notícias falsas contra o STF. Esse recado foi passado, inclusive, por ministros do Supremo a integrantes do governo.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome