Testemunha do golpe no Chile, César Maia alerta para instrumentalização das PMs

Testemunha do golpe militar no Chile de Pinochet, o ex-governador César Maia vê com preocupação o avanço da instrumentalização da polícia militar por Bolsonaro.

Aqui, seu alerta

 

https://twitter.com/cesarmaia/status/1348288782299181056?s=21

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

8 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Lucinei

- 2021-01-11 07:43:20

Esse Cesar Maia nao passava um dia sequer no ex-blog dele sem falar em se entrincheirar em "valores conservadores" (para rivalizar com o PT, PT, PT e qualquer coisa que se mexesse e parecesse progressista); comprou a camara dos vereadores com recursos para os "centros sociais" e comunidades terapêuticas da bancada da bíblia. Agora vem fazer "alerta"?! Quando ele tinha pretensões nacionais, se achava bem espertinho. Agora que surfaram na onda que ele ajudou a criar, vem fazer "alerta"?! Está aí um que eu não levo a sério há muito tempo!

carlos elisioc

- 2021-01-11 06:11:02

Que os Maias, pai e filho, jogam contra o povo não se discute. Quando alçados à posições relevantes falharam e, sob a presidência do filho na Câmara, a população brasileira ficou a merce dos canalhas que, rotulando-se "reformistas" mas que nao passam de lesas-patrias e traidores, retiraram todos os direitos dos cidadãos, arrasaram a Amazônia e continuam entregando nossos bens e ativos. Contudo, o mais imperdoável e o mais infame são as centenas de milhares de sepulturas sobre as quais executivo e legislativo travam uma macabra e inútil (porque sao incompetentes) dança politica, sob o olhar complacente (às vezes cumplices) de alguns membros do judiciário. Mas, voltando ao recrutamento criminoso de policias e bombeiros por parte da famiglia, vale alertar que se trata do modus operandi de nazistas, e parece acontecer até em democracias tidas como sólidas, com a diferença que nestes casos haverá punição adequada pois os não aderentes ao fascismo demonstram estar ao lado da democracia ao denunciar a banda podre. https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/01/10/policiais-e-bombeiros-nos-eua-sao-investigados-por-conexao-com-invasao-ao-capitolio.ghtml Acorda Brasil!

IA2

- 2021-01-10 22:41:17

Não importa o caráter do César Maia, o que ele diz é verdade. Não nos esqueçamos do papel da Brigada Militar do Rio Grande do Sul até os anos de 1960.

Jacob Binsztok

- 2021-01-10 21:48:28

Vamos devagar , Cesar maia foi lançado na política do Rio de janeiro durante o governo de Leonel Brizola . Foi seu Secretário de Fazenda e foi bem votado para Congresso em função de sua gestão no governo do líder trabalhista gaúcho. Ou seja ,já esteve no campo progressista e nacionalista.

Luiz Pontes

- 2021-01-10 19:07:29

Criaram o monstro e agora querem elimina lo com inseticida. É tarde demais. Sim, isso mesmo. O ex prefeito Cesar Maia não tem autoridade alguma para criticar o aparelhamento das polícias. Ele mesmo fez isso qdo colocou a guarda municipal para dar porrada em moradores de rua e camelô, por pouco não jogou os pobres do RJ no Rio da Guarda, como fez uma antiga Sra. ligada a Carlos Lacerda. Aliás, Lacerda era admiradissimo por Maia, assim como Pereira Passos. Em comum, Cesar, Lacerda e Passos, ex prefeitos, tinham veneração pelos porrete no lombo do povo Cesar também, inspirado em Mussolini, mudou a cor da farda da guarda municipal de azul para cáqui, segundo se comentava na época. Maia, por várias vezes elogiou Pinochet e aproximou se da direita espanhola e chilena, mandando para o país europeu, vários de seus correligionários, a fim de q eles fizessem capacitação com franquistas assumidos. O ex prefeito tinha ligações tão fortes com a direita espanhola, a ponto de transferir as contas da prefeitura e dos servidores para o Santander, numa operação até hoje inexplicável, pois o banco só tinha meia dúzia de agências na cidade na época da mudança. Não por acaso, Cesar foi morar num edifício em São Conrado - bairro rico do RJ - , cujo nome é "rive droite". Nos anos em q esteve a frente da prefeitura do RJ esse sujeito afrontava abertamente os progressistas e os mais pobres da cidade. Espalhava boatos, demitia por e-mail e achincalhava publicamente seus desafetos. Todos sabem q Rodrigo Maia segue fielmente as orientações do pai antes de tomar qualquer atitude perante a câmara é por isso q temos hoje um parlamento medíocre e destruidor do patrimônio nacional. Cesar é tão preocupado com os destino do povo brasileiro e de nossa soberania quanto foram FHC e Serra, amigos do ex prefeito e também exilados no Chile.

Marco A.

- 2021-01-10 15:53:00

É de dar nojo! Escroque!

Marco A.

- 2021-01-10 15:50:57

É um cínico! César Maia foi o primeiro político que vi elogiar a milicia de Rio das Pedras, em uma entrevista na revista Domingo do JB, em fins dos anos 1980. Diz-se até que suas votações eram expressivas nas regiões ocupadas por esses bandos armados e que seu filho chegou a herdar parte dessa influência. Agora vem lamuriar a situação que ele proprio ajudou a criar. Assim, o vereador e ex-prefeito insiste em ser o mau-caráter que sempre foi.

Edivaldo Dias de Oliveira

- 2021-01-10 15:42:08

Logo, esses cerimoniais com a presença do genocida precisam ser proibidos pelos governadores dos estados democrático, como forma de dissuadirem o golpe. Afinal de contas, são eles, o governadores em última análise, os comandantes das PMs., ou não?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador