Trump agenda comício e pede que apoiadores assinem renúncia ao coronavírus

Para o primeiro megaevento na pandemia, a campanha do republicano reservou um espaço com 19.000 lugares

Jornal GGN – Em plena pandemia de coronavírus, o presidente Donald Trump decidiu colocar a campanha à reeleição nas ruas e sua equipe vai pedir que os interessados em participar de comícios assinem antes um termo o eximindo de responsabilização caso sejam infectados pelo coronavírus.

“Donald Trump realizará uma manifestação política em uma arena coberta em Oklahoma na próxima semana – sua primeira em meio à pandemia de coronavírus -, levando os organizadores a exigir que os participantes assinem uma renúncia que absolve a campanha do presidente de qualquer responsabilidade por doenças relacionadas a vírus”, informou o jornal The Guardian nesta sexta (12).

Para o primeiro megaevento, a campanha reservou um espaço com 19.000 lugares. Críticos afirmam que o comício eleitoral será um “massacre na cidade de Tulsa, no dia 11 de junho”, por causa do potencial de transmissibilidade da covid-19.

Oklahoma flexibilizou a quarentena para reabertura de alguns negócios, mas o governador Kevin Stitt ainda prega o distanciamento social.

Nos Estados Unidos, o coronavírus já matou mais de 115.000 pessoas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora