6 comentários

  1. Pombas, café pequeno ante o tempo de tráfico, o volume traficado e os escalões envolvidos (Forças Armadas), ante o que aconteceu nos EUA na década de 70. O filme American Gangster mostra, com o detalhe que não é ficção.

  2. O que disse o Bolsonaro sobre a cocaina transportada no avião presidencial:

    “Fez porque quis. Deu azar. Na primeira viagem nossa deu azar. Nas outras ele viajou à vontade. Na nossa, créu, SIFU, se deu mal. É bom o pessoal já ir se acostumando que conosco é assim”.

    Conosco é assim, 39 quilos da arrozina. O Cara SIFU, BRASIL acima de tudo, DEUS acima de Todos.

    Por sua vez, o general Heleno acusou a imprensa de distorcer as suas declarações sobre o fato.

    “Torceram (sic) esse fato, torceram (sic) de uma forma bastante covarde. Disseram que eu tinha dito que o militar tinha tido falta de sorte. O que disse foi que a data foi ruim porque coincidiu com evento da maior importância”, disse o general, tentando dizer que ele não disse o que voltou a dizer.

    TENTANDO DIZER QUE ELE NÃO DISSE O QUE VOLTOU A DIZER.

    Metamorfose Ambulante

  3. E o duro é que as frustrações que ele tem, lá fora e cá dentro, as guarda e inevitavelmente sobra para descontar seus ressentimentos aqui no país. Até o tipo de problema com o corpo, possivelmente que seja decorrente disto, já que costumeiramente problemas graves no intestino, colo ligados a prisão do ventre (segurar, reprimir) recorrentes costumam se vincular a pessoas emotivas com fortes mágoas no passado e que prendem bastante, reprime emoções e ressentimento, ao ponto de o emocional passar a interferir com o trato intestinal. É dificuldade em lidar com acontecimentos, o que faz gerar mágoas em excesso. Adoece emocionalmente e a válvula de escape, se não há a higienização do passado é criar comportamentos vingativos, de baixa estima, de eliminar “inimigos”, já que não consigo conviver com eles. Na ânsia de revanchismo contra quem ou o que quer que seja, ainda que outrora um aliado, Bolsonaro costuma criar impropriedades e fere aos que estiverem no entorno. Enquanto este senhor estiver ocupando um cargo que interfere em demasia com a vida diária do país, por favor, não esperem melhorias que venham do nada. É alguém que sofre com as próprias perturbações da mente, seus medos, frustrações e recalques. Já faz parte da índole, é intrínseco e não tem como deixar de vir a tona em suas palavras e atos. Melhora a partir de seu esforço por melhorar o relacionamento consigo primeiro, o que não tem parecido acontecer. Creio que até por fatores emocionais e físicos, Bolsonaro não aguente as repressões, opressões e pressões de um mandato em cadeira executiva sem graves consequências ainda mais cercado por tanta gente com interesse mesquinho. Quanto mais vier a crise de fora, pior ficará de lidar com as pressões de dentro, sendo que estas são muito mais definitivas para a vida do sujeito, pois onde quer que esteja, terá de sempre lidar consigo, seus medos, inquietações. A escuridão no ser é das maiores alimentadoras da depressão.

  4. Aerococa tem tudo para afetar o mercado internacional de cocaína…
    concorrência desleal, sem pagamento de propinas para o transporte

    falar nisso, foi ficção ou não aquele filme sobre transporte de cocaína da mais alta pureza por aviões da força aérea americana? De quem foi a ideia?

    com Lula foi “O Gigante Acordou”, e com Bolsonaro?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome