O pavio curto de Ciro, por Joel Lima

O episódio recente com a Tabata Amaral. Vira e mexe usa um trecho da música do Djavan (desgosto de filha) para criticá-la. Mais uma vez o centroavante pavio curto entrou em campo.

DF - ELEI«¿ES 2018/CNI/DEBATE - POLÕTICA - O prÈ-candidato do PDT ¿ PresidÍncia, Ciro Gomes, participa do evento "Di·logo da Ind¿stria com os candidatos ¿ PresidÍncia da Rep¿blica", promovido pela ConfederaÁ¿o Nacional da Ind¿stria (CNI), nesta quarta-feira, 04, em BrasÌlia. Durante o encontro, a entidade apresentar· aos presidenci·veis propostas do setor para as eleiÁ¿es deste ano e os candidatos ter¿o a oportunidade de debater as sugest¿es e falar de medidas que adotariam em seus governos para aumentar a produtividade das empresas e estimular o crescimento da economia. 04/07/2018 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD¿O CONTE¿DO

Por Joel Lima
comentário no post Ciro, um crítico dignificante ou um polemista nato? Por André-Kees Schouten

Ciro é como aquele centroavante que tem bons recursos técnicos mas não tem sangue-frio, provoca os zagueiros sem parar mas não sabe aguentar a provocação de volta e acaba sendo expulso. Dois fatos deixam isso claro = a ida dele a Paris para não dar apoio a Haddad. Um ato político de gerico, pois se indispõe com o eleitorado de Lula e do PT em troca de nada, pois naquele momento do segundo turno já se tinha por certo que a chance do PT voltar ao poder era mínima.

O episódio recente com a Tabata Amaral. Vira e mexe usa um trecho da música do Djavan (desgosto de filha) para criticá-la. Mais uma vez o centroavante pavio curto entrou em campo. Se eu fosse ele, não falaria em expulsão ( o que não irá acontecer, pois é só prejuízo pro partido, no caso, o PDT, e vantagem do expulso, que sai como vítima – vide Alexandre Frota). Eu iria propor que ela iria ser mandada até a Vila Missionária, bairro pobre de São Paulo onde nasceu e, acho, mora ainda sua mãe, e explicaria pro senhor Pedro e a Senhora Ana que o fim da aposentadoria deles é necessário pro futuro do país. Acho que depois de umas reuniões em que ela sairia protegida pra não ser agredida, Tabata teria como caminho ou deixar o partido por decisão própria ou mudar de opinião sobre as questões previdenciárias.

Leia também:  General volta à carga contra julgamento de prisão em segunda instância

Enfim, Ciro não é solução pro país. Pra mim, se houvesse agora eleição pra presidente, votaria em Flavio Dino, mas infelizmente sua força eleitoral é muita baixa hoje pra chegar lá – começa por estar num partido pequeno e que ainda tem comunista no nome – palavra que causa espasmos em parte da população que nem sabe direito do que se trata. Somos o país mais anticomunista do mundo sem nunca ter vivido num tal regime, mas sim no capitalismo que faria os primeiros capitalistas ingleses parecerem gente civilizada. Palmas pra nossa elite atrasada que criou milhões de pobres de direita. Isso não é pra qualquer elite não.

O GGN prepara uma série de vídeos que explica a influência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto? Clique aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

23 comentários

    • Se o autor do texto conclui que Ciro possui um projeto nacional de desenvolvimento, é capaz e seu defeito é o pavil curto estou ainda mais convicto de que Ciro Gomes é o cara que precisa presidir o Brasil. Não cabe mais diante da conjuntura a figura do conciliador que promoveu os maiores lucros da história do sistema financeiro com o aprofundamento da lógica rentista dando pequenas sobras aos pobres – até porque o ciclo da farra das comodites se encerrou. Ciro propõe uma ruptura com o modelo econômico rentista, taxando a riqueza e promovendo uma revolução eduacional e tecnológica pondo fim a dependência absoluta da exportação de recursos naturais e produtos agropecuários para o Brasil enfrentar e disputar com China e EUA o mercado internacional e promover justiça social fundamentada em desenvolvimento sustentável e não apenas em assistencialismo, tudo que o PT não fez em 14 anos de poder.

      6
      2
  1. Realmente é uma pena que Ciro, ferva em tão pouca água. Falta-lhe sem dúvida a ponderação que se exige de um Presidente da República. A sua preparação intelectual e científica, são boas, mas não chega para ocupar o cargo, como ele deve ser ocupado. Para um presidente arruaceiro já nos basta o Bozo, e não vamos querer mais nenhum com esta característica.

    16
    9
  2. E incrível como se fala bobagem sobre a reforma da previdência sem se dar ao trabalho de fazer uma única conta. Tabata fez o correto a fazer votando pela reforma e nem por isso deixou de ser progressista na sua agenda geral. Parem para falar asneira sobre um assunto sobre o qual vocês aparentemente não se deram ao trabalho de estudar direito.

    1
    18
    • Carlos, é necessário uma reforma. Isso é fato. Mas parece que há uma lei não escrita na história da elite do país que sempre quem deve pagar a conta mais alta são os menos favorecidos. Veja o caso dos militares – na prática, não sofrerão nada com essa reforma. Só o fato de se contar todas as contribuições e não os 80 por cento das maiores contribuições dará uma redução na aposentadoria que será sentida de forma muito mais forte em quem ganha menos. Se eu tivesse o poder de impor uma reforma, o pilar dela seria esse= TODOS, militares, funcionalismo público e CLT só poderiam receber o mesmo teto da previdência geral, que, acho, é 5000 reais. Pegue o caso de um procurador de Minas Gerais que acha uma miséria ganhar 24.000 por mês. Esse pobre coitado procurador receberá em seu primeiro ano de aposentadoria 288.000 reais enquanto um abastado servente de pedreiro pegará provavelmente 12.000 reais. Se houvesse um teto de 5000, o procurador pegaria 60.000 – economia de 222.000 reais. Quem ganhasse mais e quisesse, que entrasse numa sistema de capitalização . Sobre Tabata, não disse que ela não não tenha uma visão progressista. As ideias que ela tem sobre educação são interessantes. Apenas não concordei com a votação dela, ainda mais vindo de um meio social que vai ser mais sacrificado proporcionalmente que os setores mais abastados da sociedade.

      14
      • Quero ver se a nossa esquerda tem coragem de cortar os privilégios dados aos militares. Paulo Guedes nos desafiou: “Se acham privilégio, têm o poder de emendar; por que não o fazem? Covardia?”

      • O Pedro Paulo é um bom economista, mas nesse texto repete um monte de coisa falaciosa, incluindo a história de que quem paga a conta são os mais pobres. Ora, os mais pobres já se aposentam por idade no país. O pessoal do mercado popular fez uma texto bem didático sobre o assunto. Obviamente sempre se pode dizer que os caras são neoliberais e essa baboseira de sempre, o que também seria um argumento possível contra o Paulo – olha esse comunista da Carta Capital. Não estou nem ai pra esse debate “religioso” das igrejas de ambos. Vale a pena prestar atenção no que o Carlos Goes e a turma do Mercado Popular escreveram. https://mercadopopular.org/economia/reforma-da-previdencia-2019-um-guia-para-nao-economistas/

    • O autor fez um comentário em um artigo e o Nassif subiu para a página principal. Em paralelo, criticar o português, em lugar do conteúdo, revela mais sobre o crítico do que sobre o criticado.

  3. Que textinho mau escrito, cheio de defeitos de concordância e construção, vários vícios de linguagem também. Uma forma estranha de se expressar num artigo jornalístico: “se eu fosse ele, eu iria, acho que”. Não bastasse isso a análise política é tão profunda quanto um texto de um aluno da alfabetização. Parte da análise atrasadissima sobre a Tabata direto pra um “enfim, Ciro não é a solução pro país”, com base em fatos absolutamente alheios à viabilidade de um candidato.

    6
    10
    • Jorge, realmente é um texto que escrevi sem muito cuidado. Em momento nenhum quis que ele fosse um texto jornalístico ou uma análise política. É apenas uma opinião e nada mais. O fato de eu discordar da posição de Tabata Amaral sobre sua votação na reforma não quer dizer que eu não perceba que ela tem muitas ideias interessantes, principalmente na área de educação ( já conhecia suas ideias quando ela participava de um programa de rádio ).
      Ciro é uma personalidade política que me gera duas reações = a positiva, que é a de admirar sua capacidade de ter um projeto para o país com começo, meio e fim ; e a negativa, é a de ele escolher a pior maneira de expressar algo que ele tem, muitas vezes, razão no conteúdo – a última foi envolvendo a Marcia Tiburi . Me pergunto se um presidente com esse pavio curto não cairia fácil nas cascas de banana que as cobras criadas da política jogariam direto pra ele escorregar. Um dia desses me veio a ideia de que Ciro, se fosse um piloto de competição, seria classificado como win or wall ( vitória ou muro), que é aquele piloto muito habilidoso mas que se arrisca além da conta e, portanto, ou termina beijando o troféu de primeiro lugar ou fica no meio do caminho após beijar o muro. Ciro,se presidente, poderia, por seu pavio curto, nem terminar o mandato, mas poderia, por sua inteligência e coragem (qualidades que nem os seus inimigos lhe negam ), se consagrar como um dos melhores presidentes já eleitos. Mas nesse momento eu preferia alguém que fosse habilidoso e que passasse alguma certeza de que terminaria a corrida sem ficar pelo caminho.

      9
      2
  4. É SÉRIO GGN? SÉRIO QUE TODO ARGUMENTO DE CIRO NÃO TÁ PREPARADO PARA SER PRESIDENTE GIRA EM TORNO DA IDA PARA PÁRIS E PELO DESACORDO COM A TABATA? TÃO DEIXANDO EVIDENTE O MEDO DE CIRO SER PRESIDENTE VIU GGN ?

    2
    2
  5. Fico sempre impressionado com a incapacidade das pessoas de entenderem Ciro Gomes. Se fosse pra Ciro ficar passando pano pra o PT e os petistas cegos, ele nem se candidataria pra Presidente. Tábata votou contra o partido mesmo tendo fechado com o partido a oposição à Reforma, induzido pro movimento obscuro. Todas as atitudes do Ciro são pensadas e coerente com o pensamento político dele. Se vocês discordam da opinião dele, também vão estranhar suas atitudes. Mas é muito antiético dizer que as atitudes foram motivadas por impulso.

    • Ricardo, muitas atitudes de Ciro eu só consigo entender que são motivadas pelo mais puro impulso. Pegue o caso Tabata. O voto dela foi uma traição, pois em nenhum momento ela deixou claro que votaria contra a orientação do PTD durante as discussões do partido. Foi traição é ponto ( e não há como deixar de lembrar da frase do grande Brizola = A política adora uma traição, mas despreza o traidor ). Assim que a traição ocorreu, ele disse que por ele Tabata tinha que ser expulsa. E isso deixou o PDT numa saia justa, pois expulsar um deputado é a melhor coisa pra ele, pois ele não perde o mandato, sai como vítima, e é terrível pro partido – que perde até dinheiro. E o que aconteceu até agora? Nada. Tabata continua no partido. Durante as eleições, a forma que ele começou a se referir ao vice Mourão – Jumento de Carga ( que hoje perfeito )- fez com que parte dos militares, que até então tinham alguma simpatia por ele, se afastassem. Enfim, isso é um traço da personalidade dele e que dificilmente será mudado nessa altura do campeonato.

  6. Estou esperando a mídia petista dizer que Lula é pinguço.

    Vcs ficam atirando pq Ciro furou a bolha dos eleitores dele. Querendo ou não o PDT é o segundo partido de esquerda mais votado. Tem o direito de consolidar os seus votos.

    Esqueçam Ciro, deixa o cara em paz! Vão atrás de diminuir o anti petismo q é o real adversário de vcs!

    1
    2
  7. Vcs são injustos intelectualmente. Querem destruir a imagem do Ciro dentro do campo da esquerda. Com esse jogo rasteiro, sem autocrítica, vcs só fortalecem o bolsonarismo. Ciro é super coerente!

    1
    1
  8. Pavio curto é um adjetivo usado por quem conhece o Ciro através dos títulos de matérias como esta. Os blogs petistas usam trechos descontextualizados ou até distorcidos para atacar o Ciro.

    1
    1
  9. Essa análise é no mínimo direcionada (ao Ciro claro) porque como o acusa de ser pavio curto e não saber ficar quieto sem se manifestar de forma indignada se escora na índole do nosso saudoso Flávio Dino com a intenção de que “tem coisa melhor por aí”.

    Caro Joel você pode até tentar dar vazão a essa visão pequena de que um Ciro esquentado não presta pra governar (mesmo em momento algum em sua história ter dado a razão pra essa análise), mas a realidade meu caro é ela quem diz e quem diz é 2022. E até lá imagina-se um EUA com uma base militar em Alcântara, parte da Amazônia tomada pelo fogo ou pelos outros, grande parte dos recursos naturais já entregue a todo o tipo de estrangeiro que vem aqui a convite gratuíto de nosso “querido” presidente, entre tantos outros desesperos e dúvidas. E aí no fim das contas sem tecnologia, sem autonomia, sem coragem de se submeter a alianças que compõe interesses dessa elite sem um acordo racional como foi feito pelo PT deixando a porta aberta para um presidente tuteiro governar o país, ou você engole o Ciro ou verá novamente o PT com muitos votos, ampla rejeição e sem vitória ou o Ciro com votos consideráveis, maior aceitação e sem vitória.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome