Estudantes do Instituto Federal de Cubatão protestam contra cortes do governo, por Carlos Norberto Souza

Estudantes do campus de Cubatão do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) realizaram a primeira manifestação da Baixada Santista

Estudantes do campus de Cubatão do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) realizaram a primeira manifestação da Baixada Santista, litoral de SP, contra a destruição dos institutos e universidade federais causada pelos cortes de 30% do orçamento do Ministério da Educação, realizados pelo governo Bolsonaro, sob a justificativa mentirosa de que essas instituições públicas apresentam fraco desempenho acadêmico e de que promovem “balbúrdias”.

Protagonizada pelo movimento estudantil, a passeata “Tira a mão do meu IF” reuniu cerca de 200 pessoas, entre estudantes, familiares, professores e apoiadores da comunidade. Os manifestante partiram do campus e seguiram pelas ruas do bairro Jardim Casqueiro, passando pela Avenida Joaquim Jorge Peralta, Avenida Beira Mar e Avenida Brasil, retornando ao campus no mesmo trajeto.

A passeata foi organizada pelo Grêmio do IFSP “Chico Mendes”, com a participação da Atlética IFSP Cubatão, da Associação dos Estudantes de Cubatão (AEC), do Centro dos Estudantes de Santos e Região (CES) e da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Santos, além das entidades estaduais União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES) e União Estadual dos Estudantes (UEE-SP). A Comissão de Lutas dos Servidores de Cubatão e o Sintrajus também aderiram à passeata.

>> Leia mais <<

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O MEC não pode tratar a universidade como uma repartição, diz presidente da Andifes