Justiça rejeita denúncia do “quadrilhão do PT” contra Lula

Além de Lula, estavam envolvidos na acusação a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci, delator

Jornal GGN – A assessoria de Lula divulgou neste sábado (21) a informação de que a 12ª Vara Criminal em Brasília rejeitou uma denúncia contra o ex-presidente sobre o chamado “quadrilhão do PT”. Esta é a sexta ação resultante da Lava Jato que não prospera contra Lula.

Além de Lula, estavam envolvidos na acusação a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci, delator. Eles foram acusados de corrupção relacionada ao Ministério de Minas e Energia, Petrobras, Odebrecht e outras empreiteiras.

“A sentença foi proferida em 19/11/2020 pelo Juízo da 12ª. Vara Federal Criminal (Processo nº 1007965-02.2018.4.01.3400) e rejeitou a acusação de que Lula teria integrado uma organização criminosa. Lula já havia sido definitivamente absolvido (decisão transitada em julgado) da mesma acusação pelo Juízo da 12ª. Vara Federal Criminal por meio de sentença proferida em 04/12/2019 (Processo nº 1026137-89.2018.4.01.3400)”, diz a nota da equipe do petista.
A defesa divulgou também um resumo das ações trancadas contra Lula por falta de provas:
1) Caso “Quadrilhão”
12ª Vara Federal Criminal de Brasília – Processo n.º 1026137-89.20184.01.3400 – o ex-presidente Lula foi absolvido sumariamente e a decisão se tornou definitiva (trânsito em julgado);
2) Caso “Obstrução de justiça”
(Delcídio do Amaral) – 10ª Vara Federal Criminal de Brasília – Processo n.º 0042543-76.2016.4.01.3400 (42543-76.2016.4.01.3400) – o ex-Presidente Lula foi absolvido por sentença que se tornou definitiva (trânsito em julgado);
3) Caso “Frei Chico”
7ª Vara Criminal Federal de São Paulo – Inquérito n.º 0008455-20.2017.4.03.6181 – rejeição da denúncia em relação ao ex-presidente Lula confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª. Região;
4) Caso “Invasão do Tríplex”
6ª Vara Criminal Federal de Santos – Inquérito n.º 50002161-75.2020.4.03.6104 – denúncia sumariamente rejeitada em relação ao ex-presidente Lula.
5) Caso Janus I
10ª Vara Federal de Brasília – Ação Penal n° 0016093-96.2016.4.01.3400 – processo trancado por inépcia da denúncia e ausência de justa causa por decisão unânime do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região proferida em 1º/09/2020).
A nova decisão da Justiça Federal de Brasília é mais uma evidência de que Lula é vítima de lawfare, pois o ex-presidente foi vítima de múltiplas acusações frívolas e descabidas com fins ilegítimos.
 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro desidratou estratégias para combate ao racismo

2 comentários

  1. Nassif: agora é só aguardar se os VerdeSauvas (seguidos de alguns AzulTanajuras e CisnesCinza) vão se conformar com o resultado. O silêncio na QuerênciaDeCruzAlta e no pico das Agulhas não sinaliza conformidade com decisões do Judiciário. Contra Kummunistas e Esquerdopatas sempre valeu tudo, tortura, morte, exilio, os-cambáu-de-bico. Cadeia é café pequeno, refresco, benesse. E se tá o SapoBarbudo na parada, então, a coisa esquenta mais ainda. O gringo dono do Quintal onde moramos nem precisa dizer nada. Os caras agem instintivamente, como seguranças no Carrefour. Motivo é o de menos. E você, melhor que nós, sabe que a bala tem sempre razão…

  2. Essa profusão de denúncias constra o presidente Lula atendia a dois propósitos básicos.
    Em um primeiro momento,criar a imagem do sujeito corrupto a mafioso. Não seria possível que um sujeito que tivesse um grande número de denúncias não fosse culpado em alguma.
    Ponto para os golpistas.
    Em um segundo momento,sabedores da parcialidade de suas ações,perderiam algumas com a finalidade de,justamente,contrapor-se ao discurso de que a justiça era parcial,ou seja,as ações foram abertas com esta finalidade,de perderem as causas para garantir a injustiça. Coisa de golpista mas que,até o momento,vem colando em grande parte da opinião pública escolada nas matérias da mídia golpista.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome