O quadro falso na parede e a desvalorização da Petrobras, por Motta Araújo

O quadro falso na parede

Por Motta Araújo

O escritor Roger Peyrefitte na biografia de Ferand Legros TABLEAU DE CHASSE, mostra que o maior falsificador de quadros do Seculo XX operava com a piscologia do mundo de negocios.

Legros pode operar por decadas vendendo quadros perfeitos e falsos de mestres do realismo, neorealismo, barroco e impressionismo porque o museu lesado e entre eles estão os maiores do mundo, alem dos grandes colecionadores particulares, ao descobrir que o quadro era falso não fazia nenhum alarde ou escandalo e nem processava o falsario, porque?

Um colecionador que tem 200 quadros e depois sabe que um é falso não tem interesse em mostrar que foi enganado PORQUE LEVANTARIA SUSPEITA SOBRE TODA SUA COLEÇÃO. Se um é falso, o colecionador se gaba de sua sabedoria em comprar bons quadros (todos tem essa vaidade) MAS se ele foi enganado em um porque não poderia ter sido enganado em outros? Se o mercado sabe que o grande conhecedor comprou gato por lebre ele se queima no mercado.

É melhor fechar a boca e ficar quieto. Segundo Peyrefitte TODOS os grandes museus do mundo tem quadros falsos mas nenhum anuncia ou chama a policia por causa do efeito contaminação sobre todo o acervo. Museus e colecionadores compram e vendem quadros o tempo todo, quem vai comprar um quadro de um museu queanuncia que foi enganado por um falsificador?

Essa lição da psicologia dos negocios não foi ensinada no Brasil.

O barulho  armado com prisões espetaculares em cima das empreiteiras DESVALORIZOU todos os papéis brasileiros no exterior, até de empresas particulares, o efeito manada no mercado é terrivel, o Brasil se queimou perante fundos de investimento, analistas, bancos de investimento. A LAVA JATO vai recuperar um bilhão de reais se tanto, até agora foi uma fração disso, a perda de valor do pais BRASIL vai ser de quinhentas vezes esse valor, no minimo.

Pergunta-se, como a PETROBRAS vai financiar seu plano de investimentos até 2018, de 200 bilhões de dolares?

Resposta para os justiceiros.

26 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Motta Araujo

- 2014-11-28 00:36:35

O roubo foi contabilizado

O roubo foi contabilizado como INVESTIMENTO na Refinaria Abreu e Lima. A PETROBRAS precisa depurar esse valor A MAIS, representado por overprice de equipmanetos e construçõe. Enquanto ela não fizer isso a auditora PRICE (PWC)

não assina o balanço.

Eliane Ribeiro

- 2014-11-27 22:26:20

Nossa descreva gestão

Nossa descreva gestão qualifica.Petrobras esta batendo recorde na produção de petrole e gas,ta tendo lucro sim.

O que você tem a dizer do Metro de São Paulo envolvido num cartel para superfaturar contratos com as mesmas empreiteiras do "clube das empreiteiras" .que não temos esperança nenhuma que vai haver uma punição e o livramento da corrupção.todo dia tem trem travado ,constroem em média 2 quilometros de trilhos por ano.

Tem estação como o Brás e Guaianazes que transborda enche quando chove.ah mais eles tem ética "jestão",não sai nada nos jornais, apesar de pelo menos uma vez ao mês temos que andar nos trilhos,só que não sai no jornal nacional então eles tem "jestão".

Cesar Ferreira

- 2014-11-27 21:02:11

...

O que dita o preço de um ativo de uma grande empresa é a sua lucratividade e a perspectiva futura da economia. E gestores de fundos não só sabem disso como estão longe de serem acéfalos alienados pela mídia.

Repare, no caso da ENROM os escândalos de corrupção não eram propriamente sobre propinas exigidas por corruptos para obter ganhos indevidos. O caso se tratou de fraudes para esconder que a empresa ia mal financeiramente. Portanto, o preço da ação é que estava inflado e foi para o seu valor justo.

Por isso não se preocupe com a repercussão dos escândalos na Petrobras, se preocupe com o preço do barril que está no seu ponto mais baixo em 4 anos e caminhando para a linha vermelha dos 45 dólares.

Nesse ponto você se dá conta que o pior escândalo que pode ser revelado agora é que o governo fez os técnicos subestimarem o custo do pré-sal, ou seja, a linha vermelha seria talvez 55, 60 dólares. Ai sim teremos um baita escândalo que deixarão os investidores horrorizados.

http://www.dinheirovivo.pt/Mercados/interior.aspx?content_id=4263371

http://exame.abril.com.br/economia/noticias/governo-pre-sal-so-se-inviabiliza-com-barril-a-us-45

 

 

 

Rodrigones

- 2014-11-27 19:07:01

Ninguém esta falando de CPI,

Ninguém esta falando de CPI, acho que você se perdeu um pouco.

Ninguém disse que a Presidente é desonesta, diga-se, isso nem é virtude e sim obrigação.

O que eu não entendi é que a comentarista afirmou que isso é uma campanha para desvalorizar a empresa feita pela imprensa.

Você evidentemente não concorda, até porque disse que nem a imprensa esperava por isso.

Logo, você também concorda comigo que trata-se de um escandalo de corruptos e corruptores, empresas, pessoas indicadas por políticos, políticos e partidos.

Em resumo, temos o mesmo ponto de vista e esperamos que pessoas e políticos que se beneficiaram do maior esquema de corrupção já descoberto em uma Estatal sejam defenestrados, sejam eles do PT, PP, PMDB ou PSDB, até porque quem defende corrupto não tem vergonha na cara.

Grane abraço 

Wendel

- 2014-11-27 18:27:59

Muita retórica e .....................

O que estamos precensidado é um canaval midiático com o propósito de denegrir o País, e por extensão sua maior empresa !!!

Com que interesse ? Todos nós sabemos e os que se fingem de inocentes, supostamente (como gostam os jornalistas), têm também seus interesses ao supostamente estejam a soldo de interesses escusos que também sabemos de quem parte.

Falar do interesse estrangeiro na privatização total da Petrobrás, porque em parte ela já é, está muito cansativo e repetitivo, e os que querem entregar nosso patrimômio, não se cansam de, jungtamente com a midia, escancarar a corrupção que realmente existe, mas sempre protegendo e aliviando os amigos, em detrimento de outros !

Acho não, tenho certeza que só iremos ter sucesso em impedir esta entrega, fazendo o contraponto e principalmente votando a regulação ecônomica da mídia, apesar dos quinta colunas!!!!!

lenita

- 2014-11-27 18:11:58

O sr. ainda não entendeu ?

O sr. ainda não entendeu ? Não sabe que já houve outras CPIs contra a Petrobrás, devidamente pagas p/ serem encerradas ? E que uma CPI, até agora era apenas um teatro p/ oportunidades políticas? Está mais do que na hora de começar a entender um pouquinho. Não sabia que a nossa presidente é honesta? E que ela disse que não ficaria "pedra s/ pedra" ?  Nem a imprensa esperava isso. Se não acontecer alguma "esperteza" por parte de alguns Supremos comandados, será um terremoto em todos os partidos, com pouquíssimas exceções.

armandolo

- 2014-11-27 17:48:45

Petrobras. É uma grande

Petrobras. É uma grande companhia, moderna, tecnologicamente avançada, pioneira, trata seus funcionários com dignidade. Eu só não entendo, como os vários sindicatos e associações da área petroleira não denunciaram o que se passava na estatal. Equipararam-se a verdadeiros pelegos, a lubrificar as relações entre a direção e os funcionários. Para onde foi a respeitada associação dos engenheiros da petrobras, que varias vezes forneceu quadros à administração federal ? Será que ganharam algum cala a boca salarial para manterem seu mutismo. E não me venham alegar que não sabiam. Sindicatos e seus quadros sabem absolutamente tudo. E agora começam as velhas e canalhas campanhas nacionalistas,para querer  desqualificar o que está sendo investigado. Aí começam os ridículos pretextos , de cobiça americana, CIA, PIG,etc,etc. Massa de manobra. É o velho país dos coroneis.

Joel Miranda

- 2014-11-27 17:30:57

petrobras

André, somos capitalistas, ...mas muito pior, ...somos burros!

Edsonmarcon

- 2014-11-27 17:19:21

alvo principal

O alvo principal sempre foi a petrobras.

 Os jornais batem na petrobras e nos políticos, mas não nas empresas privadas.

Afinal, segundo o PIG, empresas privadas sempre fazem tudo certo.

 Eles vão limpar a barra das empresas privadas e detonar a Petrobras.

 

lenita

- 2014-11-27 17:04:40

A mim, pode ser que me

A mim, pode ser que me engane, mas o sr. Motta parece concordar com o ex Min. Ricúpero " O que é bom...... nem vou dizer toda, pq todos já etão "cambetas" de tanto saber.

Free Walker

- 2014-11-27 16:46:42

André Araújo é um excepcional

André Araújo é um excepcional comentarista, acho disparado o melhor do blog, mas de vez em quanto derrapa na curva e espalha como diria Galvão Bueno na F1. 

Que existia uma organização criminosa envolvendo empreiteiras e agentes públicos isso é fato. É inegéval. 

Fazer o que diante disso? Vistas grossas, dizer isso vem desde o regime civil-militar, varrer pra de baixo do tapete e fica o dito pelo não dito? Aposenta-se as instituições de estado proibidas de investigar falcatruas para não denegrir a imagem da companhia e do Brasil?

Deste a Austrátia Dilma falou que quer tudo investigado até o fim, que não fique pedra sobre pedra. Se foi sincera, não acredito, falou bem.

NADA A VER,  a analogia capenga  de comparar uma petroleira player mundial com museus e colecionadores de obras de arte. Museus e colecionadores nào tem acionistas, são basicamente négócios particulares. 

O argumento custo/benefício, retomaremos 1 bilhão e vamos perder 100 não é válido, perde 100 hoje mas uma empresa sadia e transparente recupera 200 amanhã. Não só o Sheik da Abu Dhabi que já "perdeu" 1 bi, mas os quase 400 mil acionistas, de trabalhadores que investiram seu FGTSs na Petrobras, merecem respeito e transparência na compania.

Avestrusismo não né AA, a Siemens está fazendo acordos de leniência mundo a fora e nem por isso a Siemens deixa de ser Siemens...

Rodrigones

- 2014-11-27 16:18:30

Mais essa desvalorização não

Mais essa desvalorização não ocorreu pela má gestão dos contratos ?

A quem interessaria a privatização, se as grandes companhias do Pais tiveram ganhos absurdos com contratos superfaturados exatamente porque a administração é estatal ?

Infelizmente a decisão de gerir a Petrobras como se fosse um Ministério trouxe essa lamentável situação de descrédito do Pais no exterior.

A Suiça pedir garantias de que o dinheiro que lá se encontra depositado não seja alvo de corrupção novamente mostra como o Brasil esta sendo visto pelo mundo.

Rodrigones

- 2014-11-27 16:13:49

Mais a desvalorização ocorreu

Mais a desvalorização ocorreu por culpa da imprensa ou por falta de gestão qualificada ?

Não consegui chegar na ótima do seu comentário.

Malú

- 2014-11-27 16:02:16

A quem interessa a

A quem interessa a desvalorização de todo o acervo da Petrobras? Aos entreguistas de sempre e a imprensa bandida. Elementar.

Motta Araujo

- 2014-11-27 15:37:04

O problema é a ESCALA e o

O problema é a ESCALA e o ESCANDALO prolongado por meses, nos EUA Madoff foi preso, o presidente da Enron foi preso, foram casos tópicos, rapidamente resolvidos e encerrados e causaram sim grande impacto no mercado, na crise da ENRON todas as empresas eletricas americanas foram duramente afetadas, suas ações, caso da AES, cairam de 90 para 15 dolares. No caso de Portugal e do Japão os escandalos NÃO ESTÃO LIGADOS A EMPRESAS, portanto não afetam o mercado. No caso do Brasil estão profundamente ligados a uma empresa que é o CARRO CHEFE dos papeis brasileiros no exterior, então afeta diretamente todos os demais papeis do Brasil.

Álvaro Noites

- 2014-11-27 15:33:10

Creio que isso tudo tenha

Creio que isso tudo tenha sido planejado, não foi mera inocência.

No fringir dos ovos, a meta é a desvalorização, ou melhor dizendo a "queimação" da Petrobrás no país e no mundo afora. À reboque, se "queima" tudo quanto é iniciativa econômica ou política brasileira no exterior.

O que temos é muito discurso de inocente útil acreditando nessa cantilena de moralização e combate à corrupção.

Márcio Carioca

- 2014-11-27 15:32:44

Guerra psicológica

O fenômeno apontado pelo autor é apenas parcialmente verdadeiro.

Há uma flutuação momentânea, é óbvio, mas o lastro da empresa é uma reserva de 40 bilhões de barris de petróleo, uma das maiores do mundo. Essa todo mundo sabe que não é falsa. E um fato ainda mais notável: mesmo com os desvios, a empresa vem apresentando lucros expressivos em todos os exercícios. Que fique claro: a descoberta do roubo não derruba o valor contábil da empresa, pois o roubo já havia sido contabilizado como despesa. O preço da ação não é um bom indicador do valor real da Petrobras, pois depende de uma série de fatores estranhos à efetiva operação comercial e ao patrimônio da empresa.

Rockefeller já dizia: o melhor negócio do mundo é uma petrolífera bem administrada; o segundo melhor é uma petrolífera mal administrada.

Ocorre que os operadores do "mercado" sempre procuram aproveitar esses momentos para fortalecerem suas respectivas posições, ainda mais quando há agentes na mídia e na oposição dedicados diariamente a desvalorizar a Petrobras, para assim permitir a venda barata da empresa a seus clientes.

Há uma queda-de-braço constante, uma guerra psicológica na qual cada agente procura enfraquecer a posição do adversário.

Edsonmarcon

- 2014-11-27 15:13:08

Era o que eles queriam

Não foi um erro, pelo menos para alguns deles.

Era o que queriam.

 

Porque:

-- Eles criaram "motivos" para PRIVATIZAR empresas públicas;

-- Privatizar a um preço MUITO BAIXO.

Marco a

- 2014-11-27 15:07:57

Sério? Resumo do post, a

Sério? Resumo do post, a imprensa deveria esconder o fato da maior empresa brasileira servir de palco para gatunos empresariais e politicos,  para não prejudicar o financiamento da empresa?

Os processos em andamento nos EUA e Europa tem o poder de prejudicar o financiamento da empresa, como ocorreu  com os grandes grupos de empresas no início do século como a eron. A diferença é  que estamos a falar de desvio de dinheiro em processos licitatorios e não esquemas contabeis. A Petrobras é vítima da quadrilha. Quanto mais exposição melhor. E aí vem a chave da questao: qual a política de governança da empresa? Qual o nível de ingerência política na administração da empresa? Quais foram as ações dos dirigentes para elucidar e coibir? São as respostas para essas perguntas que irão definir o futuro da estatal.

A turminha deveria ter um pouco mais de decoro e respeito à lógica. As empresas envolvidas no case do metro fizeram o mesmo em outros metros licitados pelo governo federal. E desconheço que o governador tenha sido conselheiro do metro como Dilma foi da Petrobras, para comparar os processos, embora defenda que se ela sabia tem que ser afastado sim senhor. 

O que me incomoda de fato e fico  surpreso de não ver o mesmo incomodo no autor e comentaristas é  ter visto na eleição o Lula,  movimento sindical e outros fazendo operações na porta da empresa na suposta defesa da Petrobras e agora o silêncio sepucral e não aparece uma viva alma para fazer discurso, salvo os históricos de praxe com teorias conspiratórias. 

 

fabio GM

- 2014-11-27 14:54:39

exagero

Meu caro, o senhor não esta exagerando um pouco neste caso, dizendo que a imagem do pais foi arranhada com a prisão de empresarios corruptos, isto acontece em todos os cantos deste planeta e nem por isso se demonstrou essa perda de investimentos.

Nos casos mais recentes, do 1° ministro portuques e a ministra da cultura japonesa, não se percebeu essa queda de investimentos, mais tambem não teve essa dramatização provocada pela midia.

E se isto que aconteceu sinalizar uma mudança no comportamento em relaçao a corupção e os entes que se perpetuam esta pratica. 

Que não venha os justiceiros, mais sim leis e justiça.

hc.coelho

- 2014-11-27 14:50:46

Os inimigos da petrobras, o pig

O globo et caterva são inimigos da petrobrás desde sempre. A petrobrás é feita do trabalho de seus funcionários e da contribuição de todo o país, mas também da luta permanente contra seus inimigos. É uma luta permanente. Eles tentam destrui-la desde que nasceu. Mas sobreviverá e continuará crescendo. 

Já repararam como o pig se sente conforatável atacando o governo e tentando destruir a petrobrás? É a dela.

Pedro Penido dos Anjos

- 2014-11-27 14:50:25

Motta e a lógica do

Motta e a lógica do "mercado"!

É uma gente de uma audácia sem limites, não é verdade?

De qualquer forma, 5 estrelinha, muito interessante e revelador sobre o "mercado" em sua outra ponta.

Jorge Rebolla

- 2014-11-27 14:46:16

Minha opinião... com palavras de Júlio Verne

“Era um homem desagradável, sem juventude, sem coração, sem amigos. Seu pai o admirava muito.”

“... uma família rica bem provida das qualidades que o dinheiro faz emergirem, com um coração na medida justa para fazer o sangue circular nas artérias.” 

IV AVATAR

- 2014-11-27 14:37:39

Há um forte aparato midiático-penal detonando usando o caso

Há um forte aparato midiático-penal usa o caso para proveito próprio e assim está destruindo nosso pais. Casos semelhantes aconteceram mundo afora(http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/11/141117_investigacoes_petrobras_sec_ru?ocid=socialflow_facebook),  os criminosos foram punidos, e o planeta nem ficou sabendo, pq não foram transformados em espetáculo e muito menos foram usados para derrubar governos com essa forçação de barra que estamos presenciando, a Veja fazendo das tripas coração, pelo jeito o PSDB concorda que o caso Siemens(Alemanha)  deveria levar à destituição do governador Alckmin pq ele sabia  do trensalão tucano, aliás, o que esperamos é a investigação do caso trensalão, o que parece impossível uma vez que tucano tem imunidade.

Alberto Porem Jr.

- 2014-11-27 14:28:46

A resposta.

O absurdo deste anti-petismo provocou tamanha lavagem cerebral que não se enxerga mais nada a não ser a necessidade de acabar com o PT em sua totalidade, mesmo que custe horrores a nação.

Nunca antes na história deste país, tão poucos causaram tantos estragos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador