Os tentáculos do crime organizado em Goiás

Por Mucuim

Relação entre Demóstenes e Cachoeira vai além de telefonemas e presentes

Vinicius Sassine

Publicação: 28/03/2012 11:38 Atualização:

A amizade entre o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e o bicheiro Carlinhos Cachoeira vai além das trocas de telefonemas, dos conselhos sentimentais, da entrega de presentes e dos pedidos de favores, como o custeio do aluguel de um jatinho. Os sinais da intrincada relação entre o senador e o bicheiro nos negócios e na política se tornam mais claros na amizade dos dois com os irmãos Marcelo Henrique e Marco Aurélio Limírio Gonçalves, empresários do ramo farmacêutico em Anápolis (GO) — cidade do bicheiro preso pela Polícia Federal (PF). Os quatro mantêm ou mantiveram negócios em comum e se encontravam com frequência. Demóstenes é sócio de Marcelo Henrique no Instituto de Nova Educação, a Nova Faculdade, em Contagem (MG). O bicheiro é o real proprietário da Vitapan Indústria Farmacêutica, empreendimento de R$ 100 milhões usado para lavar o dinheiro do jogo ilegal, segundo investigação da PF. Marco Aurélio e a mulher já foram donos da Vitapan.

Saiba mais…PGR pede inquérito para apurar ligações entre Demóstenes Torres e Cachoeira Corregedor-geral do Senado diz que situação de Demóstenes é preocupante Presidente do DEM diz que Demóstenes Torres pode ser expulso da legenda Novas evidências reforçam ligação de Demóstenes Torres com Carlos Cahoeira PSOL apresenta representação para abertura de processo contra Demóstenes Agripino Maia pede à PGR informações sobre processo contra Demóstenes
Em Anápolis, um sobrinho de Cachoeira — o vereador Fernando de Almeida Cunha (PSDB) — foi o coordenador da campanha de Demóstenes ao Senado em 2010. Ele cuidou das reuniões, das carreatas e da mobilização de cabos eleitorais. Atuou ao lado do empresário Wilder Pedro de Morais, eleito primeiro suplente de Demóstenes. Wilder é sócio de 26 empresas em Goiás, entre grandes construtoras, uma empresa agropecuária e uma funerária, conforme registros da Junta Comercial de Goiás (Juceg). O empresário foi um dos principais financiadores da campanha de Demóstenes. No mesmo ano, recebeu um agrado do sobrinho de Cachoeira: o título de cidadão anapolino, concedido por iniciativa do vereador.

Link: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2012/03/28/interna_politica,295303/relacao-entre-demostenes-e-cachoeira-vai-alem-de-telefonemas-e-presentes.shtml

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome