ONG pede elucidação da autoria da chacina da Grande SP

Jornal GGN – Na manhã de ontem (20), um grupo de integrantes da ONG Rio de Paz fez um ato em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), cobrando do Governo do Estado de São Paulo o esclarecimento sobre a autoria da chacina que deixou 18 mortos em Osasco e Barueri, na Grande São Paulo, na semana passada.

Do Estadão

ONG faz protesto contra chacina na Grande São Paulo

Ao menos dez manifestantes usaram mordaças e ficaram por cerca de uma hora segurando faixa com a inscrição: ‘Quem matou os 18?’

SÃO PAULO ­ Integrantes da ONG Rio de Paz fizeram um ato na manhã desta quinta­feira, 20, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na região da Avenida Paulista, contra a chacina que resultou em 18 mortes e deixou seis feridos em Osasco e Barueri no último dia 13.

Ao menos dez manifestantes usaram camisas pretas e mordaças e ficaram por cerca de uma hora segurando uma faixa com a inscrição: “Quem matou os 18?”.

Em sua página no Facebook, a entidade explicou o intuito da manifestação.

“Manifestantes, vestidos de camisa preta e amordaçados, permanecerão de pé das 7h às 8h com o objetivo de expressar solidariedade aos parentes das vítimas da chacina de Osasco­Barueri e cobrar do Governo do Estado de SP a elucidação da autoria de crime que interrompeu a vida de 18 brasileiros; gente que teve a infelicidade de morar numa região onde seres humanos são considerados matáveis.” 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Matáveis

    A caracterização de MATÁVEIS é impressionantemente verdeira e aterradora, muito mais por recortar toda a história brasileira e continuar no horizonte. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome