Revista GGN

Assine

segurança

Hipermercado Extra é condenado por constranger criança negra

 
Jornal GGN - Um menino foi constrangido em um grande supermercado na cidade de São Paulo. Um funcionário conduziu a criança, de 10 anos, desacompanhado de responsável, para o interior de uma sala para prestar esclarecimentos sobre possível furto. A criança ficou confinada sem o responsável. Detalhe primeiro, ela tinha em seu poder a nota de compra dos produtos. Detalhe segundo, o estabelecimento em questão é o Hipermercado Extra da Marginal Tietê. Detalhe terceiro, a criança é negra.

Leia mais »

Média: 3.4 (5 votos)

Governo investiu menos em políticas de segurança pública

 
Por Luciano Velleda
 
 
 
"A União está abrindo mão de um protagonismo para a indução de mudanças estruturais e está se contentando com ações de resultados midiáticos e eleitorais", afirma pesquisador da UnB
 

Um retrato preocupante do padrão de violência no país foi revelado nesta segunda-feira (30) por meio do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Com base em indicadores de 2016, os dados mostram que 61.619 pessoas foram assassinadas de maneira violenta – o maior número já registrado pelo estudo em uma década. Dito de outra forma, os 61 mil assassinatos cometidos no Brasil equivalem ao total de vítimas da explosão da bomba atômica em Nagasaki, no Japão, em 1945.

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

A violência policial contra a juventude negra de Pernambuco, por Laércio Portela

Foto: Yane Mendes
Foto: Yane Mendes

Por Laércio Portela*

A violência policial contra a juventude negra de Pernambuco e o silêncio da classe média

Do Marco Zero

Danilo tomava uma cerveja na parada de ônibus em frente a uma lanchonete que vendia clone de coxinha na UR-11, às 21h30, depois de um longo dia de trabalho, quando várias viaturas da Polícia Militar fecharam a rua. Começou o inferno. “Mão na parede!, tá reclamando do que?”, tapa na lata de cerveja, ajoelha no chão!, algema na mão. Vai parar na gaiola na parte de trás da viatura com outro jovem menor de idade que também reclamou da abordagem truculenta. “Tá reclamando do quê? Quando a gente aborda vocês é para ficar calado”.

Mais de uma hora depois, quando a operação acabou, foi liberado. “Tudo que eu imaginava é que eles iam me levar e fazer sangrar. Fui feliz para casa porque voltei vivo”.

Leia mais »

Média: 2.2 (17 votos)

MPF realiza audiência pública em Goiânia para tratar de segurança pública e manifestações sociais

Foto: Divulgação

Do MPF

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) realiza audiência pública, na próxima quinta-feira (21), com o objetivo de tratar de conflitos ocorridos em manifestações sociais e protestos. O enfoque será em eventuais ações ou omissões ilícitas por parte de pessoas públicas ou privadas relativas à organização, promoção, execução e segurança de “manifestações sociais”, “protestos”, “movimentos paredistas”, “greves” etc.

A audiência, que ocorre na sede do MPF em Goiás e é aberta à participação da sociedade em geral, é uma das medidas tomadas em Inquérito Civil (IC) que trata do tema.

Durante o evento, serão debatidas questões referentes a dificuldades, problemas e soluções (de acordo com os representantes dos órgãos e instituições que participarão do evento) relacionadas à organização e realização de manifestações sociais e protestos em Goiás (clique aqui e leia o edital de convocação).

Leia mais »

Média: 1 (5 votos)

Uma entrevista exemplar de Pedro Bial

Confesso que tinha certo preconceito em relação a Pedro Bial, quando assumiu o lugar de Jô Soares. Até ontem não havia assistido a seu programa. Assisti hoje a entrevista com o Comandante do Exército General Villas Boas, esperando um entrevistador vacilante e bajulador.

Engano meu! Um entrevistador altivo, não vacilando em relação a perguntas delicadas, mas dando ao entrevistado a oportunidade de explicar suas posições, goste-se ou não delas.

Clique aqui para assistir.

Leia mais »

Média: 2.5 (23 votos)

Militares são a presença visível da força do Estado, diz Temer

Com humor aos decretos polêmicos adotados por ele, o presidente disse que "está muito na moda" a garantia da lei da ordem
 

Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil
 
Jornal GGN - A grande aproximação de Michel Temer com as Forças Armadas, incluindo as ações do Plano Nacional de Segurança Pública e o anúncio do envio de um pacote de mudanças legislativas para apoiar as ações em campo, coincidiu com a notícia do corte de 44,5% dos recursos das forças federais, desde 2012.
 
Mas o tom da amizade não se deixou abalar pelo mandatário peemedebista. Em cerimônia no Palácio do Planalto, Temer elogiou os representantes do Exército, Marinha e Aeronáutica presentes.
 
O encontro foi em homenagem aos oficiais generais promovidos: "Tenho certeza de que os senhores [militares promovidos] seguirão exercendo com competência as funções que lhes atribui a Carta Magna, a defesa da pátria, as garantias dos poderes constitucionais".
Média: 2.3 (4 votos)

Sistema prisional ou como dizer que se odeia pobre, por Luís Carlos Valois

Foto: Reprodução/Midia Ninja

Por Luís Carlos Valois

No Diário Online Causa Operária

Nenhuma novidade há em alertar para a crise em que vive a humanidade, sobretudo no que se refere às ciências e às instituições. A fé no positivismo, na possibilidade de termos ciências isentas e, consequentemente, justas por si só, por construção sistêmica ou por alguma organização previamente estabelecida, essa fé morreu.

Isso no direito é muito grave. Por certo, o direito sempre foi instrumento de poder. Não importa se o técnico da ocasião nem sequer percebia estar sendo engrenagem desse mecanismo carregado de força repressora ao usar argumentos forjados em gabinetes, o direito sempre foi uma arma burguesa com a mira bem definida.

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Dois anos depois, julgamento da Chacina de Osasco é marcado para setembro

Foto: Agência Brasil

Por Camila Boehm

Da Agência Brasil

Há dois anos, 19 pessoas foram assassinadas em uma série de ataques nas cidades de Osasco e Barueri, região metropolitana de São Paulo. Três policiais militares (PMs) e um guarda civil são acusados pelos ataques, no caso que ficou conhecido como Chacina de Osasco, mas alegam inocência. No dia 18 de setembro, começa o julgamento de três dos acusados, que vão a júri popular por 24 crimes de homicídio – 17 consumados e sete tentativas.

Leia mais »

Média: 1 (2 votos)

Depois da emissão dos passaportes, falta de recursos atinge a Força Nacional

Foto: Agência Brasil
 
 

Jornal GGN - A suspensão da emissão de passaportes por falta de verba foi só um sintoma da crise orçamentária na segurança pública. Segundo informações do Painel desta quarta (19), agora é a vez da Força Nacional dar um ultimado ao Ministério da Justiça, avisando que se o governo Temer não cobrir um déficit de R$ 120 milhões, 1.550 homens serão desmobilizados.

Leia mais »
Média: 3 (2 votos)

PM prepara esquema para afastar movimentos na oitiva de Lula

Polícia Militar irá adotar medidas de controle e acesso no entorno da Sede da Justiça Federal do Paraná 
Segundo nota da PM do Paraná moradores próximos à 13ª Vara Federal do Paraná terão que responder a um cadastro apresentando documento e comprovante de residência
 
Jornal GGN - A Polícia Militar do Paraná divulgou nota oficial neste final de semana informando que realizará policiamento ostensivo das áreas próximas da Sede da Justiça Federal do Paraná, no dia 10 de maio, quando ocorrerá a audiência do ex-presidente Lula para a Operação Lava Jato.
 
Além do policiamento, a PM irá adotar medidas de controle e acesso de moradores e veículos no entorno da Sede, utilizando bloqueios de vias. O nome dos moradores da região estão sendo previamente cadastrados para definir a entrada e saída de pessoas nas localidades que serão abrangidas pela operação de segurança.
 
Desde que o juiz Sérgio Moro, que coordena a Lava Jato, definiu a data de oitiva do ex-presidente Lula que, inicialmente estava prevista para o dia 3 de maio, e depois foi alterada para o dia 10, movimentos sociais em todo o país planejam ir à Curitiba em apoio ao ex-presidente. 
 
Neste sábado (6), a juíza Diele Denardin Zydek, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba autorizou um pedido de "Interdito Proibitório" impetrado pelo prefeito de Curitiba Rafael Grega, para despejar um acampamento do Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem Pra Rua, instalado em frente à Sede da Justiça Federal, em apoio a Moro, entretanto o instrumento se estenderá a qualquer movimento social até o dia 10 de maio. Segundo a juíza a justificativa é que são esperados cerca de 50 mil pessoas no dia da audiência de Lula.
Leia mais »
Média: 1 (2 votos)

Padilha volta ao governo para articular reforma da Previdência

 
Jornal GGN - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, retornou às atividades após 21 dias de licença médica. A primeira agenda de Padilha foi em reunião junto ao presidente Michel Temer e representantes militares para discutir o Plano Nacional de Segurança, para desembolsar parte dos investimentos da pasta número dois em gastos do governo Temer, a Defesa. Ainda na agenda de Padilha para esta segunda (13) está a articulação para acelerar a reforma da Previdência.
 
No encontro marcado pela manhã com Temer, Padilha participou da reunião com representantes dos Ministérios da Justiça, Defesa, do Gabinete de Segurança Institucional, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Estado Maior Conjuntos das Forças Armadas. A pauta era o Plano Nacional de Segurança, com entre os objetivos, o de construir mais presídios, aumento de efetivo nas ruas e outras estratégias para a redução de homicídios nas capitais.
 
Mas além do Plano de Segurança, integrou o diálogo de Temer com os militares o da previsão de mais R$ 9,7 bilhões de repasses do Ministério da Defesa às Forças Armadas para este ano. Apenas no fim de 2016, foram desembolsados um total de R$ 9,15 bilhões do Orçamento ao setor.
Média: 1 (3 votos)

Após aumento da velocidade, São Paulo registra 102 acidentes

 
Jornal GGN - Desde que o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), aumentou o limite de velocidade das marginais da cidade, há um mês, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 102 acidentes com vítimas.
 
São os dados divulgados nesta quarta-feira (08), com o balanço do primeiro mês de vigência do Programa Marginal Segura na capital paulista, desde o dia 25 de janeiro. Para efeito de comparação, antes, a média mensal era de 64 acidentes.
Média: 4.3 (3 votos)

Recall não são válidos apenas para automóveis, alerta Procon-SP

Jornal GGN – O Procon-SP alerta os consumidores sobre as diversas campanhas de recall anunciadas no mercado. Atualmente, boa parte dos chamados são relacionados à veículos automotivos, contudo, muitos outros produtos e serviços também são alvos das ações. Uma vez que o recall só é realizado quando há risco contra à saúde ou segurança do usuário, é necessário que os compradores fiquem atentos e atendam as campanhas.

O recall pode ser referente à alimentos, móveis, eletrônicos, bicicletas, ferramentas e medicamentos. Em 2016 aconteceram 14 campanhas, de diferentes produtos, que atingiram 7.768.723 unidades não automobilísticas. Em todos os casos, as empresas têm por obrigação anunciar o comunicado em jornais, tv ou rádio, informando o defeito e os riscos, além de data de fabricação, lote e imagem do produto.

Leia mais »

Sem votos

Dicas e cuidados com o veículo antes de pegar a estrada

Imagem: Reproduçaõ/ Internet

Jornal GGN – Com a proximidade dos feriados prolongados, muitas famílias optam por viajar em seus veículos. Para garantir a segurança e evitar eventuais dores de cabeça durante o percurso, é importante que o motorista fique atento e faça uma revisão geral no carro, como alerta o coordenador técnico da companhia de gás e petróleo Total Lubrificantes, Fábio Silva.

A checagem vai desde componentes básicos, que podem ser conferidos pelo próprio proprietário, até itens que devem ser vistoriados por algum mecânico, como o freio e a suspensão. “É possível evitar problemas ao visitar um posto de troca rápida de óleo. Alguns deles, além de oferecer a verificação gratuita de até 15 partes de segurança, realiza manutenções preventivas vitais para condutores e passageiros, em qualquer época do ano", explicou o especialista.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Termina sem acordo reunião entre comando da PM e mulheres de policiais no Rio

Rio de Janeiro - Comando da PM convoca mulheres de policiais para reunião no quartel general (Foto Vladimir Platonow/Agência Brasil)

da Agência Brasil

Termina sem acordo reunião entre comando da PM e mulheres de policiais no Rio

Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil

Terminou sem acordo reunião entre o comando da Polícia Militar do Rio e mulheres de policiais, na tarde de ontem (11), no quartel-general da corporação. O encontro contou com a participação do Ministério Público (MP) e reuniu cerca de 40 pessoas, incluindo esposas de policiais que bloqueiam, desde ontem (10) a porta de diversos batalhões no estado, impedindo a saída de viaturas e de efetivo para a rua.

Na saída da reunião, que durou cerca de três horas, algumas mulheres falaram com a imprensa sobre o que foi tratado e disseram que não houve acordo sobre elas deixarem os batalhões. “Não houve negociação. Eles não podem resolver os nossos problemas. Precisamos de medidas urgentes, de uma pauta que funcione para os nossos policiais, porque eles estão sofrendo todos os dias. O nosso movimento não vai parar”, disse Cristiane, esposa de um policial. Ela não forneceu o sobrenome.

Leia mais »

Sem votos