TV GGN: A falta de Transparência da Transparência Internacional no Brasil

Piora a imagem do Brasil na Percepção de Corrupção. E a Transparência Internacional, parceira da Lava Jato, culpa o governo Bolsonaro e o Congresso e passa ao largo da Vaza Jato e do envolvimento de Sergio Moro com o governo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Chefe da Força Nacional perdeu eleição no Ceará para Camilo, do PT. Por Hugo Souza

5 comentários

  1. De fato os dados da vaza jato deveriam ser levados em conta. Agora, o que me preocupa é que a criança foi jogada com a água suja. Não se fala mais da corrupção real aquela cujo combate deveria ser consenso. Aécio, Serra, Queirós. Não ouvi falar mais deles, entre outros que desfilam impunidade. Este debate sobre corrupção continua atravessado. Continuaremos a andar para trás e quando não prestarmos conta de dois assuntos que não saem da pauta: corrupção e privilégios.

    • Enquanto no Brasil não se desvincular a luta contra a corrupção da Força Tarefa da Lava Jato, não se terá uma real luta contra a corrupção. Aécios Serras e mais uma grande quantidade de políticos, e maior ainda de empresas continuará impune fazendo discursos contra a corrupção e contra os privilégios. O atual MP não se incomoda com os casos explícitos de conflitos de interesse da SECON ou ainda pior dos Guedes e seus familiares. Das escolhas dos grupos de mercado que, sempre os mesmos, intermediam a venda de ações em todas as privatizações. Das relações entre os interesses de grandes grupos privados de educação e o ministério da Educação. E sequer do que esta ocorrendo no segundo escalão dos ministérios. Ou ainda da inoperância de vários ministérios que foram fundidos sem nenhum estudo. Ou sobre açoes e acusações ridiculas e infundadas gerando processos que custarão fortunas ao erário público. Ou sobre os efeitos das reformas economicas no aumento dos gastos publicos. A fortuna das auditorias em busca de caixa pretas. A CGU deveria investigar os ministros e ministérios com tantas diárias , viagens, e cargos comissionados de amigos do filho do presidente. Tudo isto é luta contra a corrupção, mas o silêncio da Lava Jato só se quebra quando faz mais uma acusação contra o PT. Isto está tão claro quanto estão nos roubando em cada uma das privatizações.

  2. So para ilustrar essa historia de “corrupção” uma noticia de março 2019, não se trata de corrupção mas de infringir sistematicamente as leis antitruste europeias…….
    União Européia impõe uma nova multa de 1,49 bilhões de euros ao Google
    Nunca dois sem três. Na quarta-feira, a Comissão Europeia impôs uma terceira multa de dez dígitos de 1,49 bilhões de euros ao Google por abuso de posição dominante, desta vez através da sua rede de publicidade AdSense. Isto segue-se à multa de 2,4 mil milhões de euros imposta em 2017 no caso Google Shopping e à multa recorde do ano passado de 4,3 mil milhões de euros por abusos do sistema operativo Android. O Google recorreu das duas primeiras multas e está reservando a sua decisão sobre o AdSense.

    8,2 bilhões de Euros em multas em dois anos

    Com esta decisão, a empresa Mountain View ocupa agora todos os lugares no pódio das maiores multas já aplicadas na UE por concorrência desleal. Em menos de dois anos, Bruxelas terá multado a Mountain View em mais de 8,2 mil milhões de euros. Este número resume o tamanho gigantesco do Google e a extensão dos seus abusos, bem como a escala da ofensiva liderada pela Comissária da Concorrência Margrethe Vestager, a “senhora dos impostos” abertamente perseguida por Donald Trump.

    O tamanho da multa no caso do AdSense deve, no entanto, ser colocado em perspectiva. Para além do seu impressionante montante bruto, representa “apenas” 1,29% do volume de negócios do Google em 2018, quando os textos autorizaram Bruxelas a elevar a coima para 10%. No entanto, o timing do anúncio não é insignificante: ele cai no meio da Advertising Week em Londres, um grande encontro da indústria publicitária que reúne mais de 35.000 pessoas em quatro dias.

    https://www.lesechos.fr/tech-medias/hightech/lue-inflige-a-google-une-nouvelle-amende-de-149-milliard-deuros-1002161

  3. Não é o caso de pedir uma posição da transparência sobre a vaza jato? Uma resposta direta a este artigo?
    Isto não pode ficar assim. Afinal de contas é muito grave se esta instituição estiver a serviço de destruir o país.
    A transparência deve ser questionado.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome