TV GGN: Congresso prepara golpe final na Constituição de 1988, por Luis Nassif

Três PECs propõe acabar com a destinação obrigatória de recursos para educação, saúde e segurança

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  'Foda-se!', disse o general, por Rômulo Moreira

8 comentários

  1. O congresso não está a altura de nada ….ao contrário….. tem personagens minúsculos, incapazes, de baixa qualificação, folclóricos, a maioria sem merecimento de estar ali…….e isso inclui vários da oposição. …. oposição por sua vez que se finge de morta, tapa os olhos e queda inerte diante os desfeitos do desgoverno miliciano, ou faz pior, como os governadores na reforma da previdência……..ou vão me dizer que os governadores da oposição são contra retirar direitos do funcionalismo, como rebaixar salários e acabar com a estabilidade???? Qual deles se manifestou contra? Nenhum….. será que estão contra essas malditas pecs? Ou estão como o jacaré? De boca aberta pra ver se cai algum? Ou há pressão popular, ou esqueçam….o desgoverno miliciano e uma parte da oposição, fingida e canalha, são uma coisa só….

    13
    2
    • Desculpe, mas há que se relativizar. Não temos e nem nunca tivemos maioria. Os representantes de trabalhadores ainda não perfazem o número necessário para impor qualquer derrota deste projeto homicida! Veja no quadro das votações, nas tentativas infrutíferas de bloquear pautas…Ora, não é hora de menosprezar o heroísmo desta parcela minoritária, em se opor ou em pelo menos diminuir as perdas…

    • Poposta de piso salarial para jornada de 40 horas ultrapassa 6 mil reais encaminhada à Assembleia pelo governador Flávio Dino, do Maranhão, do PCdoB.

  2. Os financiadores da campanha do impróbrio e energumeno está cobrando a fatura. Congresso nacional? marionetes na mão do grande capital nacional e internacional aliado a imprensa marrom deste pais.

  3. Discordo de vc Naldo qdo diz q a oposição está quieta, parada. Concordo com a qualificação que vc dá a grande número de seputados mas quero dizer q os partidos de oposição através de seus deputados tem feito sua parte na defesa dos direitos nossos q estão sendo retirados. Agora digo a vc que o povo está calado, esperando o pior dos piores acontecer. Ou invadimos asruas ou nada se modifica.

    • Desculpe, disse uma parte da oposição,
      na minha opinião, a maior parte parte……pegue o PT por exemplo, que se pretende o maior partido de oposição, parece que possui apenas dois senadores e tres deputados…..o restante não sabe o que está fazendo ali…..entretanto, os governadores da oposição secretamente concordam com essas reformas, até agora nenhum apareceu para desconfirmar…….se os congressistas seguem a orientação dos governadores, logo……….

  4. Desculpa, Nassif, mas o cálculo da coalizão “liberal-conservadora” é um só: “corre, antes que ‘a esquerda’ volte”. A agenda econômica é a mesma que nao tiveram tempo de concluir nos anos 90. O desemprego massivo levou a população a experimentar o “Agora é Lula”. So longo dos anos 80 e novemta o discurso era sempre o mesmo: por pior que as coisas estivessem, com o Lula (o mesmo valia para o Brizola) vai ser pior. Agora a direita e a extrema direita vao esticar até onde puderem a corda “tudo por causa do Lula”….

    Ou entende-se o que é e pra que serve o bode expiatório, ou já era.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome