fbpx
terça-feira, novembro 24, 2020
  • Carregando...
    Início Xadrez do Nassif

    Xadrez do Nassif

    Todos os artigos versando sobre xadrez

    O Xadrez das chagas do sistema judicial com o caso André do Rap

    Ao investir contra a decisão de Marco Aurélio, Fux pretendeu o controle total da pauta pela presidência. Que tenha tido o apoio de Barroso e Fachin mostra a deterioração do Supremo

    Xadrez de Moro, Dallagnol e Bolsonaro, e a busca do inimigo externo, por Luis...

    A enorme confusão em que se transformou o governo levou o presidente Jair Bolsonaro e o Ministro da Justiça Sérgio Moro, a duas ações...

    Xadrez da licitação da Zona Azul, da influência do BTG e do silêncio da...

    Semanas atrás, depois que passei a divulgar o caso, fui alvo de um processo do BTG Pactual – instituição que tem como sócio, hoje...

    Xadrez rápido: Moro usa Globo para calar Veja e atinge Deltan, por Luis Nassif

    Pallocci revela, mais uma vez, que é o delator Bom Bril, com mil e uma utilidades

    Xadrez do paralelos entre Hitler, Bolsonaro e o Estado profundo, por Luis Nassif

    Lá, houve conflitos entre o esquema militar e os terraplanistas do Partido Nazista. Aqui, os conflitos entre o Gabinete do Ódio e militares do governo

    Xadrez do pacto de Bolsonaro com o Estado profundo, por Luis Nassif

    Resta ver como esse pacto de Brasília resistirá aos problemas futuros da economia. Não se trata de favas contadas, porque pela frente há uma recessão prolongada, um aumento da miséria e do descontentamento geral. 

    O Estado profundo brasileira e a pornochanchada, comentário de Antonio Neto

    Quem manda é o binômio Bancos/Corporações. Gente cujo centro de decisão e operações não está aqui. Gente que não é daqui. Gente que não mora aqui. Gente que não liga para aparências, pois estão sempre ocultos. Para o proscênio do Executivo e do Legislativo, eles empurram os canastrões mais à mão – desses tipos, temos uma infinidade à disposição, geralmente de grande apelo popular: palhaços desdentados, ex-craques que não fizeram o pé-de-meia, apresentadores de televisão bonzinhos, capitães do exército exóticos e outras alimárias.

    As diferenças entre 64 e o novo pacto de Brasilia, comentário de Robson Santos...

    No horizonte, o país flerta com a fragmentação. Se a burguesia brasileira não abrir o olho, vai perder os dedos também. Se esqueceram que a raiz das revoluções (qualquer que seja a direção) é o completo abandono do povo.

    Xadrez inicial do futuro Ministro do STF Kassio Nunes

    Novas peças provavelmente aparecerão nos próximos meses. Mas mostra mais pouco do dignificante mundo dos Bolsonaro, aquele que a pax brasileira com o Supremo e tudo.

    Xadrez dos três enigmas da pirâmide de Bolsonaro e Guedes

    De um lado, o agravamento da questão social, aumentou o descontentamento popular. A única arma do governo para se contrapor a essa pressão é a renda básica. Aí já se trata de questão de sobrevivência política, da qual Bolsonaro não abrirá mão.

    Xadrez do caso Abadia-Eduardo Cunha no qual o único condenado foi o GGN

    Levantamos a história de Cunha no momento em que ele estava blindado pela mídia. A ação pertinaz da Justiça, especialmente em São Paulo e Rio, está matando o direito à informação

    Xadrez do novo Bolsonaro na antevéspera da grande noite, por Luis Nassif

    O novo bolsonarismo é filho da necessidade. Assim como as águas do rio que seguem para o mar, as circunstâncias políticas acabam conduzindo para o novo-velho desenho do populismo

    Xadrez de como Bolsonaro herdou a rede neopentecostal de Eduardo Cunha, por Luis Nassif

    Para entender o bolsonarismo, peça central é a questão da religião, especialmente do ativismo econômico e político das chamadas religiões neopentecostais.

    Xadrez de Bolsonaro a caminho de tomar o poder, por Luis Nassif

    Começa a ser desenhado o novo pacto, com Bolsonaro sendo convencido a se enquadrar, substituindo o estilo de ditador sem noção, pelas ferramentas básicas do populismo de direita

    Xadrez de Deltan, o boi de piranha da hipocrisia nacional

    Deltan está reduzido à sua verdadeira dimensão: um jovem procurador choramingando pelas cantos do Twitter e clamando por apoio

    Quem decide a política no Brasil são atores externos, comentário de Rafael Viera

    Agora, resta a nossas elites (militar, financeira, empresarial, burocrática estatal, midiática, política) seguir o caminho traçado por Washington, rumo ao fúnebre neoliberalismo. Quando mudar o cenário internacional, mudará o Brasil.

    Xadrez do pacto ultraliberal com um Bolsonaro domesticado

    Julgar que Bolsonaro pode ser eternamente domesticado é a mesma coisa que dar uma dieta vegetariana para uma hiena, e apostar que nunca mais ela voltará a gostar de carniça.

    Xadrez de Bolsonaro, o julgamento de Lula e o golpe, por Luis Nassif

    A única certeza que , se a cabeça do bolsonarismo não for decepada agora, pelo julgamento do Tribunal Superior Eleitoral, há o risco concreto de que, dentro de algum tempo, a confluência de forças permitir a ele completar o golpe militar que tentou há semanas contra o Supremo.

    Xadrez da Lava Jato como bode expiatório da hipocrisia nacional, comentário de Martin

    Como diz o ditado esperança é a última que morre. Só que no caso da lavajato e do desmonte promovido por ela acredito que dona esperança corre sério risco de passar dessa para melhor.

    Xadrez da Lava Jato como bode expiatório da hipocrisia nacional, comentário de Rafael Ramos

    A Lava Jato foi um cavalo de Tróia para destruir os pactos firmados nas Diretas Já e na Constituição de 88 e colocado em prática no entre impeachments.

    Mais comentados

    Últimas notícias