Início Xadrez do Nassif

Xadrez do Nassif

Todos os artigos versando sobre xadrez

Xadrez da Antologia da ignorância institucional: o sistema judicial, por Luis Nassif

Hoje o Brasil enfrenta outro desafio: o velho está morrendo e o novo não pode nascer. Barroso proclamou: “Os juízes estão do lado certo da história”. E a velha máxima de Nelson Rodrigues respondeu: “Os idiotas vão tomar conta do mundo”.

Aberta a temporada de discussão sobre o impeachment, por Luis Nassif

Até o final do mês a abertura ou não do processo de impeachment dependerá da vontade de Rodrigo Maia. A probabilidade maior é que não abra. Abrindo, o impeachment tem mais chances de ser bem sucedido

Xadrez do dilema: impeachment ou morte, democracia ou golpe

Não adianta se esconder debaixo da cama com receio das milícias. A cada dia que passa, seu poder aumentará. Se não cortar a cabeça da cobra agora, não haverá condições mais adiante.

Xadrez da entrada do país na era da ebulição, por Luis Nassif

Há dois anos os Bolsonaro vem armando suas milícias, desde as milícias propriamente ditas, aos clubes de tiro espalhados pelo país e os ruralistas. E tem se aproximado cada vez mais das bases das PMs e Forças Armadas

Xadrez de Bolsonaro e o avanço irreversível da militarização, por Luis Nassif

Por essencial, analise-se o fenômeno da militarização que, a  cada dia que passa, vai ficando mais nítido e espalhado.

As saídas comunitárias para a crise econômica e moral, comentário de Leonardo Sampaio

Por Leonardo Sampaio comentário no post Xadrez de 2010, a década da infâmia, por Luis Nassif Há uma saída : Progresso comunitário local sustentável, com a...

Xadrez de 2010, a década da infâmia, por Luis Nassif

Lula foi vítima do próprio sucesso. De um lado, ganhou uma força política imbatível. Sem perspectivas de conquistar a presidência, a oposição passou a conspirar. De outro lado, incensado mundialmente, confiou desmedidamente na sua intuição política e republicanamente desarmou-se.

Xadrez de Bolsonaro e o impeachmentômetro, por Luis Nassif

A leitura do cenário é a seguinte: se não mudar o estilo e não surgirem fatos novos, o resultado final será o impeachment.

Xadrez dos preparativos para 2022, por Luis Nassif

Há uma onda cada vez maior contra a truculência, a irracionalidade, o anti-cientificismo. Inegavelmente, tornou-se o ponto de disputa entre as forças antibolsonaristas

Xadrez da indústria das armas e a era dos grandes assaltos

Peça 1 - a relação direta entre liberação de armas e violência Há uma infinidade de estudos, de institutos ligados à segurança pública, mostrando relações...

Xadrez dos arquivos da Lava Jato e a segunda morte do mito Moro

Sérgio Moro não é um jurista. Mal domina o idioma pátrio. Não conhece a legislação internacional de mineração. Sua presença em um processo, como...

Xadrez da atração fatal do juiz Bretas pelo advogado Nythalmar

Peça 1 - o instituto da delação premiada De um artigo de 14 de abril de 2019: "Há tempos, venho apontando a falta de transparência nos...

Xadrez de como o pacto ultraliberal deixou o Brasil exposto ao trumpismo

Há uma ampliação da segurança sistêmica das famílias. Sem Estado, sem emprego formal, parte delas irá se abrigar nas organizações criminosas que há tempos, na Itália e em partes do Brasil, fornecem apoio aos desassistidos como forma de aliciamento.

O Xadrez das chagas do sistema judicial com o caso André do Rap

Ao investir contra a decisão de Marco Aurélio, Fux pretendeu o controle total da pauta pela presidência. Que tenha tido o apoio de Barroso e Fachin mostra a deterioração do Supremo

Xadrez de Moro, Dallagnol e Bolsonaro, e a busca do inimigo externo, por Luis...

A enorme confusão em que se transformou o governo levou o presidente Jair Bolsonaro e o Ministro da Justiça Sérgio Moro, a duas ações...

Xadrez da licitação da Zona Azul, da influência do BTG e do silêncio da...

Semanas atrás, depois que passei a divulgar o caso, fui alvo de um processo do BTG Pactual – instituição que tem como sócio, hoje...

Xadrez rápido: Moro usa Globo para calar Veja e atinge Deltan, por Luis Nassif

Pallocci revela, mais uma vez, que é o delator Bom Bril, com mil e uma utilidades

Xadrez do paralelos entre Hitler, Bolsonaro e o Estado profundo, por Luis Nassif

Lá, houve conflitos entre o esquema militar e os terraplanistas do Partido Nazista. Aqui, os conflitos entre o Gabinete do Ódio e militares do governo

Xadrez do pacto de Bolsonaro com o Estado profundo, por Luis Nassif

Resta ver como esse pacto de Brasília resistirá aos problemas futuros da economia. Não se trata de favas contadas, porque pela frente há uma recessão prolongada, um aumento da miséria e do descontentamento geral. 

As diferenças entre 64 e o novo pacto de Brasilia, comentário de Robson Santos...

No horizonte, o país flerta com a fragmentação. Se a burguesia brasileira não abrir o olho, vai perder os dedos também. Se esqueceram que a raiz das revoluções (qualquer que seja a direção) é o completo abandono do povo.

Leia também

Últimas notícias

GGN