Revista GGN

Assine

Cardozo, o maior mistério da era Dilma

A Lava Jato lança a Operação Triple X, visando o prédio do qual Lula adquiriu cotas de participação. No próprio nome, a operação já indica o alvo.

Em Quito, a presidente da República Dilma Rousseff reage, pela primeira vez admite os estragos  que a Lava Jato tem imposto à economia e diz que o ônus da prova cabe à quem acusa. Obviamente estava se referindo às insinuações contra o suposto proprietário do apartamento triplex.

O ministro-chefe da Casa Civil Jacques Wagner reage contra o que taxa de perseguição a Lula.

Todas as reportagens baseados no Palácio exprimem a avaliação de que a operação visa Lula e, a partir dele, a desestabilização do governo.

A equipe da Lava Jato, mais um procurador exibicionista do Ministério Público Estadual de São Paulo, já trataram de preparar terreno, vazando todas as suspeitas para a imprensa.

E o inacreditável Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo se exime de qualquer atitude, meramente garantindo que "Lula não está sendo investigado". Não é uma frase neutra: é um endosso total ao cerco que a Lava Jato impõe à maior figura do seu partido e, por tabela, ao seu governo. Ou Cardozo se pela de medo - seria interessante saber do quê. Ou atua deliberadamente contra seu próprio governo.

Algum dia Dilma Rousseff terá que esclarecer os motivos que a levaram a manter Cardozo durante tanto tempo em seu governo. Sua presença é uma ofensa a todos que se empenham em lutar pela manutenção das regras democráticas e contra o impeachment.

Decididamente, não é normal essa complacência de Dilma em relação a seu Ministro.

Média: 4.6 (63 votos)

Recomendamos para você

108 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Estranho

É muito estranho a permanência desta figura como ministro da justiça.... Não há como explicar isto, a não ser por necedade (é necedade mesmo, de néscia, e não necessidade).

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Henrique Finco

imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

Privatizações a vista

Todos os bizarros, inacreditáveis, nunca antes vistos acontecimentos, desde a posse de Dilma/PT, notadamente, o poderoso fogo midiático com todo apoio do PSDB, centrado nas roubalheiras na Petrobras, leva a crer, que nova onda de amplas privatizações estariam a caminho, caso o PSDB chegue a presidência da República. Tudo como nos tempos FHC/PSDB, novamente entregando estratégicas empresas estatais apreços de bananas, fazendo milhares de falências e desempregados por todo o Brasil. Nossa telefonia tornou-se a mais cara e uma das piores do mundo. Nossa energia elétrica, uma das mais caras do Planeta. Só que agora, com a grande rise mundial, lançará o Brasil numa guerra civil, tipo Iraque e Líbia. Sem dúvida alguma. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Paulo Marcelo
Paulo Marcelo

Cardozo, entre o tonto ou o senhor da situação.

O Ministro da Justiça pode ser o tonto que o pintam, mas tambem pode estar se fazendo de republicano, ter todas as informações ao seu alcance e assim consegue passa-las, preparando a defesa do seu lado.

Não temos e não teremos como saber.

Mas o governo e a petrobrás continuam de pé. Só falta a batalha do Lula que pelo visto o ex-presidente irá vencer.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de maria meneses
maria meneses

Cardoso o misterio de Dilma

Sergio  Lamarca, você  é um  poeta,ao analisar o momento  político  atual. Ma fez sorrir, rir e  relaxar. V aleu.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Clever Mendes de Oliveira
Clever Mendes de Oliveira

Não há nada de especial. São apenas iguais: técnicos

 

Luis Nassif,

Dei uma olhada no seu blog e vi como primeiro post intitulado “Economia brasileira: o futuro depende da reindustrialização” de domingo, 31/01/2016 às 09:40, em que o nome de Ricardo Cavalcanti-Schiel aparece, como se fora autor do post, logo após o título do post e mais embaixo aparece a informação “Enviado por Ricardo Cavalcanti-Schiel”. O endereço do post “Economia brasileira: o futuro depende da reindustrialização” é:

http://jornalggn.com.br/blog/ricardo-cavalcanti-schiel/economia-brasilei...

Antes do texto aparecia entre parênteses a seguinte frase:

“(Haveria apenas que se acrescentar ao título original da matéria: "...Mas o governo Dilma não faz a menor ideia disso").

O título do post trazia matéria de interesse, mas o Ricardo Cavalcanti-Schiel é um tanto cansativo para o meu gosto. No entanto, a frase que ele colocou entre parênteses, levou-me a considerar em ler o post, pois vi que não se tratava de matéria de autoria dele. Além disso achei interessante a frase de Ricardo Cavalcanti-Schiel porque ela me parecia confirmar o que frequentemente imagino quando leio um texto dele: "ele não tem idéia do que está dizendo". Assim até para verificar se o Ricardo Cavalcanti-Schiel realmente não tinha ideia do que dissera, eu continuei a ler o texto e vi que se tratava de entrevista de José Luis Oreiro, entrevistado por Patricia Fachin para o portal do Instituto Humanitas Usininos.

Gosto do José Luis Oreiro e lembrei-me de um artigo dele que eu já devo ter mencionado aqui no blog e então fui fazer pesquisa no seu blog e encontrei o seguinte post “Como Dilma conseguiu perder o apoio da indústria” de quinta-feira, 18/09/2014 às 07:00, e de sua autoria e que pode ser visto no seguinte endereço:

http://jornalggn.com.br/noticia/como-dilma-conseguiu-perder-o-apoio-da-i...

Imaginara que poderia encontrar alguma passagem de artigo de José Luis Oreiro que mostrava que muito do que ele dizia era também defendido pela presidenta Dilma Rousseff. Encontrei apenas um comentário meu enviado para você sexta-feira, 19/09/2016 às 20:28, contendo uma referência a um artigo de autoria de José Luis Oreiro e Nelson Marconi e publicado no Valor Econômico de quarta-feira, 17/09/2014, e que pode ser visto no seguinte endereço:

http://associacaokeynesiana.wordpress.com/2014/09/17/cambio-industria-e-...

O título do artigo é “Câmbio, Indústria e Crescimento”. Não era, entretanto, o artigo a que eu me referia que é mais antigo. Só que o início do meu comentário trazia assunto que eu lembrava que fora apresentado aqui no seu blog recentemente. Em meu comentário eu fazia crítica ao tratamento que você dava ao ministro da Justiça José Eduardo Martins Cardozo.

E então lembrei-me que você recentemente fizera um post para criticar o ministro da Justiça. Pesquisei entre os oito posts lidos da semana e colocado no terceiro lugar este seu post “Cardozo, o maior mistério da era Dilma” de quinta-feira, 28/01/2016 às 07:20. Vale então deixar transcrito a seguir a parte inicial do meu comentário junto ao post “Como Dilma conseguiu perder o apoio da indústria”, e que eu enviara para você sexta-feira, 19/09/2014 às 20:28, e para o qual dera como título o seguinte: “Dois coelhos com uma cajadada: a crítica dos outros”. Disse eu lá:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

“Luis Nassif,

Quando você apresenta as críticas dos empresários ao governo de Dilma Rousseff você não deixa de também apresentar as críticas que são suas. E eu tenho sido muito crítico de suas avaliações do governo da presidenta Dilma Rousseff. Há críticas isoladas que eu não entro muito no mérito, até por desconhecer a matéria. É o caso de uma crítica que você faz à política de direitos humanos. Há críticas que eu vejo sem importância como a que se faz ao ministro José Eduardo Cardozo. A bem da verdade, nunca fui admirador de José Eduardo Cardozo, mas na Nova República, quem dos ministros da Justiça relacionados a seguir poderiam servir de exemplo como sendo superiores ao José Eduardo Cardozo?

1) Fernando Lyra; 2) Paulo Brossard; 3) Oscar Dias Correia; 4) Saulo Ramos; 5) José Bernardo Cabral; 6) Jarbas Passarinho; 7) Célio Borja; 8) Maurício José Corrêa; 9) Alexandre de Paula Dupeyrat Martins; 10) Nelson Jobim; 11) Milton Seligman; 12) Iris Rezende; 13) José de Jesus Filho; 14) Renan Calheiros; 15) José Carlos Dias; 16) José Gregori; 17) Aloysio Nunes Ferreira Filho; 18) Miguel Reale Júnior; 19) Paulo de Tarso Ramos Ribeiro; 20) Márcio Thomaz Bastos; 21) Tarso Genro; 22) Luiz Paulo Barreto e 23) José Eduardo Cardozo.

É claro que Saulo Ramos e Márcio Thomaz Bastos como grandes advogados poderiam ter servido como uma couraça protetora ao presidente da República. Só que estas figuras já não funcionam mais nos dias de hoje. Então a crítica a José Eduardo Cardozo é válida no sentido de que ele não é nenhuma sumidade, mas a crítica é frágil à medida que não se tem nos últimos quase trinta anos de Nova República nenhuma sumidade e os que podiam ser relacionados como grandes advogados não fizeram nada de especial na passagem pelo Ministério da Justiça.

Lembro aqui que o tópico “Lista de Ministros da Justiça” pode ser vista na Wikipédia no seguinte endereço:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_ministros_da_Justi%C3%A7a_do...

Outra crítica específica sua direciona-se ao ministro dos Esportes e ela me pareceu tacanha, ainda que a maioria dos comentaristas acompanhassem você na sua crítica ao ministro Aldo Rabelo no post “O salto alto de Aldo Rabelo na não defesa da Copa” de segunda-feira, 24/02/2014 às 21:56 e que pode ser visto no seguinte endereço:

http://jornalggn.com.br/noticia/o-salto-alto-de-aldo-rabelo-na-nao-defes...

Na minha avaliação errado seria o governo, para combater as acusações de todos os lados que se faziam ao governo, aumentasse os gastos em comunicação para divulgar seus feitos. Talvez a manifestação de junho de 2013 possa ser julgada como apresentando do seu lado bom além da manifestação em si que é reverberação de democracia, certa antipatia aos governantes que se empenham na divulgação de seus feitos.”

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Coloquei mais assuntos no trecho que transcrevi para mostrar que o seu questionamento é um tanto fruto de quizilas idiossincrática que você conseguiu espargir pelo blog contaminando mentes mesmos as mais lúcidas.

No fundo, o ministro da José Eduardo Martins Cardozo e a presidenta Dilma Lana Rousseff são parecidos na concepção equivocada que possuem da política, concepção essa forjada no entendimento de que a política deve seguir os desígnios e deliberações dos técnicos. Para os dois, a política teria que atender o interesse maior da nação, como se esse interesse maior da nação fosse conhecido. A política, entretanto, é o consenso obtido mediante as barganhas e conchavos, tendo como único balizamento técnico as normas constitucionais e infraconstitucionais, sendo que essas são na maioria das vezes fruto do consenso e não da técnica.

Clever Mendes de Oliveira

BH, 31/01/2016 (Em Pedra Azul)

Seu voto: Nenhum

Eu já disse aqui e vou repetir

Parece acusação leviana mas vou insistir: o Zé Cardoso e a Dilma têm um caso. Nós que nos arrebentamos nessa dificílima reeleição, não podemos suportar tal irresponsabilidade da Presidenta. O cidadão Ze ministro está deixando o PT ser destruído sem dó nem piedade. Sua irresponsabilidade vai às raias da loucura.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

A única explicação

A única explicação que me resta. Os dois têm um caso.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Neideg
Neideg

  Cardoso não gosta de

 

Cardoso não gosta de velhas. Ele só as faz de bobas. infelizmente, a grande mulher q esperavamos ter eleito, se porta como uma velhota abobalhada deslumbrada com um pavão carreirista..

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de J K
J K

Dilma entendeu o que se passa

Pareceu que ela já entendeu o que se passa. No café com os jornalistas, poucas semanas atrás, ela disse que o governo não vai ceder à chantagem fruto de espionagem.

Por muitos anos o governo em geral ( seus membros e suas conexões) devem ter sido escutados.

Esse material deve ter sido armazenado para tempo oportuno. Em condições econômicas favoráveis seria muito difícil desmontar a rede de apoio que o governo federal havia conquistado. Seria como reclamar de um filantropo por ele ter hábitos refinados. No momento que entra em recessão a janela de oportunidade se abre e fica muito difícil de fechar novamente.

Mas, por quê? Porque aqueles que participaram do processo de escancaramento não podem mais sair do jogo, porque descobriram que suas vidas também podem vir a serem "abertas ao público". Como, infelizmente, não há santo nessa turma, o jeito é seguir ora contribuindo, ora tentando se esquivar, isso quase impossível.

Seu voto: Nenhum
imagem de dorival domingos
dorival domingos

até eu duvido as vezes que um

até eu duvido as vezes que um escarnio desses compoe o governo dilma e pior sendo desafeto do ex lula  

Seu voto: Nenhum

Ele é da cota da Mensagem ao Partido

A tese destacava a necessidade da recuperação ética do PT e propôs a “revolução democrática” e o “republicanismo” para a construção da sociedade socialista.

"Mensagem ao Partido

Em 2005, Tarso Genro, em meio às denúncias que começavam a envolver o então ministro Zé Dirceu em casos de corrupção, rompe com o Campo Majoritário (Ex-Articulação). Deixou público, na oportunidade, suas críticas à Articulação Unidade na Luta (que dirigia o Campo Majoritário e que, hoje, se denomina CNB). Na verdade, havia um movimento nesta direção protagonizada por outra tendência petista: a Democracia Socialista (DS). A DS incorporou, em 2005, duas correntes regionais (Alternativa Socialista e Movimento Socialista) e se alia com alguns expoentes petistas (casos de Paul Singer, José Eduardo Cardoso, Tarso Genro, Fernando Haddad, Elói Pietá, Eduardo Suplicy e Marcelo Deda) para lançar a tese “Mensagem ao Partido”. A tese destacava a necessidade da recuperação ética do PT e propôs a “revolução democrática” e o “republicanismo” para a construção da sociedade socialista. A DS rompia, a partir daí, com a Quarta Internacional e atraía outros intelectuais petistas, como Marilena Chauí e Maria Victória Benevides.

Seu voto: Nenhum

 

...spin

 

 

Mas o Cardozo é o resumo do governo

José Eduardo Cardozo não é um ponto fora da curva deste governo deplorável.

É o resumo dele.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Osvaldo Pavanelli
Osvaldo Pavanelli

Disse tudo, amigo.

Disse tudo, amigo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Olha...

A contragosto, mal que me pese, estou começando a te dar razão.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Segredo desvendado

Nassif, 

acho que alguns já desvendaram o segredo, principalmente no comentário de Jorge Vieira onde destaco (com licença Jorge):

"Na minha opinião, está aí posto um jogo político em que Cardozo e Dilma não têm força suficiente para promover uma ação de desmonte da organização que avança sobre Lula, o PT e o governo trabalhista."

Na política, às vezes, fazer o certo acaba dando mais errado do que fazer o que seria o errado.

É nesta hora que o estadista se destaca e o reconhecimento vem bem depois. Geralmente póstumo.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Felicio
Felicio

Triplex

Achei o texto excelente..
Leiam !!
Depois de pôr em liberdade todos os ex-diretores da Petrobras que roubaram a empresa por mais de 20 anos, engordando caixas dos partidos PSDB, PMDB e PP, operadores que já confessaram em juízo seus crimes, já devolveram, inclusive, parte do que foi roubado, outra parte, descoberta, até por autoridades estrangeiras... criminosos que receberam prêmios em dinheiro, depois de "presos"...
Me diga o que o time que já soltou Youssef um dia, que já engavetou todas as provas e contas secretas dos desvios bilionários do Banestado, pretende?
Querem Lula?
Mas Lula é o cara chato que cobrava propina da UTC? Não. Este era o Aécio.
Lula pegou emprestado o jatinho do Youssef? Não. Este era o Álvaro Dias.
Lula foi o cara que montou o esquema dentro da Petrobras com Cerveró, Paulo Roberto Costa e Delcídio? Não. Este era o FHC.
Lula é o amigo do banqueiro André Esteves? Não. Este era o Aécio, de novo.
Lula é meio-primo de Gregório Marin Preciado, aquele que levou US$15 milhões na venda de Pasadena? Não. Este é o Serra. Aquele que a Lava Jato apresenta com discreta tarja preta pra imprensa.
Lula foi descoberto com uma dezena de contas no exterior, ameaçou testemunhas, prejudicou alguma investigação? Não. Este é o Cunha.
Lula ameaçou empresários, exigiu 5 milhões de dólares, só de um deles? Não. Este também é o Cunha.
Se a Lava Jato e seus operadores não estão montando um esquema de desvio de investigações, um esquema pra lavar a grana suja dos maiores saqueadores da República, não vejo outra explicação pra essa palhaçada.
Não, meus amigos... eles não querem acabar com o PT ou se vingar do melhor governo que este país já mereceu. Isso é consequência que, se vier, brindarão com champanhe em algum endereço chique de Brasília ou Higienópolis. Querem é limpar a barra dos parceiros do crime que pretendia vender a Petrobras mais barato que a Vale, desmontar nosso esquema de defesa militar e colocar este país num caos político que alimentasse um caos social, um caos econômico e um desgaste internacional, sem precedentes. Isto sim, valeria um grande brinde. E prêmio ainda mais vergonhoso que este aí.

Malu Aires

Seu voto: Nenhum (1 voto)

E todos os escândalos de

E todos os escândalos de corrupção do PSDB estão indo para debaixo do tapete ...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Demarchi

imagem de j@iro, de sp
j@iro, de sp

Meu prezadíssimo Nassif, como

Meu prezadíssimo Nassif, como eu o conheço há mais de vinte anos e já fui seu colega, sei melhor que ninguém de sua honestidade e de sua fidelidade aos princípios do jornalismo.

Mas aqui entre nós, Nassif, qual é o seu problema com relação ao "Zé da Justiça"?

Não me leve a mal, mas me recuso a chamar a criatura pelo nome completo e pela designação do cargo que ocupa.

Para os que estão lendo este texto, não sou nem jamais fui do PT, mas votei duas vezes em Lula e duas vezes em Dilma.

Mas, sinceramente, a inação de Dilma Roussef diante da enxurrada de acusações sem fundamento do juizeco Moro e da grande imprensa faz com que eu me arrependa de ter votado nela.

Só que aí está um grande problema:

em quem eu deveria ter votado? No Serra? No Aécio?

O grande vetor do impeachment não é Eduardo Cunha, nem o PSDB, muito menos o Partido da Imprensa Golpista, o PIG.

É o Zé da Justiça. 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Luiza
Luiza

Dilma e o Zé se equivalem.Um pior que o outro.

O zé está pisando na democracia e no Estado de Direito. Um Fdp. Dilma se rendeu e vai entregar tudo o que quiserem e mais um pouco. Vai entregar o Brasil com a gente junto,  Vender ativos da Petrobras na bacia das almas é a escolha da Dilma [http://www.viomundo.com.br/denuncias/petrobras-adota-a-pior-opcao-vender-ativos-a-preco-de-banana.html#comment-952758] Ela quer outra reforma da Previdencia para aumentar ainda mais a idade da aposentadorai[nao ficaram contentes com a fórmula 85/95] e o pior de tudo - a desvinculaçao de receita orçamentária obrigatória ou receita constitucional da seguridade social da qual a previdencia faz parte, ou seja, toda a arrecadaçao que constitucionalmente tinha destinaçao certa e era poupada para nao ser usada para pagar juros prá banqueiro, agora, o governo quer desvincular e somar com o orçamento da Uniao para fazer superávit primário e ir direito para o bolso dos credores de títulos da dívida pública, maioria banqueiros internacionais. E isso porque a dívida pública, segundo o apurado na cpi de 2009/10, nem 20% dessa dívida se sustenta em documentos que provam a sua existencia. E o que Dilma decidiu sobre o pedido há 2 semanas atrás sobre cumpri a constituiçao e fazer a auditoria,?? Ela vetou !!! Desvincular receitas constitucionais é prova suficiente de que estamos diante de um governo que vai nos deixar sem lenço e sem documento, podem acreditar.É o cúmulo da filhadaputice ela defender isso. É o tiro no peito da trabalhador, o xeque-mate na a seguridade social que corresponde à previdencia, saude e  assistencia social. E Lula apoia, está defendendo tudo isso junto com Delfim Neto, o Trabuco, presidente do Banco Bradesco e até PHA apoia, vejam só!!!! [http://www.conversaafiada.com.br/economia/dilma-quer-mudar-a-previdencia].

O Estado vai sendo desmontado assim... Dilma vai entregando e entregando. Lula vai endossando e depois ele diz que está à esquerda da esquerda. Puro oportunismo. Quem apoia a desvinculaçao de receita da seguridade social é um grandissímo de um filho da puta, A matemática é simples: o governo nao pode meter a mao no orçamento da previdencia porque a renda que vai prá ela nao pode ir para outro lugar porque é vinculada constitucionalmente à sua destinaçao, mas o governo quer meter a mao nesse dinheiro para fazer superávit e pagar a dívida pública, ou melhor, pagar só juros porque a dívida nao será paga nunca porque emitimos dívida para pagar juros. Essa dívida se retroalimenta fraudulosamente e ilegalmente através de mecanismo meramente financeiros, de juros sobre juros ou juro composto[figura do anatocismo] proibido pela Constituiçao federal. Só uma auditoria para deixarmos de enviar quase todo o dinheiro da arrecadaçao no Brasil direto para o bolso dos credore, maioria banqueiros, A única saída para nao chegarmos à desgraça que acometeu a Grécia e auditar a dívida. Seremos a Grécia de amanhã, podem acreditar.

O governo mente. A Previdência Social é superavitária:  http://www.adufrj.org.br/index.php/noticias-destaque/2988-no-ccs,-maria-lucia-fattorelli-exp%C3%B4s-o-custo-social-da-d%C3%ADvida-p%C3%BAblica-brasileira.html “Ano passado[refere-se ao ano de 2014], sobraram R$ 53 bilhões. Em 2013, R$ 71 bilhões. O que se diz sobre o rombo da Previdência é mentiroso. É o discurso dos covardes. O financiamento da seguridade social é composto pelo INSS pago pelos contribuintes e empresas, pela Cofins (que incide sobre o faturamento das empresas) e a contribuição social pelo lucro líquido das empresas. Quando fazem a fraudulenta conta do ‘rombo’ da Previdência, só levam em consideração o descontado nas folhas de pagamento dos trabalhadores e o valor pago pela Previdência. As outras fontes de financiamento são desconsideradas. Os aposentados não são os responsáveis pelo suposto rombo[nas contas do governo porque a previdencia é superavitária], o rombo no orçamento da uniao é com os juros da dívida”[que tem a ver é com a irresponsabilidade do BC emitindo dívida para pagar dívida, swap cambial à rodo, contratos compromissados para remunerar sobra do caixa dos bancos, aumento irresponsável da selic por pressao dos dealers e etc... Por que nao taxar grandes fortunas, dona Dilma?? 

Desvinculaçao de receita orçamentária  é uma das recomendaçoes do FMI/Banco Mundial para o Brasil porque eles determinam o que deve ou nao acontecer aqui. Dilma vai cumprir item por item das recomendaçaoes. Estamos é fudidos e mal pagos e isso para quem ainda tiver emprego. 

Querem entender a mentira do governo sobre a Previdencia para justificar o entreguismo? assistam ao vídeo a partir dos 07:18

Seu voto: Nenhum

Luiza, mesmo que concorde contigo em muitas destas questões..

pergunto-lhe, qual é sua proposta?  Afundar o navio de vez?  Degolar o capitão e seus oficiais e jogá-los aos tubarões? Você pensa realmente que há algum santo na tripulação capaz de tomar o controle do leme e levá-lo a porto seguro? Pois eu penso que podemos afundar o navio de vez e todos seremos náufragos lutando por diminuto espaço em  uma prancha que nos mantenha flutuando, para que enfim a morte venha por falta de água e comida, mesmo que consigamos comer um pedacinho dos menos resistentes ou mais fracos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Luiza
Luiza

A soluçao é auditoria pública.Vc nao entende o q lê?

José, pelo seu comentário, das três, uma: (1)OU voce nao leu o que eu escrevi; (2)OU voce nao assistiu ao vídeo que eu postei e recomendei da audiencia pública na Camara federal sobre a Previdencia; (3) OU  está de má e a sua ignorância é exatemnte a matéria-prima usada por esse governo e os seus papagaios para enganar os trouxas. Po que digo isso? Porque eu afirmei que o governo mente sobre a previdencia social e fundamentei a minha afirmaçao com o link da própria auditora fiscal que esteve à frente da cpi as constas públicas e provou que nem 20% da nossa dívida pública se sustenta juridicamente através de documentos que o próprio governo forneceu, e, também, postei o vícdeo que trata exatamente disso que eu afirmei em comentário.

A saída, José, que voce nao leu,nao assistiu ou está de má fé, é fazer a auditoria da dívida que, inclusive, está na na constituiçao federal. O problema é que a saída foi vetada pela Dilma, uma presidenta inepta, fraca e rendida porque nao quer exercer a presidencia em favor do povo, simples assim. Capitou, se rendeu,vergou, e agora está desmontando o Estado com mentiras e mais mentiras, aliás, apoiada pelo sr Lula que sempre defendeu o direito dos trabalhadores. Por que? Porque ela quer continuar no poder mas precisa compactuar com o grande capital e, sobretudo, com o sistema financeiro internacional MAS para isso elea precisa entregar o Brasil nas maos dos gringos, entendeu, sr josé?

Aconselho o senhor a se informar melhor sobre o assunto, estudar um pouco essas questoes também lhe faria muito bem [deixei no meu comentário o link e o vídeo] ou ler de forma honesta o comentário alheio para, depois, sair falando merda e mais merda. Brasileiros que nao se informam, os midiotizados  ou de má fé sao a desgraça de uma naçao. Peço-lhe que assista ao vídeo ou acesse o link que eu postei da aiditora presidente do Movimento Auditoria Cidadã da dívida.  Isso vai lhe abrir os olhos, que estao fechados, disso tenho certeza..Abra a sua mente, os seus olhos para lutar pela realizaçao da auditoria da dívida. Essa é que é a nossa verdadeira luta.

Seu voto: Nenhum
imagem de João Mezzomo
João Mezzomo

Prezada Luiza, vou discordar

Prezada Luiza, vou discordar de ti. Se você tomar o que o governo pega anualmente dos rentistas e o que paga de juros há varios anos dá positivo ao governo, ou seja, parte das despesas são bancadas pelo capital captado no mercado. Achar que Selic alta é interesse dos baqueiros é uma avliação equivocada, a selic é CUSTO dos bancos, eles pagam o juro da Selic para pegar nosso dinheiro, gostariam que fosse zero. Eles ganham com os juros que cobram e esses quem determina é o mercado, ou seja, os bancos mais quem toma emprestado o dinheiro deles. A responsabilidade pela Selic alta é principalemte do rentista, que é quem deixa dinheiro aplicado em bancos, que não deixa se cair a Selic. Aí estão incluídos investidoes internacionais mas também familias de brasileiros que conseguem guardar diinherio, muitos de nós portanto.

Quanto à previdência concordo em parte com você, ela é deficitária do ponto de vista de que as contribuições não cobrem os benefícios, o governo tem de entrar com uma parte que vem de impostos e até de emissão de titulos da dívida pública.  Mas isso não quer dizer que seja ruim, ou que deva mudar, a seguridade social é um bem civilizatório inestimável e, sim, deve ser bancada em parte pelo Estado. O problema é que essa parte vtende a aumentar, em função de que as pessoas vivem cada vez mais, o que é bom mas demanda mais recursos e revisões periódicas. Acho que devemos resistir, tentar evitar as mudanças, mas é compreensível que o governo trente fazê-las.

Seu voto: Nenhum

22 de Agosto

    Sempre foi amorfo,  alem do mais possui "perfil" de procurador, não de advogado, de politico, sequer é de "notório saber juridico ", mas sempre foi bem afeito a manobrar estruturas de poder, desde a época da faculdade quando foi Presidente do CA 22 de Agosto.

     Por puro palpite, acho que existem pessoas que podem explicar o Dr. Cardozo, tais como: Luis Eduardo Greenhalg, José Mentor ( um de seus mentores originais ), até mesmo Zé Dirceu, Bandeira de Mello e Dr Temer.

      Palpite 2 : " medo de algo, seria interessante saber o que " - dialéticamente a reciproca pode ser aplicada, supondo que exista algo de "medo" em Cardozo, levando-o a inação e complacência, tambem pode se supor, sobre um possivel "medo" da Sra. Rousseff em troca-lo por outro mais incisivo.

Seu voto: Nenhum

junior50

Não sejamos tolo: Dilma, a

Não sejamos tolo: Dilma, a nossa guerreira, sabe tudo que ocorre nas linhas e nas entrelinhas dessa complexa Operação Lava a Jato, hoje na sua 86ª fase renomeada para OPLQJ-2018: Operação Pega o Lula de Qualquer Jeito. Nada lhe é nem nunca lhe foi estranho. Por que? Por uma razão bem simples: ela é a presidente da República, a única autoridade do país que tem a seu dispor um aparato de informações. E esse aparato, uma sistema que monitora,analisa e emite relatórios é infiltrado em todas as estruturas civis e militares do país. Nada lhe escapa. 

Se temos que emitir uma fatura de cobrança que seja para o endereço Palácio do Planalto, Gabinete da Presidência da República. O ministro José Eduardo Cardoso é um mero peão nesse jogo. Serve apenas de anteparo para que as cobranças não cheguem a sua chefe. 

Assim, a pergunta pertinente não é a que questiona o porquê ou porquês ela não demite o auxiliar citado, MAS POR QUE ELA ESTÁ AGINDO DESSA MANEIRA? Por que mesmo sabendo do clima de sedição na Polícia Federal, instituição sob seu comando e estruturada com base na hierarquia e na disciplina(vide Estatutos), simplesmente assiste impassível sua autoridade ser minada. 

Para nós, pobres mortais, resta especular. E a minha especulação preferida é que das duas uma: ou, 1º) Concorda integralmente com os objetivos subjacentes dessa Operação, ou seja, a criminalização de políticos, partidos(os corruptos) e corruptores(os empresários), mesmo à custa de severos danos colaterais(políticos-econômicos-sociais); ou, 2º) Ou é uma inepta sem as mínimas condições de estar no cargo que ocupa. 

Foi-se o tempo em que confiava intregralmente na lealdade dela ao PT e até mesmo ao Lula. 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Discordo. Dilma está mal informada, alienada no Palácio

O Palácio está tão cercado e penetrado que tudo que se fala em qualquer reunião (não digo de ministros), o Globo publica no dia seguinte (se quiser). Nesta conjuntura de alta traição, de guerra de informação, difamação e contra-informação, a presidenta se viu necessitada de pessoas confiáveis... encalhou nos "confiáveis" absolutamente incompetentes, entre eles a trinca maior: Levy, Mercadante e Cardozo. A vinda de Jorge Wagner foi um alívio.. só falta tirar o último nome da trinca. Mas agora me pergunto, não ocorre a ninguém se perguntar qual o nível de profundidade da relação entre a presidenta e seu nefasto ministro da justiça... A lógica emocional pode ser bem distinta da lógica racional...

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Cirley Borba
Cirley Borba

Segunda opção.

Eu acredito que seja a segunda opção. Faço minhas as suas palavras: foi-se o tempo em que confiava integralmente na lealdade dela ao PT e até a Lula.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de veranis
veranis

Acho que a primeira

Acho que a primeira possibilidade é a correta.É o tal legado dela, doa a quem doer. Bem esquisito por sinal!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Acho que o mistério é o "doa

Acho que o mistério é o "doa a quem doer, não ficará pedra sobre pedra" da Dilma.

Como a Dilma tem confiança no zé, deve ter dito " ô zé, deixa correr frouxo. Deixa esses meninos da PF brincarem à vontade. Porque, duvido que irão encontrar alguma coisa contra minha pessoa. Agora, eu só não posso responder pelos outro."

Talvez se fosse outro ministro mais autônomo, tentaria barrar algumas ações da PF.

Acho que a Dilma vai deixar esticar o maximo a corda da PF.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

Desculpe-me Gilson,

Concordo contigo, mas dizer  " Talvez se fosse outro ministro mais autônomo, tentaria barrar algumas ações da PF." não é nada bom, pois não se trata de "barrar" nenhuma operação ou investigação,  pois isto seria o retorno à era dos engavetadores e isto não interessa à sociedade brasileira e nem ao projeto democrático que defendemos. Trata-se de exigir, o termo é mesmo exigir,  "doa a quem doer" que a PF e o MP  atuem dentro dos estritos limites da lei. No caso, parece-me que quem tem o dever de impor limites ao MP é o STF, mas cabe à Dilma, e por extensão a seu Ministro da Justiça, que acione os poderes republicanos em defesa da própria República.  Aqui também está incluído o Parlamento, que tem sido atingido de forma mortal pela ação sediciosa da PF e MP, em conluio com a Imprensa.  Afinal, não é normal que PF e MP "invadam" o Congresso como vem fazendo.  E não me digam que estou defendendo malfeitores, como o Cunha, mas exigindo que a ele também seja aplicado o princípio de que temos de atuar dentro "dos limites da lei", sob pena de criarmos um estado absolutista comandado por forças pretorianas. Quando abrimos as portas para que um sedicioso aja fora da lei contra nossos desafetos ou adversários, estamos abrindo as portas para que  ele também aja assim conosco (cf. Berthord Brecht).

É por isto que devemos exigir, o termo é exigir, que Dilma mude de ministro da justiça. Emposse uma pessoa mais digna, competente e imparcial, que seja capaz de defender , "doa a quem doer", o estrito cumprimento da lei, e não este arremedo de "revolução republicana" inventado pelo cardoso e sua tropa de choque.

Seu voto: Nenhum

A era dos engavetadores...

... vai voltar se a coisa permanecer como está.

Dilma não está mundando (desculpe o palavreado) p0&&@ nenhuma!

Quando ela sair em 2018 e (caso trágico) o PSDB volte, tudo isso o que ela chama de "republicanismo" vai pro vinagre!

Sabe porquê? Porque a mídia continua governando e a mídia é quem condena. E a mídia condena quem quer.

Oderbretch do FHC é herói e do Lula é presidiário.

A justiça vai funcionar de forma seletiva. E nada do que Dilma está fazendo agora vai mudar isso.

Se tudo isso estivesse sendo feito, mas estivéssesmos com uma proposta de reforma do judiciário, aí sim eu poderia dizer que esse republicanismo seria salutar.

Mas o "republicanismo" serve pra justificar a covardia do governo.

Mas, o pior de tudo mesmo, é que essa inércia enfraquece o principal partido relacionado às causas sociais. Sem o PT, quem vai defender a causa dos menos favorecidos? O PSOL? Se tudo der certo, o PSOL vai levar uns 20 anos pra chegar aonde o PT chegou em 2000.

Se a coisa for assim, só vai servir pra mostrar que a mídia é quem manda. E que quem estiver no Planalto tem que se ajoelhar a ela se quiser governar.

E onde está o "deixa investigar"? Quer dizer, depende de quem está no poder pra "deixar investigar"? Isso significa que vamos ter que reeeeleger Dilma pra manter o "republicanismo"?

Difícil assim...

Seu voto: Nenhum

"Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar os oprimidos e amar os opressores." - Malcom X

"Com o tempo, uma imprensa cínica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma." - Pulitzer

imagem de Pentecoste
Pentecoste

Desculpem Senhores...

Embora eu concorde com todas as referências à leniência do Cardozo (o cara é fraco mesmo!), acho que a culpa é toda da DIREÇÃO do PT e não só da Dilma.

Ora, se os Ministérios da Justiça e da Educação são tão estratégicos e o partido da base que indica seus titulares é o PT como explicar a SAÍDA do Janine, que era uma unanimidade e a NÃO SAÍDA do Cardozo que também se tornou uma unanimidade no lado inverso?

Os outros partidos impõem incompetes e até bandidos como titulares de outras pastas não menos importantes, e a Santa Dilma aceita todos em nome da governabilidade. Então como ela não eceitaria a solicitação/imposição de mudança feita pelo PT numa Pasta que pertence ao partido mas que seu titular pactua com ILEGALIDADES diárias de seus subordinados ?

A culpa é da DIREÇÃO do PT !!!  Onde estão? O que estão fazendo? Vão conseguir levar à destruição do Partido!

Obrigado Nassif pela brilhante matéria e pela oportunidade de manifestar o esgotamento das minhas forças e até da vontade de continuar defendendo esse Partido, que já me encantou tanto e que hoje não passa de um partido omisso e covarde!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Valdelírio
Valdelírio

manutenção de Zé Cardozo no Ministério da Justiça

Concordo com a opinião de Pentecoste. Não há o que justifique esse cidadão no Ministério. Não sei quem o segura, mas boa coisa não pode ser.

Seu voto: Nenhum
imagem de Luiz Hespanha
Luiz Hespanha

Ministro da Justiça

Astrônomos descobriram um novo e raro tipo de planeta. Sabem onde ele está na galáxia mas não o enxergam. Deram a ele o nome de Zé Cardoso.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de sabra arad
sabra arad

Ministro blasé

A gravíssima violação de direitos de forma continuada pela Policia Federal e a força tarefa da Lava jato  acompanhada deste silencio e inatividade   está me irritando profundamente. Esta colocações blasé deste Ministro  parecem indicar que o que ele quer  é uma cadeira no Supremo.  Alguns policiais violadores de direitos deveriam estar sob inquérito, como no caso da esposa de Marcondes.  Outros devido a  militancia política partidária, num caso envolvendo políticos  deveriam ser transferidos. Os policiais responsáveis pela escuta de Youssef, que vai ao final absolver Youssef deveriam ser transferidos e punidos. Ações como a invasão da casa do Filho de Lula , deveriam ser punidas.  Mas o ministro, o diretor da policia federal e o conselho nacional de justiça , parecem se calar . O Ministério Publico que por lei deve defender o cidadão, se cala e até mesmo auxilia na violação de direitos. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Alguém abaixo disse que a

Alguém abaixo disse que a Dilma vai atingir a unanimidade em rejeição. Concordo, continuo achando-a bem intencionada, séria e de esquerda para valer. Continuo respeitando por sua história, que merece profunda admiriação.

Mas lamento afirmar que sua ação nã é mais de pura incompetência. É de irresponsabilidade. Sabe o que está acontecendo, mas coloca em primeiro lugar sua imagem honrada. E hoje em dia essa imagem só fica imaculada com o "selo pig de honestidade"

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Juliano Santos

imagem de Neideg
Neideg

Burocrata carreirista.

Burocrata carreirista. Conseguiu o apice da carreira, o resto que se f.......

Seu voto: Nenhum

Autodestruição

A mantença de Cardozo é um sintoma de uma tendência autodestrutiva.

No meu entendimento, Dilma deveria expurgar Cardozo imediatamente. Além disso, o governo Dilma deveria bancar os advogados de todos os empresários mantidos presos ilegalmente, como sinal de que o governo não está indiferente ao ataque contra o Brasil que Sergio Moro está comandando.

Mas, voltando ao mundo real, o governo sequer defendeu ministros como Orlando Silva, que hoje sabemos inocente das acusações. Então, Dilma não tem fidelidade aos que estão do seu lado. Ela prefere tentar agradar aos que lutam contra ela.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

_____________________________

Roberto Locatelli

Profissional de computação gráfica, modelador digital

imagem de Cirley Borba
Cirley Borba

Não tem fidelidade

Ela não tem fidelidade nem com Lula.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de veranis
veranis

Realmente o que ela deixou

Realmente o que ela deixou fazer ao Orlando Silva foi imperdoável. Mas sua  ex-ministra da Casa Civil e marido, foram poupados.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Sergio Lamarca
Sergio Lamarca

Nassif, existe coisas que só

Nassif, existe coisas que só a paixão explica. Será o amor?

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Reinaldo Lopes
Reinaldo Lopes

SIMPLES !

Simples ! 

A resposta ao motivo que leva a Presidenta Dilma a manter Cardozo no Ministério da Justiça é simples: Quem não deve não teme ! 

Ela já havia sinalizado neste sentido ao dizer que não ficaria pedra sobre pedra.

Cada dia que passa fica mais evidente que parte significativa das instituições do estado brasileiro sucumbiu ao poder financeiro dos Estados Unidos. Neste lado podre do Estado tem de tudo, desde aqueles que cederam aos encantos da ideologia liberal, passando por funcionários corruptos até chegar aos "entrega pátria".

Diante da quase incapacidade de lutar contra este verdadeiro câncer alojado na organização pública, Dilma, diferente da atitude tomada por Getúlio Vargas, optou por escancarar o problema e deixar que o Estado sadio lute contra o Estado doente confiando na força da parte boa das instituições. O mesmo processo ela vislumbra fora do Estado:  Sociedade consciente frente a sociedade inconsciente. Um ambiente de muita luta mas inevitável face ao atual estágio avançado da doença. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de João Mezzomo
João Mezzomo

A explicação do Cardozo se

A explicação do Cardozo se manter ministro é mais profunda do que parece, em minha avaliação. A esquerda quer mudar o mundo e acredita que isso é tarefa de seres angelicais, incorruptíveis e perfeitos. Na verdade a esquerda não, o PT, que, como dizia Brizola, pegou o moralismo da UDN. Então, ao invés de se centrar no discurso ideológico, de distribuir renda e poder ao andar de baixo, fica num moralismo tentando impingir nos inimigos a pecha de corrupto.
A Dilma virou presidente baseada nesse histórico e nesse discurso, de ser uma mulher incorruptível (e é, na medida em que isso é possível). Mandou vários para casa por tráfico de influencia, o que a isolou. Tentou colocar um petista na presidência da Câmara e acabou não mão do maior bandido.
Imediatamente após o início de seu governo a economia parou de crescer, pois ela não é tocada à moral, pelo contrário, o "mundo dos negócios" se recente desse perfeccionismo, como bem destacou Mandeville no célebre "A Fábula das Abelhas". Quem for adulto o suficiente para entender isso, OK, quem não for, não me encha o saco!!!!!
O PT, se quiser ser poder, tem de se tornar adulto como partido, deixar de ser um partido de calças curtas. O José Dirceu foi condenado sem provas, por merrecas. Foi abandonado. Vão prender o Lula e os petistas vão meter a cabeça na moita? O que teria acontecido se os seguidores de Mandela tivessem feito nisso?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A saida da Ministra da Justiça

Ontem a Ministra da Justiça na França, a carismatica e forte Christiane Taubira, deixou o cargo de Garde des Sceaux. Quem assume o cargo é um proximo do primeiro ministro Manuel Valls. Segundo alguns analistas na imprensa, Manuel Valls empurrou Taubira para a porta de saida do Ministério da Justiça. Outro motivo é a questão da perda da nacionalidade que esta em debate na França. O governo francês tenta passar a medida contra qualquer indicio de ato terrorista no territorio francês. Taubira, como a maioria mais à esquerda do PS, é contra. Tal medida beira a um atentado ao Estado Democratico de Direito.

Ao contrario do seu homologo brasileiro, madame Taubira foi uma Ministra atuante, forte, imprimiu uma marca na MJ francês e ela era a ultima feição de esquerda que o governo de centro-direita Valls-Hollande tinha. Sofreu ataques de todas as formas, inclusive o infame racismo. Taubira enfrentou e passou a lei do casamento para todos, de reforma das prisões, muitas vezes criticada pela direita e extrema-direita de laxista, mas sempre firme na defesa das minorias, das igualdades e da Justiça para todos.

Adeus Ministra, mas a combatente Christiane Taubira, certamente, continuara sua luta.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Fernando Moreno
Fernando Moreno

Isso é real?

Choca, ou chocou, já que está tão escancarada que não choca mais, a tentativa diuturna de alguns membros do Ministério Público de quererem culpar Lula de alguma coisa. E o pior, parece que não tem ninguém no país com poder ou vontade de frear essa sanha golpista. Juízes e policiais também se unem aos procuradores e promotores no desespero de vincular Lula numa ilicitude. Sabem que, sem isso, a chance de a oposição voltar ao poder é mínima. A sensação de quem vê tudo com olhos que não os da globo, veja, estadão, folha, é a pior possível. Espera-se uma reação todos os dias, que, inapelavelmente, não chega. O Ministro da Justiça já sucumbiu, de há muito, ao terror midiático do que Paulo Henrique denominou, com maestria, de PIG (Partido da Imprensa Golpista). Resta-nos esperar por socorro dos juízes, procuradores e policiais isentos, apartidários e imparciais.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Vou tentar aliviar um pouco a

Vou tentar aliviar um pouco a barra de Eduardo Cardozo e de Dilma Roussef

Eles partem do pressuposto ingênuo de que Lula, assim como a maioria dos dirigentes do PT, não têm o que temer, pois agiram e agem sempre, como agentes políticos, com toda a lisura possível, até a fronteira entre a ação técnica-administrativa-política legal e ilegal.

Sendo assim, Lula e os petistas poderiam ser investigados dos pés à cabeça e, ao término das investigações, receberiam um atestado de idoneidade.

Por outro lado, eles partem de outro pressuposto ingênuo de que as instituições Judiciário, MPF e PF são, também, órgãos públicos de idoneidade comprovada que jamais ousariam incriminar os petistas sem a apresentação de provas robustas.

Em relação ao 1º pressuposto, de certa forma, é o que tem dito, repetidamente, os dirigentes do PT quando, por exemplo, referem-se às doações de campanhas eleitorais: "todas as doações foram feitas legalmente e declaradas à Justiça Eleitoral". E foram mesmo, portanto, em princípio, não há nada a temer. Podem investigar à vontade.

O problema está no 2º pressuposto. Ao contrário do que imaginam Cardozo e Dilma - e isto eles não poderiam reconhecer publicamente - parte do MPF, parte da PF e parte do Judiciário, aliadas à mídia oligárquica, deram forma a uma organização criminosa cujo objetivo é inviabilizar a candidatura de Lula em 2018, se necessário prendê-lo, colocar o PT na clandestinidade e retirá-lo, em definitivo, da cena política. Para isto, essa organização está disposta a tudo, pois o que está em jogo são interesses poderosíssimos que passam pela riqueza do petróleo, o orçamento público, até a manutenção do Brasil na área de influência do imperialismo norte-americano.

Todos aqui sabem disto. E com mais razão, Cardozo e Dilma, pois ambos têm muito mais informações.

Na minha opinião, está aí posto um jogo político em que Cardozo e Dilma não têm força suficiente para promover uma ação de desmonte da organização que avança sobre Lula, o PT e o governo trabalhista.

Cerrar fogo sobre Cardozo e Dilma, para enfraquecer ainda mais o governo, será como dar um tiro no proprio pé. É o que mais sonha a oposição.

Todos contra o governo, mesmo que por motivos opostos, de tal forma que ele desmorone, sem a necessidade do golpe.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Jorge Vieira

imagem de veranis
veranis

Se como você diz esse governo

Se como você diz esse governo é tão fraco que  não segura suas próprias instituições especialmente a sacanagem reinante na PF, então estamos fritos. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Seu comentário nesta postagem.

Jorge Vieira, tenho a sua autorização para usar o seu comentário em minha página no Facebook?

Aguardo e agradeço desde já a sua atenção.

Sonia Naranjo

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Sônia: Pode dispor à vontade

Sônia: Pode dispor à vontade do texto em questão.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Jorge Vieira

Sonia Naranjo

Excelente a tua página no Facebook.

Vou frequentar sempre.

Seu voto: Nenhum

Jorge Vieira

imagem de Jorge Leite Pinto
Jorge Leite Pinto

Também penso ser por aí,

Também penso ser por aí, xará.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.