Revista GGN

Assine

Luis Nassif

Cunha tem recurso contra Luis Nassif rejeitado pela Justiça de São Paulo

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - A Primeira Turma Recursal Cível e Criminal da Seção Judiciária de São Paulo decidiu, por unanimidade, rejeitar um recurso da defesa de Eduardo Cunha, que havia apresentado uma queixa-crime contra Luis Nassif por conta de uma publicação do GGN, de 2016. Alvo de inúmeros inquéritos na Lava Jato, o ex-deputado argumentou que o texto que cita investigações do passado era difamatório. O advogado Percival Maricato foi autor de todas as argumentações apresentadas.
 
Ao analisar o caso, o juiz relator Sergio Henrique Bonachela apontou que a publicação de Nassif "revelou-se como exercício do direito de crítica, próprio da função jornalística que exerce, narrando fatos que são de ampla divulgação. Embora tenha dado relevo a determinadas circunstâncias e omitido outras, não cabe ao Poder Judiciário funcionar como Conselho de Ética da Imprensa, fazendo juízo de valor dos métodos e da sagacidade das publicações."
Média: 5 (11 votos)

Joice Hasselmann é condenada a indenizar filha de Luis Nassif por notícia falsa

Foto: Reprodução/RBA

Jornal GGN - O juiz Rodrigo Cesar Fernandes Marinho, da 4ª Vara Cível de São Paulo, condenou a jornalista Joice Hasselmann a indenizar Luiza de Aguirre Nassif, filha do jornalista Luis Nassif, por danos morais. Em fevereiro passado, a ex-funcionária da Veja publicou que Luiza estava em Nova York e liderou um protesto contra o juiz Sergio Moro, símbolo da Lava Jato. Joice ainda insinuou que a atitude da filha de Nassif estava vinculada a supostos pagamentos de "governo petista" ao veículo de comunicação dirigido por ele. A postagem repercutiu entre blogs de direita e Luiza sofreu ataques na internet.
Média: 5 (32 votos)

Ao Vivo: Luis Nassif palestra nesta edição de “Ciclo Brasil e suas perspectivas”

O jornalista Luis Nassif será o palestrante da segunda edição do “Ciclo Brasil e suas perspectivas”, dia 23 de junho, às 14 horas. Promovido pela Coppe/UFRJ, o Ciclo é aberto ao público e tem como objetivo promover debates sobre a crise do país e maneiras de superá-la. O evento será realizado no auditório da Coppe, na rua Moniz Aragão, 360, Centro de Tecnologia 2, bloco 1, Cidade Universitária. O evento terá tradução simultânea para Libras.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Nassif, bandolim e Lava Jato

Leia mais »

Média: 4.8 (5 votos)

AO VIVO - opinião do Nassif: a conta do impeachment

Após o terremoto político da denúncia da JBS, surge hoje uma nova informação que, se for confirmada, pode justificar a prisão de Michel Temer. Joesley Batista teria recebido de Temer a promessa de redução de 1 ponto da Selic.

A aposta no mercado futuro da taxa básica de juros pode significar a perda ou ganho de milhões. Logo, com essa informação privilegiada em mãos, as empresas investigadas na Lava Jato poderiam lucrar no mercado muito mais do que a multa que vão ter que pagar para o estado Brasileiro.

Cabe agora à Procuradoria Geral da República, o Banco Central e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) investigar essa informação. Se confirmada, Temer poderá ficar na história como uma das piores figuras públicas da política nacional.

Média: 5 (7 votos)

Opinião do Nassif: O depoimento de Lula na Lava Jato

Falta de visão estratégica dos agentes da força tarefa de Curitiba faz renascer o herói nacional 

 
Estão conseguindo criar um herói, é impressionante a falta de visão estratégica dos coordenadores da Lava Jato, incluindo juízes e procuradores. O dia 10 de maio poderá ser marcado pelo renascimento do mito Lula. 
 
O ex-presidente chegou em Curitiba, recebido por uma multidão de pessoas, apaixonadas, montando uma cena consagradora nas ruas da cidade.
 
Em contraposição, no depoimento, o que se viu foi a verdadeira dimensão dos juízes e procuradores. De um lado, uma pessoa que se tornou, durante um certo período de tempo, o estatista mais festejado do mundo, por incluir milhões de pessoas na linha do consumo, sendo comparado a vários heróis pacifistas. E, de repente, por conta da perseguição política, perde a mulher, Marisa Letícia, por complicações decorrentes de um acidente vascular cerebral, visivelmente abatida pelas pressões que vinha sofrendo nos últimos anos
 
O quadro é de uma pessoa - Lula - que saiu consagrada do governo, sendo criminalizada durante os últimos dois anos e meio, sem uma única prova das acusações as quais foi submetida. 
Leia mais »

Imagens

Média: 4.8 (24 votos)

Entrevista: Luis Nassif comenta 1 ano do golpe

 

do Psicanalistas pela Democracia

Entrevista: Luis Nassif comenta 1 ano do golpe

Em 17 de abril de 2016, tem início a última fase do golpe parlamentar-midiático-jurídico no país com a votação, na câmara dos deputados, do impeachment da presidente Dilma Roussef, eleita com mais de 54 milhões de votos. Nessa ocasião,  a consolidação do processo de impeachment culminou com o sequestro dos votos de eleitores, brasileiros, que acreditavam na democracia recém conquistada no país e, por isso, compareciam diante das urnas periodicamente a fim de eleger seus representantes.

Esse princípio foi traído e o resultado imediato desse golpe, após a usurpação do voto, foi o início da pauperização e a retirada relâmpago de direitos fundamentais da maioria da população brasileira, que já vivia em condições precárias e limites antes do golpe.

Leia mais »

Média: 4.2 (21 votos)

TV UFSC exibe ‘Diálogos’ com Luís Nassif nesta quarta-feira, dia 29

da UFSC

TV UFSC exibe ‘Diálogos’ com Luís Nassif nesta quarta-feira, dia 29

A TV UFSC exibe, nesta quarta-feira, 29 de março, mais um programa da série “Diálogos”, com o jornalista Luís Nassif, que proferiu palestra em Florianópolis na semana passada. O programa tem por objetivo abordar questões da atualidade por meio de conversas e depoimentos de personalidades dos mais diversos campos. “Diálogos” será exibido na quarta-feira, 29 de março, às 20h30, com reprise no sábado, 1º de abril, às 8h.

Leia mais »

Média: 4.6 (10 votos)

Roberto Freire, o micróbio contra o gigante

Roberto Freire é duplamente intruso. Primeiro, como Ministro da Cultura de um governo ilegítimo. Segundo, como porta-voz oficial em um evento de cultura, um político tosco entrando em águas que nunca frequentou..

Certa vez, o Jornalismo Wando – perfil gozador do Twitter - mandou uma saudação a Roberto Freire:

 

O sensibilizado manteve o mesmo baixo nível cultural,  mas se tornou Ministro da Cultura. É o governo de Macunaíma: o mais truculento dos políticos, José Serra, torna-se o comandante de diplomacia; o mais deslustrado dos políticos brasileiros, Freire, o Roberto, torna-se Ministro da Cultura; Mendonça Neto, que não aprendeu a declinar o verbo haver, torna-se Ministro da Educação, com a assessoria luxuosa de Alexandre Frota; e o marido de dona Marcela, o presidente.

Leia mais »

Média: 4.6 (52 votos)

Especial Sala de Visitas: Porque aprovar uma lei contra abuso de autoridade

Jornal GGN - A intenção do Senado de aprovar uma lei contra abuso de autoridade colocou mais lenha na fogueira da crise institucional entre Congresso, Judiciário e Ministério Público, a ponto de Renan Calheiros (PMDB) ter de recuar com o projeto, para não passar a imagem de que é uma tentativa de acabar com a Lava Jato. Mas por que aprovar uma lei contra abuso de autoridade?

O juiz federal Silvio Rocha explicou, em entrevista a Luis Nassif no programa Sala de Visitas que a garantia contra o abuso de autoridade é constitucional. "A lei de abuso de autoridade é mais uma garantia que o cidadão tem contra o exercício abusivo. Temos de desmitificar esse debate sobre ser pró ou contra e entender a partir daí, que é um desejo da Constituição."

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

O hangout do início do ano

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Brasil retoma visão anacrônica de neoliberalismo, alerta Bresser-Pereira

Professor avalia que crise política está associada à perda da ideia de nação pelas elites e declara: ‘Desenvolvimentismo é nacionalismo econômico’
 
Edição completa do Sala de visitas ainda hoje, às 18h, aqui no GGN

 
Jornal GGN – A crise política desencadeada em várias partes do mundo hoje, e que se aprofundou em 2016, é um sinal de insatisfação, cada vez maior, de grande parcela da população, “sobretudo branca e não-educada”, e que estaria se sentindo prejudicada pelo neoliberalismo há pelo menos três décadas. 
 
A avaliação é do professor Luiz Carlos Bresser-Pereira que, em entrevista exclusiva para o programa Na sala de visitas com Luis Nassif, avaliou as consequências da crise política sobre a economia no Brasil e a insistência de conceitos neoliberais no país, enquanto até mesmo os países centrais já deixaram de lado “a crença cega no mercado”.
 
Bresser-Pereira é da ala dos economistas desenvolvimentistas, compreendendo o desenvolvimentismo como sendo “nacionalismo econômico e intervenção moderada do Estado” no mercado. Para os setores não competitivos da microeconomia (formada por empresas de infraestrutura e de base) o professor destaca que o Estado deve atuar garantindo os preços macroeconômicos, para evitar guerras de preços e, ao mesmo tempo, precisa dar conta de um sistema educacional eficaz, desenvolvimento tecnológico e planejamento dos setores mais competitivos da economia. 
Média: 4 (8 votos)

‘Internet molda o cérebro das pessoas’, diz Nicolelis

Neurocientista teme sincronização de cérebros, que poderá reduzir características humanas como solidariedade e empatia 
 
Jornal GGN – Testes apontam que a internet, o meio de comunicação mais veloz já existente, está moldando o cérebro das pessoas, fazendo com que a razão humana funcione com características do mundo digital.
 
O grande problema nesse processo é que, ao mimetizar o funcionamento dos computadores, a humanidade tende a perder peculiaridades analógicas de empatia, solidariedade e respeito à opinião alheia. O alerta é do neurocientista Miguel Nicolelis, feito em entrevista exclusiva, que você poderá acompanhar na íntegra, quarta (28), aqui no GGN
 
Segundo o pesquisador, as mentes de bilhões em todo o mundo podem estar sendo moldadas pela imersão contínua no mundo virtual. “As pessoas estão cada vez mais se comportando como se fossem máquinas”, reforça, afirmando que é capaz de provar como isso acontece:  
Média: 5 (11 votos)

Nicolelis e o modelo educacional que a Finlândia abraçou

Crianças da periferia da capital do RN são inspiradas a desenvolver ciência ao lado de pesquisadores do Instituto de Neurociências - IINN
 

Jornal GGN – Miguel Nicolelis, o grande neurocientista brasileiro, é o principal protagonista em mais de um projeto. No quesito desenvolvimento educacional, Nicolelis criou um novo modelo que, de Macaíba, no Rio Grande do Norte, está ganhando o mundo. Em entrevista exclusiva para o GGN, o pesquisador brasileiro fala da instalação do Instituto Internacional de Neurociência de Natal - Edmond e Lily Safra (IINN-ELS) que, mais do que acompanhar o desenvolvimento de crianças em situação vulnerável, descobriu a infinidade de potencialidades que carregam ao se verem às voltas com cientistas dentro de centros de pesquisas.
 
"Nós criamos o primeiro curso de tempo integral do Nordeste, em 2003. No primeiro turno do dia a criança vai para a escola pública e, no segundo, na nossa escola (...) Nós damos oportunidades, a gente não força ninguém e descobrimos que por volta de 10% nos nossos alunos tinham um talento para matemática e para ciência impressionante, sem nunca terem estudado nada", conta. As aulas no Instituto de Neurociências são totalmente práticas, ou seja, os alunos aprendem química, física, biologia, robótica e até mesmo geografia nos laboratórios.
 
"É tudo interativo, e o aluno é protagonista. Ele não está recebendo 'a verdade', ele está descobrindo a melhor aproximação da verdade". Os alunos conseguiram, além dos avanços educacionais, aumentar sua autoestima, empoderadas que são na busca do conhecimento. Se antes conversavam olhando para o chão, passaram a concordar ou discordar dos adultos olhando nos olhos. Uma vitória dentro de outras conquistas.
Leia mais »
Média: 4.4 (7 votos)

Sala de visitas: a lei como arma de guerra política na Lava Jato

Nesta edição: Obra aborda violações da Lava Jato, o aumento da violência contra defensores dos direitos humanos, e o piano de Dudáh Lopes
 
 
Jornal GGN - Nesta edição, Luis Nassif recebe na sala de visitas três advogados que assinam artigos no livro O Caso Lula - A luta pela afirmação dos direitos fundamentais no Brasil, trabalho organizado por vinte e dois autores que abordam as violações já cometidas pela Operação Lava Jato.
 
 
Os advogados do ex-presidente, Valeska Teixeira Martins e Cristiano Zanin Martins, e o professor da Faculdade de Direito da PUC-SP e presidente do Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos da Infraestrutura (IBEJI), Rafael Valim, explicam a lawfare, ou seja, o uso da lei como uma arma de guerra política e econômica, por trás da megaoperação coordenada pela justiça de Curitiba, além do papel do Ministério Público Federal na cooperação internacional Brasil-Estados Unidos de combate à corrupção, que aponta como objetivo o desmantelamento da Petrobras que, antes da Lava Jato, era considerada uma das maiores empresas do mundo no setor.

Leia mais »

Média: 5 (9 votos)