Revista GGN

Assine

Petrobras

Justiça libera venda de campos em águas rasas da Petrobras

 
Jornal GGN - Nesta segunda (23), a Petrobras informou que o Tribunal Regional Federal da 5ª Região proferiu decisão favorável à empresa, permitindo que ela venda os blocos em áreas em águas rasas nos Estados do Ceará e Sergipe. 
 
A estatal anunciou, em julho do ano passado, que iria dar início ao processo de cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural de um conjunto de campos em águas rasas.
 
Com a decisão judicial, a estatal pode continuar com o projeto de venda desses ativos, mas ressaltou que ainda há a necessidade do “pronunciamento de mérito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os ajustes requeridos por essa autoridade na sistemática de desinvestimentos da Petrobras”. 

Leia mais »

Média: 3.3 (3 votos)

Lava Jato entrega Petrobras aos Estados Unidos, por Emanuel Cancella

Por Emanuel Cancella

*Coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e autor do livro “A outra face de Sérgio Moro”

Lava Jato, segundo a mídia, virou uma unanimidade nacional! Isso é caçoar da inteligência dos brasileiros, talvez fazendo alusão ao escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues que dizia que “Toda unanimidade é burra”, entretanto a sociedade já começa a enxergar a verdade e vai perceber que juiz Sérgio Moro pode até ser herói nacional, mas dos EUA.

Aliás, o governo americano o premiou e as suas principais revistas também, Time e Fortune, o exaltaram. Fizeram isso pelos excelentes serviços prestados ao povo americano, entre tantos:

1 - Moro chamou os procuradores americanos para investigar a Petrobrás, legitimando a espionagem, contra o Brasil.

Leia mais »

Média: 4.1 (13 votos)

FUP aceita proposta de reajuste da Petrobras

 
Jornal GGN - Representante de 13 sindicatos de funcionários da Petrobras, a Federação Única dos Petroleiros (FUP), anunciou ontem (19) que aceitou a proposta de reajuste salarial oferecida pela estatal. 
 
A proposta da Petrobras dá um reajuste de 8,57% nas tabelas de salários, retroativos a setembro de 2016, com a condição de que os funcionários concordem com a diminuição facultativa da jornada de trabalho.

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

Petrobras vai recorrer de decisão que suspendeu licitação em Libra

 
Jornal GGN - Nesta semana, a Petrobras declarou que irá recorrer de decisão do Tribunal Federal da 1ª Região (TRF-1) que suspendeu a licitação da plataforma piloto de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos. 
 
A decisão foi tomada após ação movida pelo Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), que afirma que o processo licitatório não cumpre as regras de conteúdo local que estão no contrato.
 
Libra foi leiloada em 2013 e é considerada uma das áreas de exploração mais promissoras do Brasil, e é previsto que a plataforma-piloto entre em funcionamento em 2020. 

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

Rolls-Royce vai ressarcir mais de R$ 80 milhões para a Petrobras

 
Jornal GGN - Por meio de nota à imprensa, a Petrobras informou que irá receber cerca de R$ 81 milhões devido a um acordo de leniência firmada entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Rolls-Royce, dentro da Operação Lava Jato. 
 
A estatal foi reconhecida como vítima pelo MPF e a empresa britânica terá de devolver o lucro líquido em seis contratos de fornecimento de bens e serviços para a Petrobras.

Leia mais »

Média: 2.7 (6 votos)

Por redução de jornada, Petrobras propõe reajuste de 8,57% nos salários

Jornal GGN - Em reunião realizada nesta quarta (18), a Petrobras fez uma contraproposta os petroleiros, oferecendo um reajuste de 8,57%, retroativo a setembro de 2016. Em contrapartida, a empresa quer que os funcionários aceitem a redução facultativa da jornada de trabalho.

A estatal afirmou, em comunicado interno aos funcionários, que agora aguarda um posicionamento favorável de seus empregados, dizendo também a proposta equivale à reposição da inflação no período.

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

Petrobras conclui oferta de US$ 4 bilhões em títulos no exterior

 
Jornal GGN - A Petrobras informou que conclui a oferta de títulos no mercado de capitais internacionais no valor de US$ 4 bilhões. Deste total, US$ 2 bilhões vencem em cinco anos e outros US$ 2 bilhões tem vencimento em dez anos. 
 
De acordo com a estatal, a demanda por títulos da companhia em dólar superou em quase cinco vezes o volume vendido, chegando a US$ 19 bilhões, com redução do custo em comparação com as captações realizadas no ano passado.

Leia mais »

Tags

Média: 1 (2 votos)

Governo cogita fazer duas rodadas do pré-sal neste ano

Jornal GGN - Segundo o Ministério de Minas e Energia, o governo está estudando a possibilidade de realizar duas rodadas do pré-sal neste ano, sob regime de Partilha de Produção. Uma rodada já estava programa para ocorrer em 2017.

A ideia seria antecipar a terceira rodada do leilão do pré-sal, de acordo com informações da agência Reuters. O governo não deu detalhes sobre as razões para a antecipação, nem quais áreas poderão ser leiloadas.

Fernando Coelho Filho, ministro de Minas e Energia, disse na semana passada que o governo analisava adiantar a segunda rodada do pré-sal, prevista para o segundo semestre, para o primeiro semestre deste ano. Leia mais »

Média: 2 (8 votos)

Combate à corrupção é usado como desculpa para entregar o nosso petróleo, por Emanuel Cancella

Por Emanuel Cancella

Os golpistas usam o combate à corrupção na Petrobrás como desculpa para  entregar nosso petróleo

“Criar problemas e depois oferecer soluções”. Noam Chomsky

Um verdadeiro combate à corrupção teria que ser permanente, com prisão dos corruptos e corruptores e a volta do dinheiro roubado à empresa, para assim fortalecê-la. Isso não acontece na Petrobrás! Ao invés de trancafiar os corruptos, de todos os partidos e não colocá-los com tornozeleiras, o que se faz agora é punir a empresa.

Isso porque, aproveitando toda a propaganda negativa sobre a Petrobrás, premeditadamente trabalhada pela mídia em colaboração com a Lava Jato,  o tucano Pedro Parente entrega descaradamente os ativos da Petrobrás, punindo ainda mais a empresa.

Leia mais »

Média: 4.6 (11 votos)

Combustíveis atingem maior valor médio semanal desde 2004

 
Jornal GGN - De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços médios da gasolina, etanol e diesel aumentaram na semana encerrada na última sexta (13), atingindo o patamar mais alto desde o início da série histórica medida semanalmente pela agência, em 2004. 
 
A gasolina ficou mais cara pela segunda semana consecutiva e teve preço médio de R$ 3,773 por litro, um aumento de 0,29% na semana. Já o diesel chegou a uma média de R$ 3,085 o litro, crescimento de 1,28%, e o etanol atingiu R$ 2,193, alta de 1,75%. 

Leia mais »

Média: 3.7 (3 votos)

Barradas as brasileiras, Petrobras convida empresas estrangeiras investigadas

 
Jornal GGN - Um dos motivos que levaram a Petrobras a recorrer ao mercado internacional para seguir na construção da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN), do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, foi que as construtoras nacionais são investigadas de corrupção e estão proibidas de fechar contratos. Mas a lista de 30 empresas convidadas a participar da licitação inclui diversas que estão envolvidas em escândalos de corrupção ou polêmicas no exterior.
 
A observação foi do jornalista Joaquim de Carvalho, do Diário do Centro do Mundo, que fez uma busca dos nomes das empresas estrangeiras convidadas para a obra que pode chegar a R$ 1,5 bilhão, que vai receber o gás natural produzido no pré-sal da Bacia de Santos, a partir de 2020. 
Média: 4.3 (8 votos)

Petrobras irá focar em desinvestimentos em refino neste ano

Jornal GGN - A área de refino e da distribuição de combustíveis fará parte do esforço do programa de venda de ativos da Petrobras, afirmou ontem (11) o diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, Ivan Monteiro.

Ele ressaltou que a companhia tem meta de desinvestimentos de US$ 21 bilhões para o biênio 2017-2018, dizendo que, para chegar a este objetivo, a empresa vai avaliar sua carteira e decidir quais ativos vão entrar no programa.

Leia mais »

Média: 1 (3 votos)

Petrobras diz que plataforma em Libra só é viável sem conteúdo local

Jornal GGN - Nesta quarta-feria (11), a diretora de exploração e produção da Petrobras, Solange Guedes, defendeu que o consórcio da área de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, seja liberada da exigência de conteúdo local para licitar a plataforma piloto do projeto.

Guedes disse também que espera uma autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para tirar a obrigação de conteúdo local na plataforma.

A diretora da estatal afirmou que foram recebidas ofertas com valores muito altos quando se considerou o uso do conteúdo local, no começo de 2016.

Leia mais »

Média: 2.1 (14 votos)

Petrobras convida somente empresas estrangeiras para licitação do Comperj

 
Jornal GGN - Nesta quarta-feira (11), a Petrobras anunciou que quer retomar as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí (RJ). A empresa lançou concorrência no valor de R$ 2 bilhões e convidou 30 empresas, todas elas estrangeiras. 
 
Segundo Pedro Parente, presidente da companhia, a Petrobras não faz distinção entre empresas nacionais e estrangeiras, mas afirmou que as grandes construtoras brasileiras estão impedidas de participar da licitação em razão da Operação Lava Jato. 
 
As obras do Comperj foram interrompidas em 2015, quando a empreiteira Queiroz Galvão, umas das investigadas na operação, disse que o valor acertado com a Petrobras não cobriria os custos, rompendo o contrato. 

Leia mais »

Média: 2.2 (10 votos)

Petrobras atinge meta de produção pelo segundo ano seguido

 
Jornal GGN - Por meio de nota à imprensa, a Petrobras informou que atingiu o planejamento previsto de produção de petróleo pelo segundo ano consecutivo. A estatal alcançou 2.144.256 barris por dia (bpd), uma marca 0,75% maior que o ano anterior e dentro da meta de 2,145 milhões bpd.
 
A empresa diz que bateu seu recorde histórico anual na produção média de petróleo, impulsionado pelo pré-sal, que também teve a maior produção média anual na história da estatal. Foram produzidos 1,02 milhão de barris de óleo por dia, um aumento de 33% na comparação com 2015. 

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)