Trump invoca lei de guerra e obriga General Motors a produzir respiradores

Trump acusou a GM de cobrar preços altos e protelar as negociações, para justificar a medida emergencial

Jornal GGN – O presidente Donald Trump invocou a Lei de Produção de Defesa, usada na Guerra da Coreia, para obrigar a General Motors (GM) a fabricar respiradores para o Estado norte-americano. Os aparelhos são necessários no combate aos casos graves de coronavírus e estão escassos no mundo.

Leia mais: Demanda mundial por respirador é 10 vezes maior que volume disponível 

Trump acusou a GM de cobrar preços altos e protelar as negociações para justificar a medida emergencial. “Nossas negociações com a GM sobre sua capacidade de proporcionar ventiladores foram produtivas, mas nossa luta contra o vírus é urgente demais para permitir que o ‘olho por olho’ do processo de contratação continue seu curso normal. A GM está perdendo tempo.”

A Lei de Produção de Defesa obriga a empresa a aceitar e produzir com prioridade os produtos solicitados em contratos com o governo dos Estados Unidos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro disse que ‘jamais’ entregaria telefone para perícia

2 comentários

  1. A GM nada conhece sobre respiradores e levará um bom tempo prá aprender.
    Seria mais eficiente investir nas empresas que já produzem o aparelho para aumentar a capacidade de produção.

    • 1. Respirador mecânico é um equipamento simples
      2. A Ford já desenvolveu um modelo aproveitando componentes da linha
      3. A indústria automobilística está ociosa, enquanto a indústria especializada está trabalhando com capacidade máxima.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome