A história do Procurador Douglas Kirchner

Jornal GGN – Antes de se tornar personagem nacional, atuando em parceria com a revista Época em casos envolvendo o ex-presidente Lula, o procurador Douglas Kirchner foi aprovado em um concurso em 2012 e alocado no Ministério Público Federal de Rondônia.

Lá envolveu-se em problemas religiosos-amorosos. 

O procurador é fiel de uma seita em Porto Velho, a Igreja Evangélica Hadar, acusada de explorar crianças e adolescentes, obrigando os menores a vender sanduiches em vias públicas, de madrugada, a realizar serviços de faxina no templo.  Em agosto de 2014 a seita foi denunciada à DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) (http://migre.me/t3ORW).

Na última semana de julho de 2014, Douglas foi denunciado ao Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, acusado de agressões físicas contra sua esposa, Tamires Souza Alexandre.

Segundo o GNotícias, da gospel.com.br, após o casamento, ambos foram residir no alojamento da igreja. Quando tentou se separar de Douglas, ele e uma pastora da igreja espancaram a moça com cipó e cinto. Depois, Tamires ficou em cárcere privado, só podendo se alimentar depois que os outros comessem. Foi obrigada a dormir no chão, com ventilador e sem cobertor, tendo adoecido por conta disso (http://migre.me/t3P5U).

Segundo o portal Rondônia ao Vivo, em uma das ocasiões a esposa teria ficado dois dias sem comer e, depois, foi trancafiada no alojamento da igreja. Mais tarde, conseguiu fugir e foi dormir na rua, sendo acolhida na casa de pessoas que a encontraram (http://migre.me/t3Paq). Era um crime previsto na Lei Maria da Penha.

No dia 8 de setembro de 2014, o Procurador Geral da República Rodrigo Janot dispensou Douglas do cargo de substituto eventual do Procurador-Chefe da Procuradoria do Estado de Rondônia (http://migre.me/t3Peg). Em seguida, Douglas foi promovido para o Distrito Federal.

Leia também:  "Miga, eu te avisei que ele só queria te comer...", por Letícia Sallorenzo

Apenas um ano depois, em 5 de outubro de 2015, a corregedoria nacional do Ministério Público instaura um processo administrativo contra ele. O crime cometido por Douglas foi transformado em “infração disciplinar” e submetido a julgamento pelo CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). O processo ainda não chegou ao fim. Não o impediu de ocupar cargos relevantes no Ministério Público do Distrito Federal.

Segundo relatório do CNMP, paira contra Douglas a acusação de ter mantido a esposa em cárcere privado, sem produtos essenciais para higiene pessoal, incluindo papel higienênico, pasta de dente. Tamires precisou rasgar a própria roupa para usar como absorvente. E era humilhada na frente de todas, tratada como “prostituta” pela pastora.  Teria ficado anêmica e o marido, influenciado pela pastora, recusou-se a comprar medicamentos.

Clique aqui

Nesse ínterim, Douglas mantém sua militância religiosa.

Compartilhou em sua rede social, considerando-o “sensacional”.  Nele, os expositores explicam que o erro não está nas instituições, mas no pecado. Investem vigorosamente contra os princípios da igualdade, o “abominável princípio” que tenta igualar pessoas nos aspectos econômicos, sociais e biológicos. Sustentam que o feminismo é uma invenção do ideal agnóstico das esquerdas. E comparam o casamento homossexual à pedofilia e aos homens que fazem sexo com os animais. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

94 comentários

  1. Cadê a equipe de psicólogos do Itamaraty…

    Aqueles caras que barraram o Torquemada Barbosão, com  certeza  iriam limar também esse aí:

    O cara pode ser inteligente ( concurseiro ), mas assim como Hitler: tem DNA e cara de doido !!

    • Teste psicológico neles!

      Para fazer curso para piloto de avião, tem que passar por um bom teste psicológico. Muito compreensivo. Mas, para pilotar a Justiça, pode ser maluco de pedra, sim senhor. Coisa de louco! Não é por acaso a muita baixa cotação de nossa justiça por parte do povo. 

    • Teste psicológico neles!

      Para fazer curso para piloto de avião, tem que passar por um bom teste psicológico. Muito compreensivo. Mas, para pilotar a Justiça, pode ser maluco de pedra, sim senhor. Coisa de louco! Não é por acaso a muita baixa cotação de nossa justiça por parte do povo. 

  2. O cara é completamente maluco

    O cara é completamente maluco e atua como procurador da república com todos as prerrogativas e poderes do cargo.

    É triste dizer isso mas o MPF virou uma zona.

  3. pequeno burguês…

    Eu não disse que o camarada era um pequeno burguês ?

    Vê-se por aí o nível dos concursos do MPF…

  4. pequeno burguês…

    Eu não disse que o camarada era um pequeno burguês ?

    Vê-se por aí o nível dos concursos do MPF…

  5. Por muito menos, nós, que não

    Por muito menos, nós, que não fazemos parte dos eleitos (juízes, procuradores, promotores); nem habitamos o Olimpo (o judiciário brasileiro e suas trocentas divisões); vamos em cana

    Qual será o pronunciamento da Liga da Justiça a respeito? Não vem ao caso?

    É um insulto que este sujeito , cujos salários são pagos por nós, ontinue flanando por aí

    É um chute no s**o de todos os cidadãos que a justiça seja leniente com um de seus membros

     

    • Se houvesse vergonha na cara por parte do judiciário…

      Esse “espírito de porco” que pune com tapinhas nas costas da mão não existiria. O problema, meu caro Luis Armidoro, é que eles são lenientes com todos os seus membros, especialmente se bicudos e emplumados.

  6. Ou seja, o poder judiciario

    Ou seja, o poder judiciario além de marajás tem radicais religiosos ao estilo “Estado Islamico”! 

  7. Prêmio

    A transferência de Rondônia para Brasília, a ser verdade o que diz a notícia, foi mais o que um prêmio. É assim que funcional o “Olimpo” do MPF. Os “deuses” devem à sociedade uma explicação, urgente. Ou vale tudo ali, desde que contra o PT e, sobretudo, Lula?

  8. sobre os concursos jurídicos

    Os concursos jurídicos estão cada vez mais sujeitos ao direcionamento. Os editais são gigantescos e ao mesmo tempo, genéricos, SEM BIBLIOGRAFIA, o que permite um enorme grau de arbítrio na condução dos certames. Basta alguém soprar os tópicos que serão abordados na prova para alguém ser beneficiado.

    Outro problema é que só há uma (pseudo) avaliação de conhecimentos jurídicos. O sujeito pode ser uma nulidade em lógica, matemática básica, conhecimentos gerais, idiomas estrangeiros, etc, e acaba passando (isso quando não há favorecimento) com decoreba de rodapé de jurisprudência. 

    Há muito tempo eu venho me manifestando sobre essas distorções. Presto e continuo prestando concursos jurídicos, mas apenas por diletantismo, sem estudar muito, a uma porque o conhecimento pedido em sua maioria tem utilidade efêmera (são detalhes legais que mudam a todo o tempo) e a duas porque esses certames são extremamente suscetíveis ao direcionamento, o que torna muito arriscado se matar de estudar para ser aprovado.

     

    (Estranho haver tantos pentecostais e evangélicos entre os aprovados)

    • Rapaz seu comentário é muito

      Rapaz seu comentário é muito bom, concordo inteiramente, e está na hora da sociedade brasileira repensar a forma de selecionar  seus funcionários. Creio que está é a grande reforma que precisa ser feita no país.

       

      Quanto a sua última frase, não é espanto, a pregação em favor dos concursos é messiânica, repare como os cursinhos se movimentam e agem como igrejas, prometendo o paraiso da aprovação.

      • é mais do que isso

        “Quanto a sua última frase, não é espanto, a pregação em favor dos concursos é messiânica, repare como os cursinhos se movimentam e agem como igrejas, prometendo o paraiso da aprovação.”

        Acho que é pior do que isso. Creio que a ligação entre os “irmãos” de dentro e os de fora seja tal que justifique a ajuda dos “irmãos” de dentro aos “irmãos” de fora, em detrimento da isonomia e da moralidade pública.

        A liturgia da religião é muito usada pelas máfias como elemento de coesão…

        • Os “irmãos de dentro”

          No caso da Receita Federal, funcionários (fiscais) faturaram milhões vendendo livros, apostilas e cursinhos e, ao mesmo tempo, sendo “colaboradores” da ESAF, entidade que elabora as provas dos concursos.

          O espantoso é que ninguém vê nada demais nesses casos.  É a moda mourinha do “não vem ao caso”.

  9. sobre os concursos jurídicos

    Os concursos jurídicos estão cada vez mais sujeitos ao direcionamento. Os editais são gigantescos e ao mesmo tempo, genéricos, SEM BIBLIOGRAFIA, o que permite um enorme grau de arbítrio na condução dos certames. Basta alguém soprar os tópicos que serão abordados na prova para alguém ser beneficiado.

    Outro problema é que só há uma (pseudo) avaliação de conhecimentos jurídicos. O sujeito pode ser uma nulidade em lógica, matemática básica, conhecimentos gerais, idiomas estrangeiros, etc, e acaba passando (isso quando não há favorecimento) com decoreba de rodapé de jurisprudência. 

    Há muito tempo eu venho me manifestando sobre essas distorções. Presto e continuo prestando concursos jurídicos, mas apenas por diletantismo, sem estudar muito, a uma porque o conhecimento pedido em sua maioria tem utilidade efêmera (são detalhes legais que mudam a todo o tempo) e a duas porque esses certames são extremamente suscetíveis ao direcionamento, o que torna muito arriscado se matar de estudar para ser aprovado.

     

    (Estranho haver tantos pentecostais e evangélicos entre os aprovados)

  10. PORTARIA 65/2015 CORREGEDORIA NACIONAL DO MP (CNMP)

    CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO (CNMP)

    CORREGEDORIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

    PORTARIA Nº 65, DE 4 DE AGOSTO DE 2015 (DOU 05/08/2015 – S2 – P54)
    .
    http://www.cnmp.mp.br/portal_2015/images/Corregedoria/Portarias_-_2015/portaria_65.pdf
    http://www.cnmp.mp.br/portal_2015/images/Corregedoria/Portarias_-_2015/portaria_65_2.pdf
    http://www.cnmp.mp.br/portal_2015/images/Corregedoria/Portarias_-_2015/portaria_65_3.pdf
    http://www.cnmp.mp.br/portal_2015/images/Corregedoria/Portarias_-_2015/portaria_65_4.pdf
    .
    (http://www.jusbrasil.com.br/diarios/97481298/dou-secao-2-05-08-2015-pg-54)

    .

    Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)
    PLENÁRIO
    .
    PORTARIA Nº 1, DE 26 DE AGOSTO DE 2015 (DOU 28/08/2015 – S2 – P49)

    http://www.jusbrasil.com.br/diarios/98849647/dou-secao-2-28-08-2015-pg-49
    .

    O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, por intermédio do Conselheiro abaixo firmado, nos autos do Processo Administrativo Disciplinar CNMP nº 1.00162/2015-03, no uso de suas atribuições conferidas pelo art. 130-A, § 2.º, III, da Constituição da República e pelo art. 88 e seguintes do Regimento Interno do CNMP; e

    CONSIDERANDO que o Corregedor Nacional, no uso das suas atribuições previstas no art. 18, inciso VI, 77, inciso IV, e 89, § 2º do RI/CNMP, determinou a instauração de Processo Administrativo Disciplinar em face do Procurador da República, DOUGLAS IVANOWSKI KIRCHNER, a partir das informações constantes da Reclamação Disciplinar CNMP nº 0.00.000.01178/2014-81;

    CONSIDERANDO que os fatos noticiados nestes autos configuram, em tese, a incursão do membro no artigo 240, inciso V, alínea d da Lei Complementar 75/93;

    resolve:

    Instituir Comissão Processante com a finalidade de DELEGAR aos Promotores de Justiça Luis Gustavo Maia Lima, Fábio Barros de Matos e Bernardo de Urbano Resende, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios para, sob a Presidência do primeiro, a competência necessária para promoverem a realização de diligências, nos termos do art. 89, § 1º, do RI/CNMP, procedendo a oitiva de todas as testemunhas, colheita de documentos, interrogatório do processado, bem como elaboração de relatório final e parecer conclusivo.

    O prazo de conclusão do Processo Administrativo Disciplinar tem seu início a partir da publicação da Portaria nº 65, de 4 de agosto de 2015, nos termos do art. 90 do RICNMP.

    LEONARDO CARVALHO

    ANEXO
    ROL DE TESTEMUNHAS:
    1. Tamires Souza Alexandre
    2. Eunice Batista Pitaluga
    3. Greyce Kelly de Souza Gomes Diogo,
    4. Maria das Mercês Ribeira,
    5. Valdenira Freitas Neves
    6. Alline Lima Costa Sarges
    7. Aline Rodrigues Dantas Sicherol
    .
    .
    LEI COMPLEMENTAR Nº 75, DE 20 DE MAIO DE 1993 (DOU de 21.5.1993)
    .
    Dispõe sobre a organização, as atribuições e o estatuto do Ministério Público da União.
    .
    TÍTULO III
    Das Disposições Estatutárias Especiais
    […]
    CAPÍTULO III
    Da Disciplina
    […]
    SEÇÃO III
    Das Sanções
    […]
    Art. 240. As sanções previstas no artigo anterior serão aplicadas:
    […]
    V – as de demissão, nos casos de:
    […]
    d) incontinência pública e escandalosa
    que comprometa gravemente, por sua habitualidade,
    a dignidade da Instituição;
    .

    http://www.jusbrasil.com.br/topicos/11304091/alinea-d-do-inciso-v-do-artigo-240-lc-n-75-de-20-de-maio-de-1993
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp75.htm

     

    http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/em-resposta-a-denuncia-lula-cita-mansao-dos-marinho-em-paraty-advogados-atacam-promotor-que-vaza-para-globo-mas-dificulta-defesa.html

     

  11. Tem alibe.

    Se for expulso do MPF dirá que foi em razão de ser perseguido pelo PT. Simples assim. Uma vítima, o rapaz. Triste é ver que o MPF está povoado de “fundamentalistas” religiosos. O livro sagrado deles é a Constituição Federal, e os princípios nela contidos são os mandamentos. Fora disso, é misturar Estado com religião. E como agente de Estado ele deve fazar a opção entre ser religioso ou Procurador.

  12. judiciário, um dos males, atualmente o maior

    No Pinel seria expulso depois da sua afirmação bíblica:

    “Investe vigorosamente contra os princípios da igualdade, o “abominável princípio” que tenta igualar pessoas nos aspectos econômicos, sociais e biológicos.”

    Mais um louco varrido de jogar pedras em aviões neste siatema moresco.

  13. Exame psicotécnico do MPF é para inglês ver…

    Tal como o JB Torquemada, este projeto de futuro Deltan Dalagnol sofre de sérios distúrbios comportamentais (no mínimo CIDE 10 – F20.0). No Itamaraty os testes psicotécnicos são sérios, tanto é verdade que ali o JB Assas Corporation foi reprovado. Já no MPF os testes não são lá estas coisas, pelo visto qualquer um que passe no concurso de provas e títulos e tenha sintomas de esquizofrenia, sociopatia ou psicopatia consegue entrar. 

    • Corrigindo

      ” …e tenha sintomas de esquizofrenia, sociopatia ou psicopatia consegue entrar…”  No caso de sociopatia/psicopatia eles recebem maior pontuação……

  14. preparação

    Todo o relato leva a crer que esse rapaz está sendo “cevado” para agir a mando de ordens superiores.

    Quem sabe seja uma reencarnação do Lee Harvey Oswald.

     

     

  15. Só Deus

    Tal como o garoto do MPF ai do vídeo, trazido pelo seu superior Janot, também sou pessimista e acho que as coisas vão piorar. E também, como esse menino, acho que daqui pra frente só com Deus mesmo, porque nós estamos ferrados na mão da grande mídia  e instituições públicas que, com suas ações diárias, apequenam o próprio demônio em pessoa. Só Deus mesmo.  

  16. Haverá uma orientação vinda

    Haverá uma orientação vinda de cima para que os psicólogos selecionem exatamente gente assim para entrar no MP?

    Perguntar não ofende.

  17. Concursos fajutos e a Justiça

    De há muito que escutamos terríveis coisas envolvendo a Justiça. Inclusive, os concursos para juiz e para os altos cargos dessa polêmica instituição. Dizem que só passam nesses concursos, parentes próximo de juiz, ou se for muito brilhante, ao ponto de inviabilizar reprovação. A julgar pelas absurdas centenças divulgadas e pelo comportamento marginal de alguns magistrados, já passa da hora da PF abrir a caixa preta da Justiça, que pelo suposto, promete ser muito mais bombástica do que Mensalão e Lava Jato, somados. Haja coragem. 

  18. É um cretino, ignorante e

    É um cretino, ignorante e messianico. Religião + Justiça= Inquisição. Está explicado tanto desvio de conduta neste moleque irresponsável e cagueta dos marinhos.

  19.  
    “Douglas explica que o erro

     

    “Douglas explica que o erro não está nas instituições, mas no pecado. Investe vigorosamente contra os princípios da igualdade, o “abominável princípio” que tenta igualar pessoas nos aspectos econômicos, sociais e biológicos. Sustenta que o feminismo é uma invenção do ideal agnóstico das esquerdas. E compara o casamento homossexual à pedofilia e aos homens que fazem sexo com os animais. ” (palavras do jóvem medieval, procurador Douglas Kirchner).

    Confesso ter enorme dificuldade em acreditar que os conceitos acima expostos sobrevivam numa mente contemporânea minimamente saudável. Excluindo-se naturalmente, aqueles grupos de terroristas e de fanáticos religiosos. Nem os fundamentalistas do Estado Islâmico chegam a tanta estupidez mental. Então, um merda desse pode até, me mandar prender?…

    Nós outros, que já cumprimos com as etapas infanto-juvenil. Ora, já adultos. Não temos nenhuma justificativa para dobrar a espinha, e, aceitar tamanho desaforo. Esses cabras querem nos humilhar. Uma Nação não pode permitir ser afrontada por situação tão rasteira, humilhante, e insólita. Ter de assistir novamente, ao espetáculo de levar um ex-presidente e sua família, ontem JK e D. Sarah, hoje Lula e D. Marisa, serem tratados desta maneira alucinada pelo imoral conluio entre uma imprensa corrupta e golpista, empenhada em subverter mais uma vez, diga-se, toda ordem Constitucional recém restaurada. Tentam agora repetir o 1° de abril do fatídico 64, como outrora,  visando ampliar seu poder de rapinagem. Ainda portam o mesmo discurso único da direita reacionária, aquele surrado e hipócrita blabla do combate à corrupção. (dos outros. Claro)

    Em 1964 rondavam os quartéis. Ora, portando câmeras, holofotes, vazamentos seletivos e selfies. Deixam prostrados os deslumbrados frangotes ainda no alvorecer da vida, alguns, ainda em processo de desmame. De repente, se tornam poderosos servidores públicos do judiciário, do MP, e da PF.  É quando os gaviões oportunistas, sobrevoam, mantendo os recém desmamados sob o intenso lume dos holofotes. Todos, coitados ansiosos e  hipnotizados pelos prêmios, por sair na capa das revistinhas da máfia, atrás da notoriedade fugaz das celebridades de merda. Ao menos, devemos nos rebelar, nos recusando a pagar essa farra imoral. Estes merdas tem que ser parados, antes que destruam o Brasil.

    Orlando

  20. Ô Janot, o que que é isso? O

    Ô Janot, o que que é isso? O que é que está virando esse MPF? É difícil para mim entender que um ser humano faça isso com  qualquer mulher e ainda mais com a própria mulher, agora, que em tempo de Maria da Penha, de tantas informações, o PGR passe a mão na cabeça de um ser como este e ainda lhe premie com cargo de relevância, isso não dá para entender. Se este fosse uma justiça séria, esses sujeitos do vídeo deveriam mesmo sair dali presos, nem eles acreditam que não seriam e sairam livres, leves e soltos. Putz!

    • Perguntar não ofende

      Da maneira que o “procurador” está agindo contra o ex-presidente (e futuro, se Deus quiser) Lula, será que ele não recebeu uma missão?… Dá ou não para desconfiar?…

          • Deve ser a mesma fonte que

            Deve ser a mesma fonte que ‘obriga’ Janot a arquivar convenientemente as denúncias contra Aécio (gravadas em audiências públicas na republiqueta do Paraná). Querem calar o Lula e dar preferência jurídica para a chapa perdedora e golpista do  chato do Aécio e do Aluysio 300 (300 para um e 300 para outros).  É a chapa 600, chapadona…

  21. O procurador é o proprio bandido

    Ele praticou um crime e grave. Espancou a mulher, colocou em carcere privado, poderia até ter morrido e o tal Procurador sai por ai falando dando lição de moral e no MP, correndo atras de “bandidos”, se o bandido é ele mesmo!

    Ou estão todos enlouquecidos ou não sou eu que não entendo esse estado de coisas.

    • TRIUNFO DA NULIDADE

      Maria, eu diria:

      Pare o mundo que eu quero descer.

      Como dizia Rui Barbosa:

      De tanto ver triunfar as nulidades…!!!

       

  22. quando ele fala opitem, é de


    quando ele fala opitem, é de amargar….

    como ele vai   dominar questões epistemológicas   com um erro primário desses?

    o que ele   le ou    leu?

    além de suspeito de tortura da mulher, tortura o   pensamento….

    com provas cabais neste vídeo;…

    manipula    ignorancias….inclusive a dele mesmo….

    o que tem de marxismo nesse papo furado?

    cita a escola de frankfurt e acaba no jacobinismo, que deve ser

    especialidade desses robesperrrianos  aí….

    puro   terror.

     

  23. “Spotlight” (o filme)

    A igreja não condenava seus membros criminosos… Os transferiam de paróquia.

    O MPF também.

  24. quem determina o perfil do aprovado?

    há muito tempo; há anos insisto na questão de quem é essa “entidade” que determina o perfil do aprovado nos concursos para magistratura, m.p’s. e procuradoria da república.

    esse tema é importante porque esses funcionarios com função de estado tem muito poder, que não emana do povo, e suas prerrogativas chegam a ofender o estado democrático de direito.

    quem é essa gente que vem sendo aprovada nesses concursos?

    quem são esses tais ‘concurseiros’?

    por essas e outras, urge um expurgo completo nesses quadros, mas nada de aposentadoria compulsória: expurgos nos molde daqueles que marcaram a moscou dos anos 30.

    já que esses ‘concurseiros’ são aprovados para tais funções sem saber história, seria interessante que passassem por uma profunda reeducação pelo trabalho, fazendo a manutenção da madeira-mamoré … pelados.

    afinal, “o trabalho liberta” … conforme o que esses nababos pregam aos outros.

  25. Lei Complementar 75/93

    Lei Complementar 75/93 (Estatuto do MPU):

    “Art. 239. Os membros do Ministério Público são passíveis das seguintes sanções disciplinares:

            I – advertência;

            II – censura;

            III – suspensão;

            IV – demissão; e

            V – cassação de aposentadoria ou de disponibilidade.

            Art. 240. As sanções previstas no artigo anterior serão aplicadas:

            I – a de advertência, reservadamente e por escrito, em caso de negligência no exercício das funções;

            II – a de censura, reservadamente e por escrito, em caso de reincidência em falta anteriormente punida com advertência ou de descumprimento de dever legal;

            III – a de suspensão, até quarenta e cinco dias, em caso de reincidência em falta anteriormente punida com censura;

            IV – a de suspensão, de quarenta e cinco a noventa dias, em caso de inobservância das vedações impostas por esta lei complementar ou de reincidência em falta anteriormente punida com suspensão até quarenta e cinco dias;

            V – as de demissão, nos casos de:

            a) lesão aos cofres públicos, dilapidação do patrimônio nacional ou de bens confiados à sua guarda;

            b) improbidade administrativa, nos termos do art. 37, § 4º, da Constituição Federal;

            c) condenação por crime praticado com abuso de poder ou violação de dever para com a Administração Pública, quando a pena aplicada for igual ou superior a dois anos;

            d) incontinência pública e escandalosa que comprometa gravemente, por sua habitualidade, a dignidade da Instituição;

            e) abandono de cargo;

            f) revelação de assunto de caráter sigiloso, que conheça em razão do cargo ou função, comprometendo a dignidade de suas funções ou da justiça;

            g) aceitação ilegal de cargo ou função pública;

            h) reincidência no descumprimento do dever legal, anteriormente punido com a suspensão prevista no inciso anterior;

            VI – cassação de aposentadoria ou de disponibilidade, nos casos de falta punível com demissão, praticada quando no exercício do cargo ou função.

            § 1º A suspensão importa, enquanto durar, na perda dos vencimentos e das vantagens pecuniárias inerentes ao exercício do cargo, vedada a sua conversão em multa.

            § 2º Considera-se reincidência, para os efeitos desta lei complementar, a prática de nova infração, dentro de quatro anos após cientificado o infrator do ato que lhe tenha imposto sanção disciplinar.

            § 3º Considera-se abandono do cargo a ausência do membro do Ministério Público ao exercício de suas funções, sem causa justificada, por mais de trinta dias consecutivos.

            § 4º Equipara-se ao abandono de cargo a falta injustificada por mais de sessenta dias intercalados, no período de doze meses.

            § 5º A demissão poderá ser convertida, uma única vez, em suspensão, nas hipóteses previstas nas alíneas a e h do inciso V, quando de pequena gravidade o fato ou irrelevantes os danos causados, atendido o disposto no art. 244.”

  26. Procurador preocupante.

    Muitos dos vídeos marcados como “gostei” no canal do You Tube (suponho que não seja um fake) dessa criatura fazem pensar num perfil deveras preocupante para um procurador da República.

  27. Sugiro exame de sanidade

    Sugiro exame de sanidade mental para procuradores e juízes. E se querem fazer mais corretamente ainda, sugiro que os exames sejam aplicados aos que já exercem os cargos.

  28. curriculum para mpf

    Pelo exposto neste texto concluo que Kirchner est.á no lugar certo. Atende requisitos da PGR e CNMP. Aleluia aleluia !

  29. Manicômio público federal (MPF)

    Janot com certeza sabia destes pequenos deslizes do indivíduo, mas ele tinha uma grande virtude – que não poderia ser deixada de lado – a disposição para com seus poderes perseguir o LULA.

  30. Então,quer dizer que,qualquer sequestrador,estuprador,torturador

    ,misógino ou o diabo a quatro,que manter esses itens ao alcance da vitima está livre?Segundo relatório do CNMP, paira contra Douglas a acusação de ter mantido a esposa em cárcere privado, sem produtos essenciais para higiene pessoal, incluindo papel higienênico, pasta de dente. Tamires precisou rasgar a própria roupa para usar como absorvente. E era humilhada na frente de todas, tratada como “prostituta” pela pastora.  Teria ficado anêmica e o marido, influenciado pela pastora, recusou-se a comprar medicamentos.Não acontece nada?

  31. Nada disso me espanta

    A conduta, as ideias e o fanatismo dele são essenciais pra quem queira se destacar no MPF de hoje.

    O que me espanta absurdamente é que o PT não ponha isso no papel e peça o mais rápido possível a suspeição do sujeito…

  32. Eu vou achar é graça vendo o

    Eu vou achar é graça vendo o Comandante em Chefe das Forças Armadas fazendo continência para um viciado(ou traficante?) e sua curriola. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  33. Estarrecedor o video anexado

    Estarrecedor o video anexado na matéria, onde dois jovens se apresentam como defensores do pensamento da direita convencional, pensamento esse lastreado no direito natural do gênero, onde o homem deve ter privilégios sobre a mulher (segundo eles) e o núcleo familiar não pode ser alterado por nenhuma legislação do homem porque já estabelecido nas regras do criador (segundo eles, o que tornaria “imexível” qualquer legislação humanista), e que tudo que seja diferente disso é obra de esquerdistas e marxista influenciados pela escola de Frankfurt.

    Deve ser por pensamentos desse tipo que o procurador de Rondonia se sentiu no direito de encarcerar a mulher por cinco meses, sem direito a higiene pessoal, alimentação decente e remédios, além da perda da liberdade de ir e vir e ainda ser vilipendiada nos cultos evangélicos ao ser apresentada como prostituta e exemplo de mulher indigna.

    Estamos retornando paulatinamente à era medieval e não estamos percebendo a gravidade da situação.

    Preocupante !

  34. essas pessoas só infamam a

    essas pessoas só infamam a inteligencia humana…

    mentes doentias, revelam um mal-estar inerente às suas inabilidades humanas…….

  35. Não fosse o cargo, certamente

    Não fosse o cargo, certamente já constaria uma condenação exemplar na ficha desse rapaz.

    Mas é sempre reconfortante saber que “ninguém está acima ou à margem da lei”.

    Com esse tipo de cabeça ingressando nos quadros da PF, MP e Judiciário, voltaremos à Idade da Pedra Lascada.

     

  36. Ou seja, pessoas truculentas,

    Ou seja, pessoas truculentas, fundamentalistas religiosos e seguindo aquela velha ladainha de que vamos ser dominados pelo “comunismo”. Aliás, é impressionante como ainda tem gente que cai nesse papo. Alguns se convencem de que melhoras de vida para o próprio povo são “comunismo” e não simplesmente algo normal e desejável. Encontraram brechas para atuarem e hoje fazem poítica no que deveria ser uma atuação responsável como funcionários públicos. Lamentável.

  37. O Procurador,o MPF e o futuro

    Muito bem, virei vidente: o Procurador (com o Moro) prende o Lula e acaba com as chances do PT em 2018. A Marina larga na frente nas eleições presidenciais, mas na véspera a Veja lança reportagem de capa denunciando que ela é viciada no Santo-daime! O Aécio (ou o Alkmin ou o Serra, tanto faz) vence a eleição, promove junto com um congresso “todo seu” uma radical mudança das atribuições do Ministério Público e da Polícia Federal, esvaziando-os té a insignificância, além de fortalecer brutalmente as prerrogativas dos congressistas e afins. Beleza, não é? (E nós, só não choraremos porque estaremos emigrando para o raio que parta).

  38. A Rede Globo, em sua própria

    A Rede Globo, em sua própria concepção de grandiosa Babilônia, tem apresentado à sociedade brasileira imensos repertórios que dão vida ao ideal de uma infinidade de canalhas – extremamente engenhosos – para modalidade de fúrias da sociedade em todos os gêneros.

    A depravação, a libertinagem vulgar, a agressão às mulheres são coisas rotineiras; em particular, a traição e a degradação das famílias procedem das características do domínio midiático que entram nas novelas para provocar intolerância nas minorias, a corrupção nas empresas ou nos cargos públicos e até revela o governo atacado pelas trevas.

    Também, através de invenções impregnadas ao corpo dos melhores artistas, numa quase perfeita encenação do satanás, alguns espectadores assistem a tantas situações complicadas desse poder que esquecem, no sub-consciente, que o mataria em outra pessoa.

    Isto não representa o povo brasileiro, estamos importando cultura latino-americana.

  39. O procurador é perfeito para

    O procurador é perfeito para simbolizar a atual justiça e o ministério público do Brasil.

    • Mas, em tempos atuais…

      …Ele é um dos heróis da Oposição, um semideus para a classe média e para a mídia e candidato a promoções e elogios em folha no âmbito do Ministério Público! Um exemplo a ser seguido pelos seus pares!

    • Bem ambientado.

      De uma coisa o Ministério Público já demonstrou que pode nos assigurar. Esse menino desajustado não se sentirá de nenhuma forma deslocado entre os seus colegas do MP. Porque já dá pra perceber que lá o que tem para o momento, é desse tipo para pior. Sintonia perfeita entre semelhantes.

  40. O psicoténico do MP e do

    O psicoténico do MP e do judiciário como um todo só deve aprovar psicopatas e sociopatas. 

    • achei meu diagnóstico!

      Eu fui aprovado (confesso que nunca me achei muito normal).

      Muito obrigado por chegar ao meu diagnóstico.

      Só falta agora, pra ficar completo, me indicar o tratamento…

      • Munique 1932, São Paulo 2016.

        Zé, não significa que TODOS os aprovados o foram através de fraudes. Mas aqueles que foram aprovados através de fraudes, aqueles néscios, filhos de alguém ou a soldo de alguém, esses sobem na carreira na velocidade de um foguete. Você conhece algum funcionário público com apenas 3 anos de exercício da função, ameaçar botar a República abaixo? São Paulo virou uma nova Munique 1932 e há candidatos a Adolf Hitler demais por aí.

        • Mas a culpa então não é do
          Mas a culpa então não é do concurso público. Culpe a Constituicão brasileira de 1988, que deu excessivo poder aos MPs, sem que prestem contas de seus atos a ninguém, o mesmo dizendo dos juízes. Não culpe os concursos.
          Esse promotor deveria ter sido severamente punido, até com demissão, mas não foi. Cadê o CNMP?
          Culpar os concursos é como culpar o sofá pelo adultério.

  41. Dando sempre o direito a defesa, algo que está se tornando ….

    Dando sempre o direito a defesa, algo que está se tornando incomum no Brasil, poderíamos supor que os fatos não são verdadeiros, porém quando notícias como estas saem em um Portal Gospel que geralmente defendem os pastores contra calúnias e difamações, o assunto fica bem mais sério.

    É inconcebível que o Ministério Público não tenha ao mínimo afastado preventivamente este senhor até que fossem feitas averiguações e verificado a veracidade dos fatos, pois qualquer uma das denúncias que fosse verificada num país e numa instituição séria seria motivo de demissão deste senhor. Porém estamos supondo que o Ministério Público é uma organização séria.

  42. Quanto mais comprometido, melhor

    Dizem que não se domina um indivíduo por suas qualidades e acertos, mas sim, por seus defeitos e erros. Trocando em miúdo, quanto mais comprometido e envolvido for, tanto melhor para ser controlado. Tipo ideal para a turma de preto. Trágico e verdadeiro. Não é por acaso que a Justiça é lerda, injusta, desmoralizada e caríssima. Puro terror. 

  43. Poderia não ter sido procurador, não fosse o Fux?

    O grifo em negrito fui eu que coloquei:

    “Além de tudo o quanto exposto, causa espécie a propositura da presente Reclamação, que persegue, por um purismo formal injustificado e incompatível com a Constituição, o desperdício de um longo e custoso certame público de seleção de candidatos atestadamente capacitadíssimos para o exercício da função, aprovados em todas as provas escritas do concurso, deixando ao desabrigo a população que depende do indispensável serviço prestado pelas fileiras do Ministério Público Federal.”

    Texto completo em

    http://file:///C:/Documents%20and%20Settings/ANTONIO/Meus%20documentos/Downloads/texto_104956724.pdf

     

  44. É possível ser capacitado e,

    É possível ser capacitado e, ao mesmo tempo, ser desequilibrado, bandido ou psicopata. Não é só a capacidade que importa.

     

    O problema maior é o corporativismo.

  45. Esse procurador da república

    Esse procurador da república não é uma exceção. Psicopatas (como ele), investidos do poder que lhes é concedido pela Constituição Federal, estão infiltrados nos cargos chamados “função de estado”, onde o cidadão depois de investidos no cargo, podem cometer crimes sem medo de serem punidos. Algo está errado, e precisa ser consertado: Cada membro do Ministério Público atua como um poder independente. Não presta conta ao Procurador Geral da República, e nem mesmo ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Desde que tomou posse no cargo ele vem cometendo crimes impunemente. Até quando?

  46. Pelo andar da carraguagem

    Pelo andar da carraguagem essa máfia midiático-penal vai deixar o povo de mão limpas, pois no rabo da Lava Jato até o pré-sal tá indo pró beleléu…adeus 30% pra Petrobrás, adeus 100% dos royalties para a saúde e educação, bem no espírito da politica da terra arrasada dos Douglas da vida…

  47. Criaram o concurso público

    Criaram o concurso público para igualar os concorrentes. Ninguém mais seria nomeado por recomendação deste ou daquele. Teria de mostrar numa prova de conhecimentos que era melhor do que seus concorrentes. E para isso é necessário muito estudo e inteligência, nessa ordem. Mas esses concursos foram apropriados por gente do Mal e parecem estar mirando em órgãos do Estado fundamentais: Congresso Nacional (eleições), judiciário e Procuradoria da República. Certos juízes e advogados arrepiam a gente, pelo descalabro de suas sentenças, por serem corruptos, pela falta de inteligência e falta de conhecimento técnico daquilo que tratam e o pior, honestidade intelectual ZERO. Essa gentalha se apoderou dos aparelhos de Estado e agora deita e rola. Eu miraria primeiro nesses concursos. Depois, uma limpeza nos aprovados “suspeitos”.

    De tempos em tempos, juízes e procuradores teriam de provar seus conhecimentos. Sabe-se que os despachos são escritos por assessores. Vamos ver se um cara com apenas TRÊS anos de profissão pode cantar de galo.nesse tom. Uma faxina na justiça e na procuradoria é urgente. Sem isso, órgãos de estado fundamentais para manutenção da democracia continuarão sequestrados e atendento à vontade de quem paga mais.

    • É….

      Os problemas são: 1. Como um retardado destes chega a passar em um concurso público que não seja para trabalho braçal; e 2. Tendo passado, como pode ter permanecido no cargo.

      Vem do governo Vargas a ideia de se ter uma seleção que contemple os melhores perfis para ocupar vagas de cargos públicos, ao mesmo tempo em que esta ocupação de vagas independa de indicações políticas. É uma boa ideia que, como o exemplo deste idiota mostra, tem sido mal aplicada. A ideia que vigora hoje é a de que estes candidatos detenham o maior conhecimento técnico possível (legislação, etc), esquecendo que o PERFIL é mais importante. Ou seja: os postulantes a estes cargos deveriam ter conhecimentos mínimos de antropologia, de sociologia e de história brasileira. Caso este ignorante tivesse que ter passado por testes de conhecimento de antropologia e de história brasileira, ele não teria passado. Mas, na hipótese remota de passar, deveria ser imediatamente exonerado após vir à tona os episódios de cárcere privado e de anti laicismo que vieram à tona.

  48. Concurso público é decoreba e loteria

    Quem se acha o máximo por ter passado num concurso público deve observar que esse processo seletivo não é a “maravilha da meritocracia”, que o senso comum apregoa.

    Em primeiro lugar, só quem tem dinheiro para bancar os altos custos com cursinhos e material de estudo tem chances de entrar nessa “loteria seletiva”.  O investimento é alto, para os padrões de renda brasileiros.  Por isso, os melhores cargos (magistratura, MPF, TCU, PF, Receita, etc.) são ocupados, invariavelmente, por membros da alta classe média, outrora chamada “pequena burguesia”.  Portanto, a igualdade de oportunidades, pressuposto da real meritocracia, não passa de mito, no caso do concurso público.  Os raríssimos e festejados casos de pobres aprovados em tais concursos são exceções que confirmam a regra.

    Por outro lado, há casos de candidatos altamente qualificados do ponto de vista profissional que nunca passaram na “loteria seletiva”, pelo simples fato de o modelo de seleção favorecer os bem-dotados de memória (“decorebas”), independentemente de quaisquer outras habilidades (em tese, até psicopatas podem ser aprovados).  E, ao final, o que realmente desempata o certame são as famosas “pegadinhas”, questões dúbias e capciosas, cujo acerto é mera questão de SORTE, daí a expressão “loteria seletiva”.

    O resultado desse modelo simplório e limitado de seleção é o que temos hoje no Serviço Público: castas de mauricinhos e patricinhas, em geral recém-formados, desprovidos de qualquer vivência ou experiência profissional, que se consideram os campeões da meritocracia, os escolhidos, os olímpicos vencedores.  E tais indivíduos se acham tão superiores aos simples mortais que desdenham de qualquer outro processo de seleção, como por exemplo, os certames eleitorais típicos da democracia.

    Para essa nova “elite”, forjada nos cursinhos e fóruns das classes superiores e informada pelas manchetes da mídia cartelizada, a democracia representativa, nos moldes em que se pratica hoje em todo o mundo, nega o sistema supostamente perfeito que os tornou “campeões da meritocracia”.  Porque, na visão desses “seres superiores”, o povo, a plebe ignara (que nunca passou em concursos), não deveria ter o direito de votar e eleger representantes desta sociedade.

    E assim caminha o Brasil rumo ao fascismo, com todos os seus consectários: o racismo, o autoritarismo e a violência.

  49. Esse homi é doido???

    Que me desculpem os evangelicos. Mas esse rapaz é a cara do fanatismo. De cristão não tem nada. Mas tem a conivencia de sua congregação religiosa, onde faz pragações absurdas, incompatíveis com o cargo publico que ocupa. É assustador …

  50. É esse perfil de gente que faz oposição a Dilma?

    A  história da mulehr desse promotor se repete por todo o Brasil. eu memso já fiz amtéria sobre caso semelhante.Nunca vi pastor preso por isso. Mas a esposa deixou tudo barato? Já o MP tem a imagem cada vez mais baixa.

  51. Concursos feitos em bases erradas

    Os problemas são: 1. Como um retardado destes chega a passar em um concurso público que não seja para trabalho braçal; e 2. Tendo passado, como pode ter permanecido no cargo.

    Vem do governo Vargas a ideia de se ter uma seleção que contemple os melhores perfis para ocupar vagas de cargos públicos, ao mesmo tempo em que esta ocupação de vagas independa de indicações políticas. É uma boa ideia que, como o exemplo deste idiota mostra, tem sido mal aplicada. A ideia que vigora hoje é a de que estes candidatos detenham o maior conhecimento técnico possível (legislação, etc), esquecendo que o PERFIL é mais importante. Ou seja: os postulantes a estes cargos deveriam ter conhecimentos mínimos de antropologia, de sociologia e de história brasileira. Caso este ignorante tivesse que ter passado por testes de conhecimento de antropologia e de história brasileira, ele não teria passado. Mas, na hipótese remota de passar, deveria ser imediatamente exonerado após vir à tona os episódios de cárcere privado e de anti laicismo que vieram à tona.

  52. Gilmar Douglas Mendes Dantas Kirchner

    Esse tal de douglas é um bom nome para o lugar de gilmar dantas mendes.

    Manterá o padrão ….

  53. Pegam o caso  particular e

    Pegam o caso  particular e extrapolam para o geral. A imbecilidade assola os mais longínquos redutos de pensamento crítico, como o blog do Nassif. Certo, então acaba-se o Concurso Público  e vão assumir cargos públicos só pessoas legais e competentes, indicadas pelos legais e competentes detentores dos cargos eletivos.

  54. Representante da justiça

    Casa com o que temos e a justiça que temos. É ‘so um pequeno exemplo do que tem por aí.

    O grande corrupto é a globo que manda neses todos.

  55. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome