A revolta no Nordeste, por Urariano Mota

Foto de Diario de Pernambuco.

Capa histórica do Diário de Pernambuco de hoje

Uma capa soberana, das melhores tradições democráticas do jornal. Aquele Diário de Pernambuco do tempo da luta pela redemocratização, contra a ditadura Vargas. Um jornal à altura de Demócrito de Souza Filho. Do meu canto, mando um cafezinho para os editores. (Um cafezinho que tem sabor de champanhe pelo feito)

O texto da página para a capa:

“Rebelião do Nordeste peita ameaças de Marun

Governadores da região encaminharam carta a Temer protestando contra atitude de ministro

Publicação: 28/12/2017 03:00

Sete dos nove governadores do Nordeste enviaram ontem carta aberta ao presidente Michel Temer protestando contra a declaração do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que admitiu que o governo pressiona gestores estaduais e municipais a trabalharem a favor da aprovação da reforma da Previdência em troca da liberação de recursos em financiamentos de bancos públicos, como a Caixa. Os governadores prometem acionar política e judicialmente os agentes públicos envolvidos, caso a “ameaça” de Marun se confirme. A reação surgiu a partir do grupo de WhatsApp que os gestores têm, devido à ligação criada entre eles após a realização de fóruns onde discutem pontos comuns aos seus interesses e fecham questão em conjunto.


“Os governadores do Nordeste vêm manifestar profunda estranheza com declarações atribuídas ao sr. Carlos Marun, ministro de articulação política. Segundo ele, a prática de atos jurídicos por parte da União seria condicionada a posições políticas dos governadores. Protestamos publicamente contra essa declaração e contra essa possibilidade e não hesitaremos em promover a responsabilidade política e jurídica dos agentes públicos envolvidos, caso a ameaça se confirme”, diz a carta.

Um dos idealizadores da carta, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), disse que somente os colegas do Rio Grande do Norte e Sergipe não assinaram o documento. Os dois estados, sobretudo o primeiro, estão em situação financeira delicada e pediram, inclusive, nos últimos dias, socorro financeiro ao governo federal, o que foi negado, inicialmente, pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Leia também:  A fome voltou e é preciso combatê-la, por Gustavo Conde

Os outros signatários – incluindo o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), do mesmo partido do presidente – fazem oposição ao governo de Michel Temer. No documento, os gestores pedem que o presidente da República “reoriente” seus ministros para evitarem práticas classificadas pelos signatários como “criminosas”. “Vivemos em uma Federação, cláusula pétrea da Constituição, não se admitindo atos arbitrários para extrair alinhamentos políticos, algo possível somente na vigência de ditaduras cruéis. Esperamos que o presidente Michel Temer reoriente os seus auxiliares, a fim de coibir práticas inconstitucionais e criminosas”, diz a carta.

Em entrevista na terça-feira, Marun admitiu que o Palácio do Planalto pressiona os governadores a trabalharem a favor da aprovação da reforma da Previdência em troca da liberação de recursos em financiamentos de bancos públicos. ‘Realmente, o governo espera daqueles governadores que têm recursos a serem liberados, financiamentos a serem liberados, como de resto de todos os agentes públicos, reciprocidade no que tange à questão da (reforma da) Previdência”, disse o ministro.

FENAFISCO

A Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) manifestou ontem repúdio à declaração de Marun, afirmando ser inconstitucional ao ferir o princípio da impessoalidade na administração pública. “Não se trata de recursos privados do ministro ou do presidente, mas de recurso público, que deve ser administrado e aplicado em razão de critérios e interesses impessoais e exclusivamente públicos”, afirma o presidente da Fenafisco, Charles Alcantara.”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

16 comentários

  1. Governo Paralelo?

    Ou separatista? Ou fora Treme?

    “grupo de WhatsApp que os gestores têm, devido à ligação criada entre eles após a realização de fóruns onde discutem pontos comuns aos seus interesses e fecham questão em conjunto.”

    • Tem menos dep federais para

      Tem menos dep federais para participar das negociatas, e nem todos se vendem. Mas dividir o país responsavelmente seria opção mais estavel que o golpismo irresponsavel. Ao invés de alimentar o ódio e tentar prender o Lula sem provas, da meia presidência para o Lula, e outra para o tucanistão e cia ficarem feliz.

  2. Jornais como DP há muito
    Jornais como DP há muito tempo sobrevivem subsidiados pelo erário estadual e Municipal. Essa reação “soberana” é pelo sentir a navalha da crise, decorrente do golpe, próxima a seus bolsos e por demanda dos patrões.

    • jornais….

      chanceLer01 : mais que perfeita sua observação. E por que somente Governadores do Nordeste? Está na hora de trabalhar. De viver com o próprio dinheiro. De parar de ser vagabundo. Parasitas de Brasilia. Esta politica getulista, que diminuiu o poder de estados desenvolvidos em benefício da famílias coronéis é o atraso deste país em quase um século. Fica claro por que Collor, Magalhães, Maias, Jader’s, Renan’s. Efraim’s, Coelhos, Bezerras, Suassuna’s tem tanto poder mesmo vindos de estados tão miseráveis, atrasados e com IDH animalescos. A perpetuação da Indústria da Seca. Bastou a Dilma cair, para voltar aquela ladainha da seca. E não me venham com estória de bairrismo, de xenofobia. O que deve ser destruído são Famílias Coronéis, cangaceiros e matadores de aluguel, que mantém o atraso ignóbil desta região do país. A manutenção desta forma de política.forma de representação, voto obrigatório, só perpetua tal coronelismo.  

      • “Esse é um fenômeno nacional.

        “Esse é um fenômeno nacional. Tenho um doutorando pesquisando o poder no Paraná. Acham que aqui, como o estado é novo, de imigração europeia, poderia ser diferente; mas constatamos a mesma estrutura hereditária de mandonismos familiares que vemos na Paraíba ou no Maranhão”, comenta o professor Ricardo Oliveira, da UFPR.

  3. Todos contra marun

    Parabéns aos governadores do nordeste. Os outros governadores do restante do país deveriam endossar o protesto dos mandatários nordestinos e descer a lenha nessa escrecência que se chama Carlos Marun. 

    Acho que uma carta foi pouco. Os governadores deveriam falar de peito aberto na imprensa, criticando esse crime perpetrado pelo bate pau de Michel Temer.

    Marun é um canalha e deveria ser demitido hoje mesmo. 

     

  4. Parabéns aos governadores que se manifestam

    Mas não é assim, no toma la da ca, que sempre funcionou esse senhor, chamado Michel Temer? A politica para ele é nada mais que uma forma, um meio de barganha para que ele possa chegar aos seus fins. Desde que assumiu a presidência no tapetão, Temer mostrou quem é: pequeno, rasteiro, oportunista, sem nenhum interesse por questões maiores tais como nação, estado, povo, democracia, republica, constituição federal, respeito ao Erario publico e à União. Nada que venha dessa gente que o cerque, dessa aberração que chamam de governo Temer, sera em prol do bem comum.

    • Como diria Lula, menas.

      Como diria Lula, menas. Menas.

      Temer usa métodos sórdidos para conseguir aliados. Mas em nada difere de Lula e Dilma. Lula resolveu cortar caminho e pagava em cash parlamentares no mensalão. Dilma também barganhava emendas parlamentares e cargos públicos. 

      Mas Não é só Lula, Dilma e Temer. Acho que todos, de uma forma ou de outra, praticam o toma-lá-dá-cá. O problema é que Marun não teve a mínima malícia em fazer isso. Foi direto ao assunto.

      Como pegou mal a resposta dele sobre a questão da chantagem, Temer deveria demití-lo. Mas…quem disse que Temer tá ligando pra isso?

  5. Esse parece irmão gêmeo do
    Esse parece irmão gêmeo do Jorge Picciani, física e politicamente. Se não tiver legenda na foto ficamos perdidos para identificar qual dos dois esta na imagem.

  6. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome